Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3468
Tipo do documento: Dissertação
Title: Anita Garibaldi: de heroína à mulher – a trajetória das imagens ficcionais de Ana Maria de Jesus Ribeiro
Other Titles: Anita Garibaldi: from heroine to woman - the trajectory of the fictional images of Ana Maria de Jesus Ribeiro
Autor: Rohde, Marina Luísa 
Primeiro orientador: Fleck, Gilmei Francisco
Primeiro membro da banca: Cândido, Weslei Roberto
Segundo membro da banca: Lottermann, Clarice
Resumo: Com base nos estudos das narrativas ficcionais que releem o passado histórico, a pesquisa em questão analisa distintas modalidades de romances históricos a partir da representação de Anita Garibaldi (1821–1849), em perspectivas que buscam ora corroborar o discurso oficial, ora desconstruí-lo. Tais imagens dessa personalidade se estendem, portanto, da percepção de que ela era apenas uma jovem apaixonada e que, para viver um grande amor, enfrentaria qualquer obstáculo, até a percepção de uma mulher idealista e questionadora, que participaria de guerras por convicção política independentemente de seu envolvimento amoroso com um marinheiro revolucionário. O corpus que serve de base para o estudo parte de três contextos diferentes: Os Estados Unidos, o Brasil e a Argentina. A seleção desse material considerou critérios como: o pertencimento de uma das obras à modalidade tradicional do gênero, cujo discurso vinculado à Anita e Giuseppe Garibaldi (1807–1882) é apologético; uma perspectiva desconstrucionista dessa personagem até então idealizada, em uma produção crítica que apresenta a protagonista que vê em seu companheiro alguém para partilhar ideais e que não se deixa viver à sombra desse relacionamento; e, ainda, uma modalidade de romance histórico cuja ideologia é mediativa em comparação com essas duas produções anteriores, atentando para uma configuração de Anita que conjuga a representação de ambas as facetas comumente evidenciadas: a amante e a política. Nesse sentido, cada autor, por meio da especificidade de sua linguagem e modalidade escolhida, aborda a personagem de extração histórica por um prisma singular – o acrítico, o crítico e o mediativo. Para tornar essa análise possível, em uma dimensão interamericana, as obras selecionadas são: I Am My Beloved: The Life of Anita Garibaldi (1969), escrita pela estadunidense Lisa Sergio, A Guerrilheira (1979), do brasileiro João Felício dos Santos e Anita cubierta de arena (2003), da argentina Alicia Dujovne Ortiz. Desse modo, evidenciamos que as imagens ficcionais de Anita Garibaldi traçam, também, uma trajetória histórica e sequencial do gênero híbrido de história e ficção. A sustentação teórica dessa abordagem, tanto à personagem como às diferentes modalidades de romance histórico, encontra respaldo nos estudos de Aínsa (1991), Menton (1993), Márquez Rodríguez (1996), Fernández Prieto (2003), Esteves (2010), Fleck (2011; 2017), entre outros.
Abstract: Based on the studies of fictional narratives that re-read the historical past, the research in question analyzes different modalities of historical novels from the representation of Anita Garibaldi (1821–1849), in perspectives that may vary, from the corroboration of the official discourse to its refutation. Such images of this personality, therefore, extend from the perception that she was only a young woman in love and so as to live a great love she would face any obstacle, to the perception of an idealistic and questioning woman, who would take part in wars for political conviction regardless of his loving involvement with a revolutionary sailor. The corpus that provides us with the basis for the study comes from three different contexts: The United States, Brazil and Argentina. The selection of this material considered criteria such as: the belonging of one of the works to the traditional modality of the genre, whose discourse linked to Anita and Giuseppe Garibaldi (1807–1882) is apologetic; a deconstructive perspective of this character hitherto idealized, in a critical production that presents the protagonist who sees in his partner someone to share ideals and for this reason does not accept to be relegated to live in the shadow of that relationship; and also a modality of historical novel whose ideology is mediative in comparison with these two previous productions, aiming at a configuration of Anita that conjugates the representation of both facets commonly evidenced: the lover and the politics. In this sense, each author, through the specificity of his chosen language and modality, approaches the character of historical extraction by a singular prism - the uncritical, the critical and the mediative. To make this analysis possible, in an interamerican dimension, the works selected are: I Am My Beloved: The Life of Anita Garibaldi (1969), written by the American Lisa Sergio, A Guerrilheira (1979), by the Brazilian João Felício dos Santos and Anita cubierta de arena (2003), by the Argentinian Alicia Dujovne Ortiz. Therefore, we show that the fictional images of Anita Garibaldi also trace a historical and sequential trajectory of the hybrid genre of history and fiction. Hence, the theoretical support of this approach, both to the character and to the different modalities of historical romance, finds support in the studies of Aínsa (1991), Menton (1993), Rodríguez (1996), Esteves (2010), Fleck (2011; 2017), Fernández Prieto (2003), to name but a few.
Keywords: Anita Garibaldi
Romance histórico tradicional
Novo romance histórico latino-americano
Romance histórico contemporâneo de mediação
I Am My Beloved: The Life of Anita Garibaldi (1969)
A Guerrilheira (1979)
Anita cubierta de arena (2003)
Anita Garibaldi
Traditional historical novel
New latin american historical novel
Historical romance histórico tradicional
Contemporary historical novel of mediation
I Am My Beloved: The Life of Anita Garibaldi (1969)
A Guerrilheira (1979)
Anita cubierta de arena (2003)
CNPq areas: LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação, Comunicação e Artes
Program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Campun: Cascavel
Citation: ROHDE, Marina Luísa. Anita Garibaldi: de heroína à mulher – a trajetória das imagens ficcionais de Ana Maria de Jesus Ribeiro. 2017. 166 f. Dissertação (Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3468
Issue Date: 21-Nov-2017
Appears in Collections:Mestrado em Letras (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marina_Rohde2017.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons