Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.unioeste.br/handle/tede/5341
Tipo do documento: Tese
Title: Caracterização de sistemas convencionais de produção leiteiros e produção e qualidade do leite de vacas alimentadas com pré secados de leguminosas em sistema orgânico
Autor: Lange, Maichel Jhonattas 
Primeiro orientador: Zambom, Maximiliane Alavarse
Primeiro coorientador: Kazama, Daniele Cristina da Silva
Primeiro membro da banca: Zambom, Maximiliane Alavarse
Segundo membro da banca: Nath, Caroline Daiane
Terceiro membro da banca: Avila, André Sanches de
Quarto membro da banca: Faccenda, Andressa
Quinto membro da banca: Santos, Geraldo Tadeu dos
Resumo: No primeiro experimento objetivou-se tipificar os sistemas de produção de leite, com a utilização de análise fatorial, identificando os fatores que caracterizam os diferentes sistemas de produção, com base na similaridade das variáveis estudadas. O presente estudo foi realizado nas regiões Oeste e Centro Oriental do Estado do Paraná. Os municípios participantes deste estudo foram Toledo, Quatro Pontes, Marechal Cândido Rondon, Mercedes, Palmeira, Ponta Grossa, Carambeí e Castro. A coleta de dados foi realizada em 353 sistemas de produção de leite (SPL), utilizando-se um questionário guia. A variância acumulada definida pelos dois fatores (F1 e F2) gerados na análise fatorial, indica que entre os produtores rurais entrevistados, esses dois fatores explicam 76,76% da variação entre eles. Para F1 as variáveis que tiveram maior carga fatorial foram: área total (há), área destinada a produção leiteira, mão-de-obra, número de vacas em lactação e produtividade por dia (Litros). Já para F2 as variáveis que tiveram maior carga fatorial foram: fertirrigação, onde é produzido o dejeto da fertirrigação e dejeto é de lagoa ou biodigestor. Após a formação dos fatores, os grupos de produtores definidos na análise de cluster foram plotados em gráfico, onde permitiu-se reduzir o universo inicial de 353 sistemas de produção para cinco grupos homogêneos de sistemas. Fica evidente a heterogeneidade entre os grupos formados e as regiões estudadas. As características que se destacaram para a diferenciação dos sistemas de produção de leite foram: idade do responsável pela atividade; tempo na atividade leiteira; escolaridade do produtor; área total; volume de leite produzido; número de vacas em lactação. Já no segundo experimento, o objetivo foi avaliar a eficiência proteica, produção de leite e seus componentes e emissão de CH4 na dieta de vacas leiteiras em sistema orgânico de criação alimentadas com pré secados de alfafa consorciada com gramíneas e trevo vermelho consorciada com gramíneas. Utilizou-se dezoito vacas da raça Jersey, multíparas com certificação orgânica e média de 146,5 ± 45 dias em lactação (DEL), produção de leite em 24,1 ± 7,5 kg/dia e 490,9 ± 64,5 kg de peso corporal e 2 vacas também da raça Jersey, primíparas com certificação orgânica e média de 159 ± 63,6 DEL, produção de leite em 21,8 ± 0,77 kg/dia e 414,3 ± 4,1 kg de peso corporal. Foram formados 10 blocos em pares (n = 10 pares) de acordo com DEL e produção de leite e, dentro de pares, designados aleatoriamente para os tratamentos 1 de 2 (1 - pré secado de alfafa com mix de gramíneas e 2 - pré secado de trevo vermelho com mix de gramíneas). O experimento foi conduzido em três períodos, onde o primeiro período foi “covariate period” (durante 14 dias) e mais dois períodos (utilizando as dietas experimentais), onde cada período teve duração de 21 dias, sendo 14 dias de adaptação e 7 dias de coleta de dados e amostras. Pode-se observar que a proteína solúvel dos pré secados das duas espécies tem uma diferença significativa, sendo que a alfafa apresenta 63 e 62% do total da proteína na forma solúvel e o pré secado do trevo vermelho, é 25,5 e 40,5%. Observou-se uma diferença significativa na ingestão de MS entre os diferentes tratamentos, pois as vacas que recebiam o pré secado de alfafa consumiram menos MS. Também podemos observar efeito significativo quando comparamos os dois tratamentos para produção de leite corrigido para 4% de gordura, onde o pré secado de alfafa produziu mais leite que o pré secado de trevo vermelho, nos períodos de coleta. Foi observado que o MUN do leite das vacas alimentadas com trevo vermelho foi inferior significativamente, comparado com o leite de vacas alimentadas com o pré secado de alfafa. Também podemos observar uma diferença significativa na concentração de histidina no plasma sanguíneo, onde as vacas que recebiam o pré secado de trevo vermelho apresentaram uma maior concentração. A produção de metano entérico apresentou diferença significativa entre os tratamentos na primeira semana de coleta, onde as vacas alimentadas com pré secado de alfafa tiveram uma maior produção de metano que as vacas alimentadas com pré secado de trevo vermelho. Com base nos resultados do presente trabalho, a alfafa melhorou a produção de gordura do leite, enquanto o trevo vermelho reduziu o MUN, devido a melhor eficiência da utilização do nitrogênio com a enzima polifenol oxidase e melhorou os ácidos graxos -3 e a histidina plasmática.
Abstract: In the first experiment, the objective was to typify the milk production systems, using factor analysis, identifying the factors that characterize the different production systems, based on the similarity of the studied variables. The present study was carried out in the Western and Eastern Central regions of the State of Paraná. The municipalities participating in this study were Toledo, Quatro Pontes, Marechal Cândido Rondon, Mercedes, Palmeira, Ponta Grossa, Carambeí and Castro. Data collection was performed in 353 dairy production systems (SPL), using a guide questionnaire. The accumulated variance defined by the two factors generated in the factor analysis (F1 and F2), indicates that among the farmers interviewed, these two factors explain 76.76% of the variation between them. After the formation of the factors, the groups of producers defined in the cluster analysis were plotted, where it was possible to reduce the initial universe of 353 production systems to five homogeneous groups of systems. It is possible to observe the comparison of the data collected in the present study with data from the last Senso Agropecuário. It is evident the heterogeneity between studied regions and between municipalities of the same region. For F1, the variables that had the highest factor load were: Total Area (ha), Area destined to milk production, Labor, Number of lactating cows and Productivity per day (Liters). For F2, the variables that had the greatest factorial load were: Fertirrigation, Where the fertirrigation waste is produced and Dejeto is a pond or biodigester. The characteristics that stood out for the differentiation of the dairy production systems were: Age of the person responsible for the activity; Time in the Milk activity; Producer education; Total area; Volume of milk produced; Number of lactating cows. In the second experiment, the objective was to evaluate the protein efficiency, milk production and its components and CH4 emission in the diet of dairy cows in organic farming system fed with haylage alfalfa intercropped with grasses and red clover intercropped with grasses. Eighteen Jersey cows, multiparous with organic certification and mean of 146.5 ± 45 days in lactation (DIM), milk production at 24.1 ± 7.5 kg / day and 490.9 ± 64.5 kg of body weight and 2 Jersey cows, primiparous with organic certification and average of 159 ± 63.6 DIM, milk production at 21.8 ± 0.77 kg / day and 414.3 ± 4.1 kg of body weight. 10 blocks were formed in pairs (n = 10 pairs) according to DIM and milk production and, within pairs, randomly assigned to treatments 1 of 2 (1 - haylage alfalfa with grass mix and 2 - haylage of red clover with grass mix). The experiment was conducted in three periods, where the first period was "covariate period" (for 14 days) and two more periods (using experimental diets), where each period lasted 21 days, with 14 days of adaptation and 7 days collection of data and samples. It can be observed that the soluble protein of the pre-dried of the two species has a significant difference, with the alfalfa presenting 63 and 62% of the total protein in the soluble form and the haylage of the red clover, is 25.5 and 40, 5%. There was a significant difference in DM intake between the different treatments, as cows that received the haylage alfalfa consumed less DM. We can also observe a significant effect when we compare the two treatments for the production of milk corrected to 4% fat, where the haylage alfalfa produced more milk than the haylage red clover, in the collection periods. It was observed that the MUN of the milk of the cows fed red clover was significantly lower, compared to the milk of cows fed the dried alfalfa. We can also observe a significant difference in the concentration of histidine in the blood plasma, where the cows that received the haylage red clover had a higher concentration. The production of enteric methane showed a significant difference between treatments in the first week of collection, where cows fed alfalfa haylage had a higher methane production than cows fed red dried clover. Based on the results of the present work, alfalfa improved milk fat production, while red clover reduced MUN, due to the better efficiency of nitrogen use with the enzyme polyphenol oxidase and improved -3 fatty acids and histidine plasmatic.
Keywords: Análise multivariada
Leguminosas
Metano entérico
Produção leiteira
Tipologia
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:ZOOTECNIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: LANGE, Maichel Jhonattas. Caracterização de sistemas convencionais de produção leiteiros e produção e qualidade do leite de vacas alimentadas com pré secados de leguminosas em sistema orgânico. 2020. 81 f. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/5341
Issue Date: 28-Feb-2020
Appears in Collections:Doutorado em Zootecnia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maichel_Lange_2020.pdf1.27 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.