Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2979
Tipo do documento: Dissertação
Title: O desenvolvimento psicossexual na criança com autismo no espaço educativo: um estudo empírico bibliográfico à luz da psicanálise
Other Titles: Psychosexual development in the child with autism in the educational space: an empirical bibliographical study from psychoanalysis
Autor: Fiera, Jaqueline Tubin 
Primeiro orientador: Gagliotto, Giseli Monteiro
Primeiro membro da banca: Gagliotto, Giseli Monteiro
Segundo membro da banca: Umbelino, Janaina Damasco
Terceiro membro da banca: Alves, Álvaro Marcel Palomo
Resumo: Na presente pesquisa investigamos acerca da sexualidade na criança com autismo. O desenvolvimento da sexualidade na criança é um tema pouco discutido e repleto de preconceitos culturais e sociais. A presente pesquisa indagou, dialeticamente, o desenvolvimento da sexualidade na criança com autismo, nos espaços educativos. O autismo, classificado pelo DSM-V (2013) como TEA (Transtorno do Espectro Autista) é um tema que vem ganhando visibilidade social e ocupando, cada vez mais, espaço nas pesquisas acadêmicas e científicas. Objetivamos discutir teoricamente, no primeiro capítulo, o caminho que o autismo percorreu historicamente para configurar-se como entidade clínica, para a psiquiatria e para a psicanálise. Para tanto, apresentamos o percurso histórico, acerca da doença mental, até o momento em que, no século XX, reconheceu-se a existência da psicopatologia infantil. No segundo capítulo, abordamos a respeito da sexualidade infantil e a sexualidade no autismo, pela ótica da psicanálise. Para tal feito, elegemos os conceitos fundamentais da psicanálise, partindo de Freud. No terceiro capítulo, apontamos a história da educação sexual no Brasil, as conquistas legais e as políticas de inclusão, voltadas para as pessoas com autismo, e, discutimos os resultados da nossa pesquisa de campo, realizada com os professores da Associação de Proteção aos Autistas de Dois Vizinhos - APADV. Como o método de pesquisa é o materialista histórico dialético, a investigação histórica e crítica acerca da sexualidade na criança com autismo, se faz necessária para a compreensão, dos caminhos e do percurso dos estudos sobre a criança com autismo, nos moldes atuais. É uma pesquisa de cunho empírico bibliográfico e de abordagem qualitativa. O autismo, por ser um tema permeado de tabus, gera questionamentos e interesses em diferentes áreas do conhecimento. A sexualidade, por sua vez, também se configura como uma temática permeada de convenções sociais e tabus históricos. Destacamos, portanto, o desafio de uma investigação envolvendo temáticas tão polemizadas socialmente: a sexualidade na criança e, a criança com autismo. Destacamos que os professores, muito embora relatarem as manifestações da sexualidade, na criança com autismo, não reconhecem tais manifestações como de cunho sexual, por compreenderem a criança com autismo, como um ser assexuado e, pelo desconhecimento sobre os conceitos de sexualidade e sexualidade infantil. Concluímos, em consonância com o nosso método de pesquisa que a sexualidade na criança com autismo, é uma construção ontológica e, cada criança deve ser olhada e compreendida para além de um diagnóstico restrito às características do transtorno autista. Portanto há a necessidade de uma formação em educação sexual emancipatória, para os professores investigados, com a intenção de que a sensibilidade e o conhecimento científico contribuam para olhar a criança com autismo na sua totalidade.
Abstract: In the present research we investigate about sexuality in children with autism. The development of sexuality in the child is a subject little discussed and full of cultural and social prejudices. This research investigated, dialectically, the development of sexuality in children with autism in educational settings. Autism, classified by the DSM-V (2013) as TEA (Autism Spectrum Disorder) is a theme that has gained social visibility and is increasingly occupying space in academic and scientific research. We aim to discuss theoretically, in the first chapter, the path that autism has historically traversed to become a clinical entity for psychiatry and psychoanalysis. Therefore, we present the historical course, about the mental illness, until the moment in the twentieth century, the existence of childhood psychopathology was recognized. In the second chapter, we deal with child sexuality and sexuality in autism from the point of view of psychoanalysis. For this purpose, we choose the fundamental concepts of psychoanalysis, starting with Freud. In the third chapter, we point out the history of sex education in Brazil, the legal achievements and inclusion policies aimed at people with autism, and we discuss the results of our field research conducted with the teachers of the Associação de Proteção aos Autistas de Dois Vizinhos - APADV. As the research method is the dialectical historical materialist, the historical and critical investigation about sexuality in the child with autism, is necessary for the understanding, the paths and the course of the studies on the child with autism, in the current molds. It is a research of empirical bibliographical and qualitative approach. Autism, because it is a topic permeated by taboos, generates questions and interests in different areas of knowledge. Sexuality, in turn, also shapes itself as a theme permeated by social conventions and historical taboos. We highlight, therefore, the challenge of an investigation involving subjects so socially debated: sexuality in the child and the child with autism. We emphasize that teachers, although reporting the manifestations of sexuality, in the child with autism, do not recognize such manifestations as having a sexual character, because they understand the child with autism as an asexual being, and because of the lack of knowledge about the concepts of sexuality and child sexuality. We conclude, in line with our research method that sexuality in the child with autism, is an ontological construct, and each child should be looked at and understood beyond a diagnosis restricted to the characteristics of autistic disorder. Therefore, there is a need for emancipatory sexual education training for the investigated teachers, with the intention that sensitivity and scientific knowledge contribute to looking at the child with autism in its entirety.
Keywords: Autismo
Sexualidade infantil
Educação sexual
Psicanálise
Autism
Childhood sexuality
Sexual education
Psychoanalysis
CNPq areas: PSICOLOGIA::PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Campun: Francisco Beltrão
Citation: FIEIRA, Jaqueline Tubin. O desenvolvimento psicossexual na criança com autismo no espaço educativo: um estudo empírico bibliográfico à luz da psicanálise. 2017. 200 f. Dissertação(Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2979
Issue Date: 18-Apr-2017
Appears in Collections:Mestrado em Educação (FBE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jaqueline TFieira2017.pdf1.93 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons