Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3530
Tipo do documento: Dissertação
Title: O ensino de Educação Artística durante a Ditadura Civil – Militar Brasileira: impactos da legislação educacional
Other Titles: Art teaching during the Civilian-Military Brazilian Dictatorship: impacts of educational policies
Autor: Furlan, Elisangela 
Primeiro orientador: Fiuza, Alexandre Felipe
Primeiro membro da banca: Fiuza, Alexandre Felipe
Segundo membro da banca: Machado, Maria Cristina Gomes
Terceiro membro da banca: Batista, Eraldo Leme
Resumo: Este trabalho apresenta uma breve análise do contexto histórico, social e político do processo educacional da década de 1970 e a produção artística da época, bem como os anos que antecedem e sucedem ao que remete aos “anos de chumbo” da Ditadura Civil-militar no Brasil, com intuito de analisar os antecedentes da criação de uma legislação autoritária para o campo educacional, numa dada época que pressupõe censura às produções artísticas. Busca-se por compreender o papel da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, denominada 5.692/71, que interferiu na formação docente, no que tange à formação profissional para atender a demanda do Brasil desenvolvimentista. Por sua vez, tais políticas despertaram o descontentamento de parcelas da população civil e da classe docente frente às situações de repressão a liberdade de opinião e pensamento, dos quais lutavam em desigualdade com a imposição do regime militar. As políticas estatais almejavam por meio da imposição, interferir em seu favor, no processo de formação educacional, construindo um falso consenso que privilegiava as políticas voltadas à educação, como ilusório destinado a todas as classes, mas que, no entanto, servia apenas a elite empresarial nacional e estrangeira. Prima-se por evidenciar a reação da sociedade civil e dos docentes frente às situações de repressão, bem como, as consequências a quem desafiasse as imposições do regime militar. De forma que, estabeleça relação de análise do processo de formação educacional, dos quais os alunos saiam da escola com conhecimentos para uma atuação em benefício do governo. Além de, entender como poder militar influenciou sobre o sujeito em formação na época de ditadura, dando ênfase aos meios de expressão, frente à censura da ditadura, almeja-se compreender esse período marcante no Brasil no que tange o exercício da educação. Partindo da expressão artística, como registro de um tempo, como meio de estudo historiográfico que embasa este trabalho, por hora, de caráter introdutório, toma-se como meio de pesquisa as obras de artistas da década de 1970, que por estarem descontentes com a realidade da época, expressam suas ideias em obras de protesto, como uma arte que denuncia a realidade do regime militar. Enfim, tem-se como principal objetivo compreender e ampliar conhecimentos acerca de acontecimentos pertinentes aos estudos do contexto que envolve o ensino de educação artística da década de 1970, bem como, a violência estatal frente aos artistas da época, dos quais, buscavam por expor sua posição diante da tamanha limitação do direito de opinião. O primeiro capítulo aborda os antecedentes do Golpe militar, como meio de informações para o entendimento da ação militar e as consequências deste para a educação. O segundo capítulo aborda a implantação da Lei 5.692/71 como normatização para a efetivação de uma educação nos moldes militares e de formação profissionalizante. No terceiro capítulo a abordagem acontece acerca do material didático produzido pelo governo com influência estrangeira, padronizando o ensino para uma educação para o civismo e a formação profissional, bem como o conteúdo trabalhado e registrado nos livros de registro de classe das décadas de 1970 e 1980 do Colégio Estadual São Vicente de Paula Machado de Nova Esperança – PR. Ao final, uma análise do trabalho de pesquisa realizado, suas implicações e resultados, relatados como meio de registro histórico.
Abstract: On this work we would have as a point of invetigation the history of the Artistic Education on the middle of the historical, social and politicial context during the 1970s correlated with the artistic production of that time, same as the years that anteceed and subsequent to the “anos de chumbo” from the Civil-military Dictatorship on Brazil, in order to study the background to the creation of an authoritarian legislation for the educational field, in an era of censorship of artistic productions. As well, to undestand the role of the Law of Directives and Bases of Education, called 5692 /71, which interfered on the teacher training, with regard to vocational training, to meet the demand of developmental Brazil. The state policies look to, through the imposition, interfere in the process of educational training, favoring focusing on education policies, but only those that served to the national and foring business elite. This work has as property,to show the reaction of the civil society and from the educators facing the situations of repression from that time and the influence of military power over the subject in formation during the dictatorship, emphasisyn the means of artistic expression. To this end, it takes as a research corpus works of 1970s artists who, being dissatisfied with the reality of the time, expressed their ideas in protest works as an art that denounced the reality of military regime.Anyway, it has been focused on evidence knowledge about events relevant to the context of studies involving art education teaching during 1970s, that generated a state violence faced with the artist of the time. The first chapter talks about the antecedence of military coups, with the purpose of contextualize the military action and its consequences for education. The second addresses implementation of the law 5.692/71, as norms for the realization of an education in military molds and vocational training, On third chapter, the approch is about the teaching material produced under the dictatorial goverment, and the studied content and registered in class record books of 1970s and 1980s, of Colégio Estadual São Vicente de Paula Machado, de Nova Esperança – PR. Finally, an analysis has been made of the conducted research work, its implications and results, since such investigation concluded that teaching in Arts Education was applied to the school benches as contradictory teaching to the one it has been destinated, due to the direction given by the Civil-military Regime.
Keywords: História da educação
Lei 5.692/71
Ensino de Educação Artística
Ditatura Civil-Militar
Education history
Law 5.692/71
Artistic Education Teaching
Civil-Military dictatorship
CNPq areas: ARTES::EDUCACAO ARTISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação, Comunicação e Artes
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Campun: Cascavel
Citation: FURLAN, Elisangela. O ensino de Educação Artística durante a Ditadura Civil – Militar Brasileira: impactos da legislação educacional. 2015. 180 f. Dissertação (Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3530
Issue Date: 24-Jul-2015
Appears in Collections:Mestrado em Educação(CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elisangela_Furlan2015.pdf9.64 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons