Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3521
Tipo do documento: Dissertação
Title: A formação do professor de ensino religioso dos anos iniciais: conversas sobre o Ântropos, Thréskeia e Epistême
Other Titles: Teacher formation in religious education of elementary years: Conversations on Anthropes, Thréskeia and Epistême
Autor: Saucedo, Kellys Regina Rodio 
Primeiro orientador: Malacarne, Vilmar
Primeiro membro da banca: Benatte, Antonio Paulo
Segundo membro da banca: Vanderlinde, Tarcísio
Terceiro membro da banca: Strieder, Dulce Maria
Resumo: A última década do século XX, no Brasil, representou um importante período para a reformulação do corpus normativo do Ensino Religioso. No histórico da disciplina, foi predominante a matrícula facultativa com oferta obrigatória nos currículos das escolas públicas de Ensino Fundamental. Entretanto, apesar dessa característica, o Estado delegava a voluntários, vinculados, em geral, a instituições religiosas, a responsabilidade pelo ensino da disciplina. Com a promulgação da Lei Federal nº 9475/1997, que alterou o disposto no art. 33 da LDB em vigor, a expressão “sem ônus para os cofres públicos” foi removida da lei federal, e os sistemas de ensino passaram a normatizar a contratação de professores. No Estado do Paraná, a Deliberação nº 01/2006, do Conselho Estadual de Educação, indica, como critério de seleção e contratação para o Ensino Religioso nos anos iniciais, prioritariamente, os alunos graduados em Pedagogia. Em virtude dessa instrução, formulou-se a seguinte questão central de pesquisa: como os Pedagogos estão sendo preparados para atuarem com a disciplina de Ensino Religioso? Em busca de resposta a esse questionamento, três instrumentos foram utilizados: pesquisa bibliográfica, documental e de campo. A pesquisa bibliográfica teve por objetivo a compreensão do percurso do Ensino Religioso e da presença da Religião na História da Educação brasileira. Esses dados forneceram informações relevantes que alicerçam as principais questões sobre a formação inicial e a atuação de professores de Ensino Religioso. Foram agregadas, ainda, leituras mais específicas sobre diferentes contextos históricos, nos quais as relações entre Ciência e Religião tiveram – e, por vezes, ainda têm – diferentes repercussões na sociedade. Entende-se que, direta ou indiretamente, esses debates interferem na formação inicial e na atuação do professor, provocando implicações na sala de aula que podem contribuir, ou não, para o desenvolvimento das crianças em processos iniciais de aprendizagem. A pesquisa documental foi empreendida por meio da análise de leis, normas, instruções e demais documentos oficiais produzidos pelos órgãos legislativos e normativos nacionais, estaduais e municipais elaborados para organizar a disciplina de Ensino Religioso. A pesquisa de campo foi constituída por entrevistas com quatro coordenadores de cursos de Pedagogia, na modalidade presencial, de Instituições de Ensino Superior situadas em Cascavel (PR), e pela aplicação de questionário aos alunos formandos desses cursos, o que propiciou a compreensão dos descaminhos na formação inicial em relação à docência do Ensino Religioso. Na Rede Municipal de Ensino, foram entrevistados o Coordenador Municipal do Ensino Religioso, quatorze professores dessa disciplina e um diretor de Escola Municipal. Os resultados da pesquisa indicam que a natureza da produção do conhecimento religioso e a influência da Religião no desenvolvimento infantil são conteúdos pouco enfatizados, tanto na formação inicial quanto na formação continuada de professores. Outro resultado importante desta pesquisa foi a verificação de que os participantes da amostra, em geral, apresentam sérias lacunas para construção de sínteses conceituais de tópicos relacionados a Ciência e a Religião. Os dados ressaltaram, ainda, a necessidade de repensar a formação inicial e continuada dos docentes de Ensino Religioso, pois a legislação em vigor não tem sido suficiente para elucidar as problemáticas com a abordagem dos conteúdos e, em alguns casos, a efetivação da atual proposta epistemológica do Ensino Religioso. Nesse sentido, sugere-se a inclusão, na formação inicial e continuada dos professores pedagogos, de reflexões sobre o histórico da disciplina e sobre as diferenças metodológicas e epistemológicas da natureza dos conhecimentos religioso e científico, considerando que esses conteúdos são a base para a formação de pontes dialógicas com outras áreas do conhecimento, entre as quais o ensino de Ciências.
Abstract: The last decade of the twentieth century was an important period for the reformulation of the legislative corpus regarding Religious Education in Brazil. In the history of the discipline, there has been the predominance of optional registration with mandatory offer in the curricula of public elementary schools. Nevertheless, despite this characteristic, the State delegated to volunteers, generally linked to religious institutions, the responsibility for teaching the subject. With the enactment of the Federal Law nº 9475/1997, which amended what was stated in the article 33 of the LDB (Law of Guidelines and Bases of Education) in force, the expression “at no cost to the state” was removed from this federal law, and education systems began to regulate the hiring of teachers. In the state of Paraná, the Deliberation nº 01/2006 of the State Board of Education indicates, as selection and hiring criteria for the Religious Education in the early years, primarily, the option for graduates in Pedagogy. This guideline led to the following central research question: how the pedagogues are being prepared to teach Religious Education? In order to answer this question, three instruments were used: literature review, documentary research and field research. Literature review aimed to cover the historical background of Religious Education and the presence of Religion in the History of Brazilian Education. These data provided relevant information underpinning the main issues on initial formation and the performance of Religious Education teachers. More specific readings on different historical contexts were also included, showing how the relationship between Science and Religion had – and sometimes still have – different impacts on society. It is understood that, directly or indirectly, these debates interfere with the teacher’s initial education and performance, with implications in the classroom that can contribute or not to the development of children in early learning processes. Documentary research was carried out through the analysis of laws, rules, instructions and other official documents produced by the national, state and municipal legislative and regulatory bodies designed to organize the subject of Religious Education. Field research was constituted by interviews with four coordinators of Education (Pedagogy) in-classroom courses of Higher Education Institutions from Cascavel (Paraná, Brazil) and by a questionnaire applied to senior students of these courses, which propitiated to apprehend the mismatches of initial education related to the teaching of Religious Education. With respect to the Municipal School System, interviews were carried out with the Municipal Coordinator of Religious Education, fourteen Religious Education teachers and a school director. The results indicate that the nature of the production of religious knowledge and the influence of Religion in child development are underemphasized content both in initial and in continuing education of teachers. Another important result of this study was the finding that the sample participants generally have serious shortcomings in their education with regard to constructing conceptual overviews of Science and Religion topics. Research data also highlighted the need to rethink the initial and continuing education of Religious Education teachers, because the current legislation has not been sufficient to elucidate the problem regarding the content approach and, in some cases, the materialization of the current epistemological proposal of Religious Education. In this sense, the suggestion is to include, in the initial and continuing education of pedagogues, discussions on the history of the discipline and the methodological and epistemological differences of the nature of religious and scientific knowledge, considering that these contents are the basis to build dialogical bridges with other areas of knowledge, including the teaching of Science.
Keywords: Ciência e religião
Formação de professores
Anos iniciais
Science and religion
Teacher education
Early years
CNPq areas: EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação Letras e Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Campun: Cascavel
Citation: SAUCEDO, Kellys Regina Rodio. A formação do professor de ensino religioso dos anos iniciais: conversas sobre o Ântropos, Thréskeia e Epistême. 2015. 253 f. Dissertação (Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3521
Issue Date: 23-Feb-2015
Appears in Collections:Mestrado em Educação(CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Kellys_Saucedo2015.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons