Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3792
Tipo do documento: Dissertação
Title: Potencial alelopatico de Inga marginata W. e seus efeitos sobre o desenvolvimento de milho: a viabilidade para sistemas agroflorestais
Other Titles: Allelopathy potential of Inga marginata W. and its effects on maize development: the viability for agroflorestatic systems
Autor: Luz, Ezequiel Marçal Zanchetti da 
Primeiro orientador: Fortes, Andrea Maria Teixeira
Primeiro coorientador: Corsato, Jaqueline Malagutti
Primeiro membro da banca: Silva, Shirley Martins
Segundo membro da banca: Boiago, Nayara Parisoto
Resumo: A presente dissertação foi dividida em dois capítulos. No primeiro o objetivo foi avaliar em laboratório o efeito alelopático do extrato aquoso das folhas de ingá, sobre germinação, desenvolvimento inicial e atividade antioxidante de plântulas de milho. No segundo capítulo o objetivo foi avaliar em casa de vegetação o efeito alelopático do ingá sobre a emergência, crescimento inicial e resposta antioxidante de plântulas de milho. Para o efeito alelopático sobre a germinação, analisou-se a porcentagem de germinação, índice de velocidade de germinação, tempo médio de germinação, frequência e sincronização da germinação das sementes de milho expostas as diferentes proporções do extrato aquoso das folhas secas de ingá. Para o efeito sobre o desenvolvimento inicial, analisamos o peso de massa seca e o comprimento médio de raízes e partes aéreas das plântulas de milho. Também foi quantificado a atividade das enzimas envolvidas no estresse oxidativo, superóxido dismutase, catalase e peroxidase, além da peroxidação lipídica, medida pelos teores de malondialdeido. Para o teste de emergência em casa de vegetação os tratamentos também foram constituídos pelas diferentes proporções do extrato aquoso de ingá, sendo avaliada a porcentagem de emergência, tempo médio de emergência, índice de velocidade de emergência, sincronização e frequência relativa. No teste de crescimento inicial em casa de vegetação foram obtidos uma testemunha e o tratamento dois que recebeu cobertura do solo com pó das folhas secas de ingá, avaliando a massa seca de parte aérea, massa seca de raiz, comprimento médio de parte aérea e comprimento médio de raiz. Para avaliação do estresse oxidativo sobre crescimento inicial foram quantificadas as enzimas, superóxido dismutase, peroxidase e catalase, além da peroxidação lipídica pelos níveis de malondialdeido. Em laboratório o extrato aquoso das folhas de ingá não interferiu nas variáveis de germinação do milho, no entanto, causou inibição do comprimento médio das raízes, inibição da atividade da catalase na raiz e parte aérea e aumentou os teores de MDA radicular. Em casa de vegetação não houve diferenças estatísticas entre os tratamentos para as variáveis avaliadas na emergência e crescimento inicial das plântulas de milho. No entanto, registramos que houve maior expressão da catalase tanto em raiz como em parte aérea e menor peroxidação lipídica na parte aérea das plântulas submetidas ao tratamento dois. Apesar de ser registrado efeito alelopático prejudicial em laboratório, o extrato não prejudicou o desenvolvimento das plântulas de milho em casa de vegetação. Sendo assim, propomos que o consórcio entre as espécies em SAFs é viável.
Abstract: In the first chapter the objective was to evaluate in laboratory the allelopathic effect of the aqueous extract of ingá leaves on germination, initial development and antioxidant activity of maize seedlings and in the second chapter the objective was to evaluate in greenhouse the allelopathic effect of the ingá on the emergency, initial growth and antioxidant response of corn seedlings. For the allelopathic effect on germination, we analyzed the percentage of germination, germination speed index, mean germination time, frequency and synchronization of the germination of the maize seeds exposed to the different proportions of the aqueous extract of the dried leaves of ingá. For the effect on the initial development, we analyzed the weight of the dry mass and the average length of the roots and aerial parts of the maize seedlings. The enzymes involved in oxidative stress, Superoxide dismutase, Catalase and Peroxidase, as well as lipid peroxidation, measured by the levels of malondialdehyde (MDA), were also quantified. For the greenhouse emergency test the treatments were also constituted by the different proportions of the aqueous extract of ingá, being evaluated the percentage of emergency, average time of emergency, index of emergency speed, synchronization and relative frequency. In the initial greenhouse growth test, a control was obtained and the treatment two that received ground cover with dry leaves of ingá, evaluating the aerial part dry mass, root dry mass, average length of aerial part and length root mean. For the evaluation of oxidative stress on initial growth, enzymes, superoxide dismutase, peroxidase and catalase, besides lipid peroxidation by malondialdehyde levels were quantified. The aqueous extract of the ingá leaves did not interfere in the germination variables of the corn, however, caused inhibition of root mean length, inhibited root and shoot catalase activity and increased root MDA contents. There were no statistical differences between treatments for the variables evaluated in the emergence and initial growth of corn seedlings in greenhouse. However, we observed that there was greater expression of catalase in both root and aerial part and lower lipid peroxidation in the aerial part of the seedlings submitted to treatment two. In this way we propose that the consortium among the species in Saf's is viable.
Keywords: Alelopatia
Crescimento inicial
Emergência
Estresse oxidativo
Enzimas antioxidantes
Sistema agroflorestal
Allelopathy
Initial growth
Emergency
Oxidative stress
Antioxidant enzymes
Agroforestry system
CNPq areas: CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Conservação e Manejo de Recursos Naturais
Campun: Cascavel
Citation: LUZ, Ezequiel Marçal Zanchetti da. Potencial alelopatico de Inga marginata W. e seus efeitos sobre o desenvolvimento de milho: a viabilidade para sistemas agroflorestais. 2018. 50 f. Dissertação( Mestrado em Conservação e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3792
Issue Date: 8-Mar-2018
Appears in Collections:Mestrado em Conservação e Manejo de Recursos Naturais (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ezequiel Marçal Zanquetti da Luz.pdf647.18 kBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons