Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/5490
Tipo do documento: Dissertação
Title: A formação de professores e a organização do trabalho pedagógico: desafios da inclusão de alunos com TEA
Other Titles: Teacher training and organization of pedagogical work: challenges for the inclusion of students with TEA
Autor: Sewald, Silvana 
Primeiro orientador: Portelinha, Ângela Maria Silveira
Primeiro coorientador: Rocha, Margarette Matesco
Primeiro membro da banca: Portelinha, Ângela Maria Silveira
Segundo membro da banca: Castanha, Andre Paulo
Terceiro membro da banca: Schneckenberg, Marisa
Resumo: Esta pesquisa está vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação – nível de Mestrado – da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Campus de Francisco Beltrão, linha de pesquisa Cultura, Processos Educativos e Formação de Professores. A temática vincula-se à formação de professores e à organização do trabalho pedagógico (OTP), e tem como objeto a inclusão de alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) nos anos iniciais das escolas municipais de Francisco Beltrão-PR. Esta proposta insere-se na área de formação de professores, com base nos estudos do grupo de pesquisas Educação Superior, Formação e Trabalho Docente (GESFORT) e apresenta como objetivo analisar a relação entre formação de professores e a OTP destinado aos alunos com TEA. A metodologia baseia-se em uma abordagem crítico-dialética e se utiliza de pesquisa bibliográfica juntamente com análise de documentos, de dados provenientes de questionários, que foram utilizados para a seleção dos participantes e de entrevistas, realizadas para coleta de dados. Participaram do estudo 11 professores de três escolas, sendo 4 professores regentes, 4 professores de apoio e 3 professores que atuam no Atendimento Educacional Especializado (AEE), com o propósito de compreender aspectos ligados à formação acadêmica, o tempo de atuação na docência, questões referentes à formação continuada e sobre a OTP. Com base nas informações coletadas, por meio de entrevistas, foram elencadas duas categorias de análise: “formação continuada” e “organização do trabalho pedagógico”. Em relação à categoria formação continuada, após a análise dos dados coletados nas entrevistas, identificou-se que os professores regentes não receberam da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) formações continuadas voltadas à questão do autismo. Com relação aos professores de apoio, constatou-se que 3 receberam formação continuada pela SMEC e 1 não recebeu nenhuma formação. Quanto aos professores que atuam no AEE, 2 informaram que receberam cursos de formação continuada e 1 salientou que, nesses cursos, não houve nenhuma formação específica sobre autismo. Além disso, a maioria dos professores entrevistados afirmou buscar também, individualmente, conhecimentos a respeito do TEA, a fim de contribuir com a prática desenvolvida em sala de aula. Diante da análise do modelo de formação continuada desenvolvido pela SMEC no município de Francisco Beltrão – PR, identifica-se que há a oferta de cursos de formação continuada para os professores, mas essa prática não se caracteriza como uma política pública de formação. Sobre a categoria “organização do trabalho pedagógico”, as entrevistas indicaram que, para a maioria dos professores, a OTP está atrelada ao âmbito das estratégias didáticas desenvolvidas em sala de aula, além de permitir a compreensão da forma como cada professor organiza o seu trabalho pedagógico em sala, abrangendo o ensino de alunos com autismo e os demais alunos da turma. Assim, constata-se que uma compreensão de OTP, que não separa os processos pedagógicos desenvolvidos em sala de aula do contexto escolar, requer ações desenvolvidas pela SMEC de organizar tempo e espaço nas escolas para que isso seja viabilizado
Abstract: This research is part of the Graduation Program in Education– Master degree – of the Western Parana State University (UNIOESTE), in Francisco Beltrao campus, under the line of research Culture, Education Processes and Teacher Training. Its subject matter is the teacher training and the organization of pedagogical work (OPW), and its object of study is the inclusion of students with Autism Spectrum Disorder (ASD) in the early years of city schools of Francisco Beltrao, in the state of Parana. This thesis is part of the teacher training area of study and is based on the studies of the research group Higher Education, Teacher Training and Work (GESFORT). It aims to analyze the relationship between teachers and the OPW for students with ASD. Its methodology is based on a critical-dialectical approach and uses bibliographic research with document analysis from questionnaires used for selecting the respondents, and interviews, carried out for data collection. A total of 11 school teachers were involved, 4 of which were titular teachers, 4 supporting teachers, and 3 were teachers that work at the Specialized Education Service (SES) aiming to understand aspects related to university training, teaching experience, issues regarding to continuing education, and OPW. Based on this information collected via interviews, two analytical categories were brought about, namely, “continuing education” and “organization of pedagogical work.” Regarding the category of continuing training, after analyzing the data collected, it was identified that the titular teachers have not received continuing training aimed at the issue of autism from the Municipal Secretary of Education and Culture. Regarding the supporting teachers, it emerged that three of them have received continuing training by the municipal secretary, and one has received any. In relation to teachers working on ASD, two of them said they have received continuing training courses, and one pointed out that, in these courses, any specific training on autism was offered. Furthermore, most of the teachers interviewed said they search on their own for further knowledge related to ASD, to improve their classroom work. Ahead of continuing education model developed by the municipal secretary of Francisco Beltrao, it was identified the existence of continuing education courses for teachers, but they are not a public policy in education. Regarding the “organization of pedagogical work” category, the interviews conducted have suggested that, for most of the teachers, the OPW is linked to the scope of didactical strategies developed in the classrooms, in addition to allowing the understanding of how each teacher organizes their pedagogical work, covering the teaching of students with autism, and the other students. So, it turns out that an understanding of OPW, without separating the pedagogical processes conducted in the classrooms, demands actions developed by the Municipal Secretary of Education aiming at scheduling time and space in the schools so that might be feasible.
Keywords: Formação de professores
Organização do trabalho pedagógico
Transtorno do espectro autista
Teacher training
Organization of pedagogical work.
Autism spectrum disorder
CNPq areas: CIÊNCIAS HUMANAS: EDUCAÇÃO
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Campun: Francisco Beltrão
Citation: SEWALD, Silvana. A formação de professores e a organização do trabalho pedagógico: desafios da inclusão de alunos com TEA. 2020. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/5490
Issue Date: 11-Dec-2020
Appears in Collections:Mestrado em Educação (FBE)
Mestrado em Educação (FBE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Silvana Sewald 2020.pdf1.73 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons