Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/923
Tipo do documento: Dissertação
Title: A integração da América Latina expressa na educação venezuelana dos governos Chávez: 1999-2009
Autor: Zuck, Débora Villetti 
Primeiro orientador: Nogueira, Francis Mary Guimarães
Resumo: Essa pesquisa teve como objeto de estudo entender como a categoria integração da América Latina se expressa na educação escolar bolivariana da Venezuela, de 1999 a 2009. Objetivou identificar e analisar a referida categoria nos seguintes documentos oficiais: Escuelas Bolivarianas e Diseño Curricular del Sistema Educativo Bolivariano, e na base legal: a Ley Orgánica de Educación de 2009. O conceito de integração da América Latina está vinculado à história da nação latino-americana, ao processo de independência política do jugo espanhol e à histórica dependência econômica da região. Duas orientações antagônicas confrontam-se nesse processo integracionista: Bolívar ou Monroe. O triunfo desta última categorizou a integração como incorporação e submissão, perdurando ao longo dos séculos XIX e XX. Após a Segunda Guerra Mundial, como parte da recomposição do capitalismo internacional, emergem vários mecanismos integracionistas, inclusive na América Latina. ALALC, ALADI, CARICOM, SELA, MERCOSUL, UNASUL, ALBA-TCP, são alguns dos mecanismos forjados no âmbito do capitalismo dependente e periférico. Mesmo assim, no entanto, no início do século XXI, a Venezuela recuperou o ideário bolivariano da Pátria Grande. A Revolução Bolivariana liderada pelos governos Chávez recoloca, no cenário da região, o legado que, até então, parecia "enterrado". Na base legal, a Constituição de 1999, e nos documentos oficiais, tais como: nos programas iniciais do governo, no PDES e no PPS, há uma referência à integração latino-americana. Os mecanismos integracionistas aos quais a Venezuela está vinculada de formas diferentes ALBA-TCP, UNASUL, MERCOSUL, CELAC e as relações diplomáticas com países não alinhados ao american dream of life indicam que a integração, concebida como cooperação, solidariedade e complementaridade, tem sido um instrumento importante na luta anti-imperialista, anticapitalista, e num mundo pluripolar para a construção do Socialismo do Século XXI, desde 2005. A escolha teórico-metodológica deste trabalho permite afirmar que a educação escolar não tem um caráter autônomo e nem mesmo hegemônico diante das relações sociais existentes em que ela está "mergulhada". A partir da pesquisa bibliográfica, documental e de campo se depreendeu que a educação escolar bolivariana expressa a categoria integração latino-americana nas orientações filosóficas do currículo, no caráter das Escolas Bolivarianas, nos objetivos e conteúdos curriculares do Liceu Bolivariano, na definição do que é o Estado Docente e como uma das finalidades centrais na LOE/2009. Adquire essa categoria de análise, nessa Lei Orgânica, uma importância fundamental para a formação do "homem novo" venezuelano, que, formado nessa orientação de integração latino-americana, poderá contribuir para a construção do Socialismo do Século XXI. A integração latino-americana, para a Venezuela, é uma estratégia diplomática importante para a difusão desse socialismo. Uma nova práxis social e educacional, latino-americana e caribenha, pode, a partir dos marcos concretos desta latitude, da história das nações latino-americanas e das lutas travadas até hoje, cimentar uma revolução genuína nos termos da "pequena humanidade".
Abstract: The study object of this research is to understand how the Latin-America integration category expresses itself on Bolivarian School education in Venezuela, from 1999 to 2009. Aimed to identify and analyze the referred category in the following official documents: Escuelas Bolivarianas and Diseño Curricular del Sistema Educativo Bolivariano, and also, on legal basis, the Ley Orgánica de Educación from 2009. The Latin America integration concept is tied to the history of the Latin-American nation, to the Spanish political independence process and to the historical economic dependence of the region. Two conflicting perspectives face each other in this integrationist process: Bolívar or Monroe. Monroe s triumph categorized the integration as incorporation and submission, and existed during the XIX and XX centuries. After World War II, as a part of the international capitalism recomposition, integration mechanisms emerge, including in Latin-America. ALALC, ALADI, CARICOM, SELA, MERCOSUR, UNASUR, ALBA-TCP are some of the spurious mechanisms in the context of dependent and peripheral capitalism. Even though, at the beginning of the XXI century, Venezuela recovered the Bolivian thinking of the Great Nation. The Bolivarian Revolution, headed by Chavez s governments, puts back, in the regional scenario, the legacy which was considered ―buried‖ until that time. In the legal basis, in the 1999 Constitution, and in the official documents, such as: in the initial government programs, in the PDES and in the PPS, there is a reference to the Latin-American integration. The integration mechanisms which Venezuela is linked to, in different ways ALBA-TCP, UNASUR, MERCOSUR, CELAC and the diplomatic relationships with American dream of life non-adapted countries indicate that the integration, conceived as cooperation, solidarity and complementariness, has been an important tool in the anti-imperialist fight, in the anti-capitalist fight, and in a multipolar world to the XXI century Socialism construction, since 2005. The theoretical-methodological choice of this study allows stating that school education does not have a sovereign character, not even a hegemonic character, considering the social relationships on which education is inserted. From bibliographical, documental and field research, it was possible to perceive that bolivarian school education expresses the Latin-America integration category on philosophical orientations of the curriculum, on the character of Bolivarian Schools, in the objectives and curriculum contents of the Bolivarian Liceo, on the definition of Estado Docente and as one of the main purposes on LOE/2009. This analytical category, on this Organic Law, acquires a fundamental importance to the ―new man‖ venezuelan constitution that, when established on this Latin-American orientation, will be able to contribute to the XXI century Socialism construction. The Latin-American integration, for Venezuela, is an important diplomatic strategy to this new Socialism diffusion. A new social and educational praxis, which can be Latin-American and also Caribbean, might, from concrete marks of this latitude, from the history of Latin-American nations, from the battles fought so far, strengthen a genuine revolution on the ―small humanity‖ terms.
Keywords: Educação Escolar Bolivariana da Venezuela
Integração da América Latina
LOE/2009
Socialismo do Século XXI
Bolivarian School Education in Venezuela
Latin-America Integration
LOE/2009
XXI Century Socialism
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Sociedade, Estado e Educação
Program: Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Educação
Citation: ZUCK, Débora Villetti. A integração da América Latina expressa na educação venezuelana dos governos Chávez: 1999-2009. 2011. 305 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Estado e Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/923
Issue Date: 11-Apr-2011
Appears in Collections:Mestrado em Educação(CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
debora_zuck.pdf2.47 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.