Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3455
Tipo do documento: Tese
Title: Formação continuada e suas implicações no trabalho com a produção, correção e reescrita de textos
Other Titles: Continuing Education and its implications with the text production, correction and rewriting
Autor: Bernardon, Dayse Grassi 
Primeiro orientador: Costa-Hübes, Terezinha da Conceição
Primeiro membro da banca: Saleh, Pascoalina Bailon de Oliveira
Segundo membro da banca: Menegassi, Renilson José
Terceiro membro da banca: Von Borstel, Clarice Nadir
Quarto membro da banca: Castela , Greice da Silva
Resumo: Entre dezembro/2010 e junho/2015, desenvolveu-se um projeto de pesquisa e de extensão (doravante, Projeto Obeduc), vinculado à linha de pesquisa Linguagem: práticas linguísticas, culturais e de ensino, do Programa de Pós-graduação em Letras da Unioeste, e ao Observatório da Educação (CAPES/INEP). Esse projeto focalizou a pesquisa na região Oeste do Paraná, mais especificamente, em sete municípios que apresentaram índices abaixo de 5,0 na avaliação do INEP/SAEB (Prova Brasil) no ano de 2009. Seu objetivo foi levantar, com os professores da educação básica – anos iniciais, as maiores dificuldades de alunos do 5º ano em relação à leitura e à escrita para, a partir daí, problematizá-las por meio de ações de Formação Continuada, aprofundando conteúdos que envolvessem o ensino da leitura, da produção textual e da reescrita de textos, desde que fossem apontados (na pesquisa) como necessários. Como consequência dos resultados, em cada um dos municípios envolvidos, desenvolveram-se, nos anos de 2011 e 2012, 80 horas de Formação Continuada em Língua Portuguesa. Uma vez cumpridos os objetivos dentro do Projeto Obeduc, despontou-se algumas indagações que foram assumidas por nós nesta pesquisa de doutorado: De que maneira os professores se apropriaram de conteúdos relativos à produção, à correção e à reescrita de textos trabalhados dentro do processo de Formação Continuada? O que os professores (des)conhecem sobre a condução da prática de produção, de correção e de reescrita textual? Como as ações colaborativas da pesquisadora desenvolvidas por meio de sessões reflexivas voltadas para a produção, para a correção e para a reescrita textual podem contribuir com a apropriação desses conteúdos? Com o propósito de encontrar respostas, traçamos, como objetivo geral: Refletir sobre o trabalho com a produção, a correção e a reescrita textual, decorrente de um processo de FC e de ações colaborativas promovidas pela pesquisadora. A partir disso, defendemos a tese de que as ações de FC, associadas à pesquisa colaborativa, por meio de sessões reflexivas, promove um envolvimento maior e, consequentemente, amplia conhecimentos. Para isso, desenvolvemos uma pesquisa ancorada na concepção dialógica e interacionista da linguagem (GERALDI, 1984; 2013[1991]; BAKHTIN/VOLOCHÍVOV, 2004[1929]; 2010[1929]) e nos pressupostos teóricos-metodológicos que orientam a produção textual (GERALDI, 1984, 2013[1991]; MENEGASSI, 2004, 2007, 2010a; COSTA-HÜBES, 2008, 2009, 2012a), dentre outros autores. Ainda, nossa pesquisa está fundamentada nos estudos da Linguística Aplicada (MOITA-LOPES, 2006, FABRÍCIO, 2006; SIGNORINI, 1998), e também em uma abordagem qualitativa e interpretativista (ANDRÉ, 1995; FLICK, 2008; BORTONI-RICARDO, 2008; dentre outros); do tipo etnográfica, conforme pontua André (1995); e colaborativa, segundo as definições de Cabral (2012), Bortoni-Ricardo (2008) e Ibiapina (2007). Os sujeitos de nossa pesquisa foram quatro professoras atuantes no 4º ano e 5º ano do ensino fundamental do município de Diamante d´Oeste. O levantamento de dados foi possível por meio de uma pesquisa diagnóstica (primeira etapa da pesquisa) e colaborativa (segunda etapa da pesquisa), tendo como instrumentos geradores de dados o questionário, a entrevista com grupo focal, a observação de aulas, a análise documental e as sessões reflexivas envolvendo esses professores. Diante da análise dos dados obtidos na pesquisa diagnóstica, retornamos à escola com o intuito de, numa ação colaborativa, por meio de sessões reflexivas, discutir e trabalhar com os professores, sujeitos da pesquisa, as principais dificuldades despontadas. Os resultados revelaram que há necessidade de mais momentos de Formação Continuada para professores, mas que se configurem de forma distinta dos atuais, pois, esses, na maioria das vezes, não refletem os conhecimentos compartilhados e discutidos no dia a dia escolar. Nesse sentido, ressaltamos a importância de se trabalhar por meio de sessões reflexivas, numa pesquisa colaborativa, que permita maior interação entre pesquisador e docentes de maneira que, por meio do diálogo, saberes possam ser repensados, reelaborados e reconstruídos a partir da prática docente, para melhor atender ao ensino e aprendizagem da língua.
Abstract: Between December2010 and June 2015, a research project (from now on Obeduc Project) was developed linked to the research Language: linguistic, cultural and teaching practices, from the Graduation Program in Portuguese Language from Unioeste and Education Observatory (CAPES/INEP). This project focused the research in Western Paraná, more specifically, in seven municipalities which have indexes values below 5.0 on INEP/SAEB (Brazil Exam) evaluation in 2009. Its goal was to collect data with the teachers from basic education-early years, the 5th grade students greatest difficulties in relation to reading and writing to, from that, discuss through actions of Continuing Training, deepening the contents that involve reading, text production and rewriting teaching, since they were considered necessary according to the research. As a result, it was developed, in each municipality involved, between 2011 and 2012, 80 hours of continuing education in Portuguese Language. Once the goals were completed within the Obeduc Project, few questions emerged they were assumed by us this Doctorate research: How did teachers put into practice the subjects related to production, correction and texts rewriting worked into the continuing education process? What do the teachers (un) known about dealing with production practice, correction and textual rewriting? How do the collaborative actions of the researcher developed through reflective sessions focused on production, correction and textual rewrite can contribute with the practice of this content? To find answers, it was drawn, as general objective: To reflect on work with the production, correction and textual rewriting, resulting from an FC process and collaborative actions promoted by the researcher. From this moment on, we advocate a thesis in that FC actions, associated to collaborative research, using reflexive sections, promotes a greater involvement and, consequently, improves knowledge. For this, it was developed a research theoretically supported by dialogic and interacionist language approach (GERALDI, 1984; 2013[1991]; BAKHTIN/VOLOCHIVOV, 2004[1929]; 2010[1929]) and in theoretical and methodological assuptions that guide the text production (GERALDI, 1984, 2013[1991]; MENEGASSI, 2004, 2007, 2010a; COSTA-HÜBES, 2008, 2009, 2012a), among other authors. Yet, our research is supported by Applied Linguistics (MOITALOPES, 2006, FABRÍCIO, 2006; SIGNORINI, 1998), and also, in a qualitative and interpretivist approach (ANDRÉ, 1995; FLICK, 2008; BORTONI-RICARDO, 2008; among others); the ethnographic type as André (1995) supports; and collaborative, according to Cabral (2012), Bortoni-Ricardo (2008) and Ibiapina (2007) definitions. Four teachers operating in the fourth grade and fifth grade of elementary school of the municipality of Diamante do Oeste were the subjects of our research. The data surveying was possible through a diagnostic research (first stage of the survey) and collaborative research(second stage of the survey), having as the data-generating instruments the questionnaire, the interview with the focus group, the classes observation, the documental analysis and reflective sessions involving these teachers. With the analysis of the data obtained in diagnostic research, we returned to school, with the aim of, in a collaborative action through reflective sessions, discuss and work with teachers, subjects of the research, the main difficulties encountered. The results obtained showed that there is a necessity of more time for Continuing Education for teachers, but that it should happen in a distinct way from the current ones, because, the Continuing Education meetings, most of the time, do not reflect the knowledge shared and discussed, in the school routine. With this in mind, we highlight the importance of working through reflective thinking sections, in a cooperation research which allows a greater interaction between researchers and teachers in a way that, through discussions, knowledge could be rethought, reworked and rebuilt from the teaching practice, for better serving the language teaching and learning processes.
Keywords: Formação continuada
Produção escrita de texto
Correção e reescrita textual
Pesquisa colaborativa
Continuing education
Written text production
Correction textual rewriting
Collaborative research
CNPq areas: ENSINO-APRENDIZAGEM::METODOS E TECNICAS DE ENSINO
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação, Comunicação e Artes
Program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Campun: Cascavel
Citation: BERNARDON, Dayse Grassi. Formação continuada e suas implicações no trabalho com a produção, correção e reescrita de textos. 2016. 309 f. Tese (Doutorado - Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3455
Issue Date: 16-Dec-2016
Appears in Collections:Doutorado em Letras (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dayse_Bernardon2016.pdf15.57 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons