Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3665
Tipo do documento: Dissertação
Title: Fatores que influenciam a probabilidade das práticas de disclosure de informações financeiras das empresas
Other Titles: Factors that influence the probability of the disclosure practices of the company’s financial information
Autor: Lima, Samuel Lyncon Leandro de 
Primeiro orientador: Araújo, Maria da Piedade
Primeiro membro da banca: Zanchet, Aladio
Segundo membro da banca: Murcia, Fernando Dal Ri
Resumo: A divulgação voluntária de informações financeiras consiste em uma temática com papel fundamental na Contabilidade, e nesse sentido, vem sendo discutida há algumas décadas, principalmente com os estudos dos autores Verrecchia (1983) e Dye (1985). Dentre os aspectos trabalhados na questão da divulgação voluntária de informações financeiras está a redução da assimetria informacional. Nessa perspectiva, considerando-se a importância pela maximização da transparência, decorrente da prática de evidenciação de informações financeiras voluntária, buscou-se empreender análises com oito modelos de regressão logit, com base nas companhias brasileiras não financeiras de capital aberto, listadas na Brasil Bolsa Balcão, no exercício de 2016. O diferencial de pesquisa, aqui proposto, foi distinguir as respectivas variáveis dependentes, com o auxílio de uma métrica de qualidade para a comparação entre a publicação de informações das companhias em questão. O estudo de Murcia (2009) foi utilizado como referência para se estabelecer quais as variáveis, que em princípio, mais explicam a disposição das empresas a publicarem informações voluntárias. Diante disso, buscou-se responder à seguinte questão de pesquisa: “Qual a probabilidade das variáveis explicativas selecionadas influenciarem as práticas de disclosure voluntário de informações financeiras das companhias brasileiras não financeiras de capital aberto listadas na Brasil Bolsa Balcão no ano de 2016?”. Assim sendo, a análise dos dados foi realizada em duas etapas, de modo que a primeira consistiu no levantamento em profundidade sobre o conteúdo das publicações realizadas pelas companhias da amostra, objetivando qualificar, comparativamente, as informações evidenciadas pelas empresas, sob o parâmetro de uma métrica construída contemplando a qualidade da informação. Essa primeira etapa da análise prestou-se para além de identificar o nível de divulgação voluntária das empresas, por segmento de atuação e setor econômico, também para construção das variáveis dependentes. Por conseguinte, na segunda etapa da análise dos dados, trabalhou-se com os modelos de regressão logit propostos na pesquisa, com o objetivo de estimar a probabilidade da prática do disclosure voluntário de informações financeiras. Como principais achados da pesquisa, quando verificado os resultados apresentados pelos modelos de regressão estimados, constatou-se que os coeficientes associados à governança corporativa e auditoria apresentaram uma significativa influência positiva sobre a probabilidade de divulgação das informações, sendo que os coeficientes da primeira variável foram estatisticamente significantes na integralidade dos modelos estimados. Ademais, quanto aos resultados apresentados pelos coeficientes associados às variáveis explicativas relacionadas ao desempenho econômico e financeiro das companhias, nenhum apresentou significância estatística. Por fim, embora a temática da divulgação voluntária seja extensivamente discutida na literatura, ainda possui lacunas a serem exploradas, que contribuiriam com o avanço dessas discussões.
Abstract: Voluntary disclosure of financial information consists of a theme with a fundamental role in Accounting, and in this sense, many authors have discussed for some decades, mainly with the studies of Verrecchia (1983) and Dye (1985). Among the aspects worked on the issue of voluntary disclosure is the reduction of informational asymmetry. From this perspective, considering the importance of maximizing transparency, arising from the practice of voluntary disclosure, sought to perform analyzes with eight logit regression models, based on Brazilians non-financial companies listed on the Brazil Bolsa Balcão S.A., in 2016. The research differential was to distinguish the respective dependent variables with the aid of a quality metric for the comparison amongst published information of the companies in question. We have Murcia’s study (2009) as a reference to establish which variables, in principle, more explain the willingness of companies to publish voluntarily information. Therefore, we tried to answer the following research question: "What is the probability of the explanatory variables selected influence the practices of voluntary disclosure in Brazilian non-financial companies listed on the Brazil Bolsa Balcão S.A, in 2016?”. Thereby, we have carried out the analysis of the data in two stages. The first one consisted of an in-depth survey on the content of the publications carried out by the sample companies, aiming to qualify, comparatively, the information evidenced by the companies, under the parameter of a metric constructed contemplating the quality of the information. This first stage of the analysis was performed in addition to identifying the level of voluntary disclosure of companies, by segment of activity and economic sector for the construction of dependent variables. Therefore, in the second stage of the data analysis, we worked with the logit regression models proposed in the research, with the objective of estimating the probability of practicing the voluntary disclosure of financial information. As the main results, when verified the data presented by the estimated regression models, it was found that the coefficients associated with corporate governance and audit have a positive influence expressive on a probability of disclosure of information, so coefficients of the first variable were statistically significant in the integral of the estimated models. In addition, regarding the results presented by the coefficients associated with the explanatory variables related to the economic and financial performance of the companies, none presented statistical significance. Finally, although the theme of voluntary disclosure has been, extensively, discussed in the literature, it still has gaps to be explored that would contribute to the advancement of these discussions.
Keywords: Teoria da divulgação voluntária
Teoria das escolhas contábeis
Governança Corporativa
Modelo logit
Desempenho econômico e financeiro
Theory of voluntary disclosure
Theory of accounting choices
Corporate Governance
Logit model
Economic and financial performance
CNPq areas: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Sociais Aplicadas
Program: Programa de Pós-Graduação em Contabilidade
Campun: Cascavel
Citation: LIMA, Samuel Lyncon Leandro de. Fatores que influenciam a probabilidade das práticas de disclosure de informações financeiras das empresas. 2018.125 f. Dissertação ( Mestrado em Contabilidade) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3665
Issue Date: 6-Apr-2018
Appears in Collections:Mestrado em Contabilidade (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Samuel Lyncon Leandro de Lima.pdf1.77 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons