Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2992
Tipo do documento: Dissertação
Title: Sexualidade e agressividade do adolescente no espaço escolar: contribuições psicanalíticas
Other Titles: Adolescent sexuality and aggressiveness in the school space: psychoanalytic contributions.
Autor: Pimentel, Gisele Arendt 
Primeiro orientador: Gagliotto, Giseli Monteiro
Primeiro membro da banca: Gagliotto, Giseli Monteiro
Segundo membro da banca: Paris, Gisele Ferreira
Terceiro membro da banca: Silva, Ricardo Desidério
Resumo: A presente pesquisa buscou abranger a temática da Sexualidade como uma categoria ontológica dentro da Psicanálise. Nesse sentido, o trabalho investigou a relação entre as categorias agressividade e sexualidade em adolescentes no contexto escolar, considerando-as interrelacionadas nessa pesquisa. A psicanálise, em sua gênese, considera a relação da agressividade com a sexualidade ao tratar das pulsões de vida e de morte, conceito basilar na construção da teoria psicanalítica, desenvolvido por Freud (1856- 1939). Para tal teoria, a agressividade é manifestada desde a infância, no desenvolvimento biológico, psicológico e social do indivíduo, bem como é explicada por Freud, através da Sexualidade. A Pedagogia pode contar com a teoria psicanalítica para compreender o vínculo entre agressividade e sexualidade, a fim de entender o sujeito adolescente no cotidiano escolar. O materialismo histórico dialético foi adotado como mé- todo teórico-filosófico, o que possibilitou a compreensão da realidade investigada. Esta investigação constituiu-se no campo da pesquisa quali-quantitativa, tendo como metodologia, a revisão bibliográfica e a pesquisa de campo. Elegemos como procedimentos de pesquisa, a revisão bibliográfica, em teses e dissertações, resultantes dos cursos de mestrado e doutorado dos programas stricto sensu das universidades estaduais do Paraná. Consideramos como sujeitos da pesquisa, 17 adolescentes entre 13 e 15 anos de idade, e 11 professores que lecionam para esses discentes em áreas de conhecimento distintas. A aplicação de questionários semiabertos aos estudantes e aos professores foi o instrumento utilizado para coleta de dados no ambiente escolar. Identificamos a relação agressividade-sexualidade na adolescência, no contexto escolar, a partir do conhecimento teórico psicanalítico. Desta forma, compreendemos a formação continuada para professores como um percurso necessário, visando a atuação em Educação Sexual emancipatória, que objetiva promover a vivência da sexualidade de forma saudável, responsá- vel e autônoma, uma vez que, acreditamos na valorização das relações cotidianas para a efetivação do respeito e do prazer de conviver, primordialmente, no espaço escolar.
Abstract: The present research aims to cover the theme of Sexuality as an ontological category within Psychoanalysis. In this way, the paper has investigated the relationship between the aggressiveness and sexuality categories in adolescents at a school context, considering them interrelated in this research. Psychoanalysis, in its genesis, considers the relation of aggressiveness to sexuality in dealing with the drives of life and death, a basic concept on the construction of psychoanalytic theory developed by Freud (1856-1939). For this theory, aggressiveness is manifested from childhood, in the biological, psychological and social development of the individual, as explained by Freud through Sexuality. Pedagogy can rely on psychoanalytic theory to understand the link between aggressiveness and sexuality, in order to understand the adolescent subject in school routine. Dialectical historical materialism was adopted as a theoretical-philosophical method, which has made possible the comprehension of the investigated reality. This research was constituted in the field of qualitative-quantitative research, having as a methodology, bibliographical review and field research. We chose as research procedures, the bibliographic review, in theses and dissertations, resulting from the masters and doctorate courses of the stricto sensu programs of the Paraná’s state universities. We considered as subjects of the research, 17 adolescents between 13 and 15 years of age, and 11 teachers who teach these students in different knowledge areas. The application of semiopen questionnaires to students and teachers was the instrument used to collect data in the school environment. We identified the relationship aggressiveness-sexuality in adolescence, in the school context, from the theoretical knowledge psychoanalytic. In this way, we understand the continued formation for teachers as a necessary course, aiming at acting in emancipatory Sexual Education, which aims to promote the experience of sexuality in a healthy, responsible and autonomous way, since, we believe in the valorization of everyday relationships for effective of the respect and pleasure of living, primarily, in the school space.
Keywords: Sexualidade
Educação sexual
Agressividade
Adolescência
Psicanálise
Sexuality
Sexual education
Aggressiveness
Adolescence
Psychoanalysis
CNPq areas: FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Campun: Francisco Beltrão
Citation: PIMENTEL, Gisele Arendt. Sexualidade e agressividade do adolescente no espaço escolar: contribuições psicanalíticas. 2017. 137 f.. Dissertação( Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2017 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2992
Issue Date: 20-Apr-2017
Appears in Collections:Mestrado em Educação (FBE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gisele A. Pimentel 2017.pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons