Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4134
Tipo do documento: Dissertação
Title: O discurso televisivo e o sujeito transexual: sentidos e silenciamentos na mídia
Other Titles: The Discourse of Television and Transexual individual: Senses and the Silencing in the Media
Autor: Denardin, Jaqueline Angelo dos Santos
Denardin, Jaqueline Angelo dos Santos
Primeiro orientador: Garcia, Dantielli Assumpção
Garcia, Dantielli Assumpção
Primeiro membro da banca: Soares , Alexandre Sebastião Ferrari
Segundo membro da banca: Silva, Silmara Cristina Dela da
Terceiro membro da banca: Cassana, Mônica Ferreira
Resumo: Neste trabalho, a partir da perspectiva teórica da Análise de Discurso (PÊCHEUX, 1969, 1975), articulada aos estudos do gênero (BEAUVOIR, 1967,1970; BENTO 2008; BUTLER 2003, 2011), pretendemos analisar a série “Quem sou eu?”, transmitida pelo programa televisivo da Rede Globo de Televisão Fantástico. Realizada em quatro episódios, com circulação em quatro domingos consecutivos, entre os meses de março e abril de 2017, a série abordou o tema da transexualidade e as demandas pertinentes e “inerentes” ao sujeito transexual, tais como: as “escolhas” de quem nasceu no corpo “errado”; a repercussão na vida escolar e acadêmica por ser um sujeito trans; a questão da automedicação e tratamento(s); a cirurgia de transgenitalização e os relacionamentos no “mundo transgênero”, tanto em relação às questões de afeto familiar quanto às questões de desejo sexual. O objetivo principal é analisar como a série, que é narrada, metaforicamente, ancorada na história infantil “Alice no País das Maravilhas”, traz o(s) dizer(es) como um modo de fazer falar o tema da transexualidade. Nossa dissertação tem como intuito analisar o funcionamento ideológico que permeia as discussões feitas pelo programa televisivo acerca desse tema – assunto que tem sido pivô de várias discussões na contemporaneidade com repercussão social intensa, o que justifica cientificamente a nossa pesquisa e a necessidade de abordar a transexualidade no espaço de produção científica, para que não tenha, como dito, somente o que é produzido pelo senso comum, possibilitando, assim, uma construção epistemológica do conhecimento e saberes sobre a transexualidade. Portanto, este trabalho teve a intenção de compreender como se sustentam efeitos de sentidos – ditos e não ditos – em dizeres produzidos pelo discurso televisivo de tal programa; ademais, analisou como os sujeitos trans se dizem e são ditos nessa série sobre sua transexualidade.
Abstract: From the theorical perspective of the Discourse Analysis (PÊCHEUX, 1969, 1975), attached to the gender studies (BEAUVOIR 1967, 1970; BENTO 2008; BUTLER 2003,2011), this work aims to analyze the series “Quem sou eu?” (Who am I?), which has passed on Fantástico, a program broadcasted by GLOBO Television Network. Being released in four episodes, on four consecutive Sundays, between March and April of 2017, the series approached transsexuality and its relevant demands attached to the transsexual individual, such as: the “choices” of whom was born in a “wrong” body, the impact in the person’s school and academic life due to the fact of being transsexual, the issue of self-medication and treatment(s), the sex reassignment surgery and the relationships in the “transgender world” regarding to familial affection, affection issues and sexual desire. The main goal is to analyze how the series, which is metaphorically narrated inspired by the popular child story “Alice no País das Maravilhas” (Alice in Wonderland) , brings out the topic in a way to start talking about transsexuality, in order to analyze the ideological functioning that permeates the discussions on this topic. Transsexuality has been facing a lot of discussions in the contemporary world covered by intense social impact that justifies the necessity of approaching transsexuality in the scientific production field, so that the conceptions related to this topic will not be mostly based on common sense, allowing the epistemological construction of knowledge on transsexuality. Therefore, this work intends to understand how the experienced effects are sustained – mentioned and not mentioned – in produced discourses – by the media, journalistic discourse, and even to notice the current ideologies in the transsexual individuals’ discourse, as a sense effect – inspired by the topic approached by the series, transsexuality.
Keywords: Análise de Discurso
Discurso televisivo
Série Quem sou eu?
Silenciamentos
Sujeito Trans
Discourse Analysis
Television Discourse
Series Who I am?
Silencing
Trans Individual
CNPq areas: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação, Comunicação e Artes
Program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Campun: Cascavel
Citation: DENARDIN, Jaqueline Angelo dos Santos. O discurso televisivo e o sujeito transexual: sentidos e silenciamentos na mídia. 2019. 135 f. Dissertação( Mestrado em Letras) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4134
Issue Date: 8-Feb-2019
Appears in Collections:Mestrado em Letras (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jaqueline_Denardin_2019.pdfArquivo completo2.42 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons