Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4854
Tipo do documento: Dissertação
Title: Motivações intrínsecas e extrínsecas na propensão à corrupção de agentes públicos
Other Titles: Intrinsic and extrinsic motivations in the propensity to corruption public officials
Autor: Carlos, Luiz Gustavo de Castro 
Primeiro orientador: Ribeiro, Ivano
Primeiro membro da banca: Silva, Elizandra da
Segundo membro da banca: Ribeiro, Ivano
Terceiro membro da banca: Cintra , Renato Fabiano
Resumo: O presente estudo abordou a relação entre as motivações intrínsecas (fatores cognitivos) e extrínsecas (ambiente externo) com o processo de tomada de decisões corruptas pelos agentes públicos. Especificamente, utilizou-se da propensão à corrupção, mensurada por meio das dimensões desengajamento moral e cultura ética organizacional. Justifica-se esta pesquisa pela importância de se aprofundar os estudos a respeito das motivações dos agentes à corrupção e que podem interferir nas suas escolhas. A coleta de dados se deu mediante a aplicação de questionários, em dois órgãos públicos de diferentes esferas de atuação (municipal e federal), que foram respondidos por 174 servidores públicos no período de jul/19 até set/19 (102 servidores federais e 72 servidores municipais). As análises das variáveis foram efetuadas de forma quantitativa utilizando-se do método de regressão linear múltipla, com utilização do software SmartPLS® 3.0. A contribuição teórica centra na identificação de associações entre motivações intrínsecas com o desengajamento moral e entre motivações extrínsecas com a cultura ética organizacional. Como contribuição prática, espera-se que os resultados possam auxiliar os gestores que buscam reduzir a propensão à corrupção a identificar as principais deficiências de seu corpo funcional, redesenhar seus processos de trabalho, gerir melhor os riscos de ações desviantes, identificar locais onde há maior necessidade de atenção em razão de comportamento corrupto, selecionar adequadamente os chefes e implementar medidas de prevenção, treinamento e controle nos processos de trabalho.
Abstract: This study approached the relationship between intrinsic (cognitive factors) and extrinsic (external environment) motivations and the process of corrupt decision making by civil servants. Specifically, it used the propensity to corruption, measured through the dimensions of moral disengagement and ethical organizational culture. This research is justified by the importance of deepening the studies regarding the motivations of agents to corruption and that may interfere in their choices. The collection of data took place through the application of questionnaires, in two public agencies of different spheres of action (municipal and federal), which were answered by 174 civil servants from July 2019 to September 2019 (102 federal servants and 72 municipal servants). The analysis of the variables was carried out quantitatively using the multiple linear regression method, using the SmartPLS® 3.0 software. The theoretical contribution focuses on identifying associations between intrinsic motivations and moral disengagement and between extrinsic motivations and organizational ethical culture. As a practical contribution, it is expected that the results may help managers who seek to reduce the propensity to corruption to identify the main deficiencies of their functional body, redesign their work processes, better manage the risks of deviant actions, identify places where there is a greater need for attention due to corrupt behavior, adequately select bosses and to implement prevention, training and control measures in work processes.
Keywords: Estratégia
Corrupção
Motivações Intrínsecas e Extrínsecas
Propensão à Corrupção
Setor Público
Strategy
Corruption
Intrinsic and Extrinsic Motivations
Propensity to Corruption
Public Sector
CNPq areas: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Sociais Aplicadas
Program: Programa de Pós-Graduação em Administração – Mestrado Profissional
Campun: Cascavel
Citation: CARLOS, Luiz Gustavo de Castro. Motivações intrínsecas e extrínsecas na propensão à corrupção de agentes públicos. 2019. 61 f. Dissertação( Administração – Mestrado Profissional) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel PR .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4854
Issue Date: 17-Dec-2019
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Administração (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luiz Gustavo de Castro Carlos.pdf850.35 kBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons