Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/907
Tipo do documento: Dissertação
Title: O escolanovismo e a pedagogia socialista na União Soviética no início do século XX e as concepções de educação integral e integrada
Autor: Freitas, Cezar Ricardo de 
Primeiro orientador: Figueiredo, Ireni Marilene Zago
Primeiro membro da banca: Xavier, Maria Elizabete Sampaio Prado
Segundo membro da banca: Borges, Liliam Faria Porto
Terceiro membro da banca: Conceição, Gilmar Henrique da
Resumo: Este trabalho tem como objetivo apresentar as propostas de Educação Integral e Integrada nos teóricos da União Soviética, especificamente Vladimir Ilitch Ulianov, o Lênin (1870-1924), Nadejda Konstantinovna Krupskaia (1869-1939), Moisés Mikhaylovich Pistrak (1888-1940) e Anton Semionovich Makarenko (1888-1939), a partir da Revolução de Outubro de 1917 até a década de 1930; e em John Dewey (1859-1952), expoente máximo da chamada Pedagogia da Escola Nova. Tratou-se de apreender em que medida os autores soviéticos dialogaram com as proposições escolanovistas, notadamente com John Dewey, a partir da problematização do processo de desenvolvimento e de consolidação do capitalismo, sustentado pelo liberalismo e seus princípios fundamentais, com ênfase para a segunda fase do liberalismo, na qual John Dewey está situado. Ao mesmo tempo, explicitamos os desafios que a Rússia revolucionária enfrentava, destacando o que era pertinente no embate entre os liberais, fascistas e socialistas, bem como os elementos incorporados, negados ou até mesmo superados pelos teóricos soviéticos. Nesse caminho, tornou-se fundamental o entendimento de que os conceitos não são universais, mas que assumem diferentes sentidos e respondem a determinadas necessidades, respeitando as particularidades de cada tempo e lugar. É por isso que foi necessário compreender a relação entre capitalismo e liberalismo e como isso se expressou no movimento escolanovista, bem como a forma como o socialismo se inseriu nesse debate, a partir da realidade particular vivida na União Soviética. Constatou-se que, para John Dewey, a Educação Integral está articulada à perspectiva de que a escola propicie uma formação que integre a cultura com a sua utilidade prática, esta entendida a partir dos desafios enfrentados pelo capitalismo no período, dentre eles, a ausência de instituições democráticas. Por sua vez, para o marxismo, as possibilidades de uma Educação Integral, visando ao desenvolvimento do ser humano, em suas múltiplas dimensões, uma formação omnilateral, em contraponto à formação unilateral, somente poderia se efetivar numa sociedade em que o pleno desenvolvimento humano estivesse à frente dos interesses da reprodução e da acumulação capitalista: a sociedade comunista. Embora partamos do pressuposto de que a Rússia viveu, nas primeiras décadas após a Revolução, uma fase de transição, o socialismo, foi possível verificar a aproximação dos autores soviéticos de uma concepção de Educação Integral, ao buscarem uma formação que contemplasse as dimensões da política, da economia, da cultura, articuladas ao processo revolucionário. Em relação à Educação Integrada, foi possível verificar que ela é mais usada no sentido de expressar a vinculação entre escola e sociedade e educação e trabalho, respeitadas as particularidades históricas. Embora com perspectiva diferenciada, tendo em vista projetos distintos de sociedade e de educação, foi possível evidenciar a concepção de Educação Integrada em John Dewey e nos autores soviéticos.
Abstract: This study aims to present the proposals for Integral Education and Integrated Education by theorists from the Soviet Union, namely Vladimir Ilitch Ulianov, or Lenin (1870-1924), Nadejda Konstantinovna Krupskaia (1869-1939), Moisés Mikhaylovich Pistrak (1888-1940) and Anton Semionovich Makarenko (1888-1939), covering the period from the Revolution in October 1917 to the decade of 1930; and by John Dewey (1859-1952), a leading representative of the so-called Progressive Education Pedagogy. We sought to examine to which extent the Soviet authors shared the propositions of the Progressive Education movement, especially John Dewey s ideas, by problematizing the process of development and consolidation of capitalism, supported by liberalism and its fundamental principles, with emphasis on the second phase of liberalism, in which John Dewey is situated. We also discuss the challenges faced by the revolutionary Russia, highlighting the important elements in the struggle between liberals, fascists and socialists, as well as the elements that were incorporated, denied or even overcome by the Soviet theorists. For this study, it was necessary to understand that the concepts are not universal, but they have different meanings and respond to specific needs, taking the particularities of each time and place into account. In this sense, we examined the relationship between capitalism and liberalism, and how this relationship was expressed in the Progressive Education movement, as well as how socialism has entered this debate, considering the particular reality experienced in the Soviet Union. According to our findings, John Dewey s idea of Integral Education is that the school must provide an education that integrates culture with its practical use, which comprise the challenges faced by capitalism in that period, such as the absence of democratic institutions. On the other hand, within the Marxism s conceptual framework, the possibilities of an Integral Education aiming at the development of human being in its multiple dimensions, that is, an omnilateral education as opposed to unilateral education, could only be effective in a society where the full development of man was more important than the interests of capitalist accumulation and reproduction, that is, in the communist society. Although we are based on the assumption that Russia experienced, in the first decades after the Revolution, a transitional phase socialism , it was possible to find out that the Soviets idea of education was close to a conception of Integral Education as they pursued an education that included the political, economic and cultural dimensions, articulated to the revolutionary process. Regarding the Integrated Education, we have found that it is mainly used to express the relationship between school and society, and education and work, considering the historical particularities. Yet from different perspectives, bearing in mind the different projects of society and education, it was possible to establish the conception of Integrated Education both in John Dewey and in the Soviet authors.
Keywords: John Dewey
Educação Soviética
Educação Integral
Educação Integrada
John Dewey
Soviet Education
Integral Education
Integrated Education
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Sociedade, Estado e Educação
Program: Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Educação
Citation: FREITAS, Cezar Ricardo de. O escolanovismo e a pedagogia socialista na União Soviética no início do século XX e as concepções de educação integral e integrada. 2009. 200 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Estado e Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/907
Issue Date: 17-Feb-2009
Appears in Collections:Mestrado em Educação(CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas, Cezar Ricardo.pdf1.22 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.