Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3256
Tipo do documento: Dissertação
Title: Avaliação da influência da obesidade induzida pelo glutamato monossódico nos tecidos periodontais de ratas submetidas à periodontite experimental
Autor: Mattia, Tatiane Morgenstern de 
Primeiro orientador: Nassar, Carlos Augusto
Primeiro membro da banca: Nassar, Carlos Augusto
Segundo membro da banca: Ribeiro, Lucinéia de Fátima Chasko
Terceiro membro da banca: Bombonatti, Juliana Fraga Soares
Resumo: Doença periodontal trata-se de uma das doenças orais mais importantes no mundo. Sua progressão ocorre devido a uma combinação de fatores que atingem os tecidos de sustentação dos dentes, levando à formação de bolsas periodontais e indução de reabsorção do osso alveolar, podendo resultar em perdas dentárias. Considerando a obesidade como uma doença sistêmica, que predispõe o indivíduo a uma série de complicações e sendo citada como um fator de risco para várias patologias crônicas, diversos estudos têm sugerido que essa condição vem se revelando como um importante fator de risco também para o desenvolvimento da doença periodontal. Sabendo-se que a doença periodontal é imunoinflamatória, podendo ser expressa quando ocorrer um desequilíbrio entre a resposta imune do hospedeiro com o agente causador e que ela pode ser exacerbada quando associada a fatores ou condições sistêmicas, o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da obesidade induzida por glutamato monossódico (MSG) sobre os tecidos periodontais de ratas com periodontite induzida. Para a realização deste estudo, 33 ratas foram divididas inicialmente em dois grupos que foram submetidas a injeções intradérmicas na região cervical de 1,25g/kg/dia de solução salina (grupo CON) e 4g/kg/dia de solução de MSG (grupo OB), nos primeiros 5 dias de vida. Aos 70 dias, foi induzida a doença periodontal com a colocação de ligadura nos 1os molares inferiores de ambos os lados dos animais, que atuou como irritante gengival por 30 dias, favorecendo o acúmulo de placa bacteriana e consequente desenvolvimento da doença periodontal. Após esse procedimento, os animais foram subdivididos em 4 grupos: grupo controle sem ligadura (CON); grupo controle com ligadura (CONLIG); obeso sem ligadura (OB), obeso com ligadura (OBLIG). Aos 100 dias de vida, as ratas foram pesadas e mensurado o comprimento nasoanal para determinação do índice de Lee. Através da citologia vaginal as ratas que se encontravam em proestro do ciclo estral foram sacrificadas. Após a eutanásia, as gorduras perigonadal e retroperitonial foram coletadas e pesadas, também foi coletado sangue do tronco cerebral direito e as concentrações de estradiol e progesterona foram determinadas utilizando-se kits específicos. As hemimandíbulas direita e esquerda foram coletadas e submetidas à análise radiográfica e histológica, respectivamente, bem como a remoção de uma amostra do tecido gengival para a dosagem de citocinas. Os dados obtidos foram analisados e avaliados através dos testes Anova e Tukey. A obesidade foi confirmada pelo índice de Lee e pelas gorduras retroperitonial e perigonadal (p< 0,05). Na análise radiográfica, verificou-se a efetividade da indução da doença periodontal, mostrando a perda de inserção nos grupos submetidos a periodontite experimental, com perda óssea alveolar menor no grupo OBLIG quando comparado ao grupo CONLIG (p<0,05), fato esse também comprovado pela análise histológica. Ao analisar o tecido gengival, não foram encontradas diferenças entre os grupos CONLIG e OBLIG. Na análise hormonal, as concentrações de LH e FSH estavam reduzidas nos grupos OB e OBLIG. De acordo com os resultados encontrados, é possível sugerir que o modelo de obesidade pode exercer efeito protetor sobre a perda óssea alveolar nos casos de periodontites induzidas. Tal condição também pode interferir negativamente nas concentrações plasmáticas de alguns hormônios sexuais femininos.
Abstract: Periodontal disease is one of the most important diseases around the world. Its progress occurs due to a combination of factors which affect the sustainable tissues of teeth, and which leads to the development of periodontal pockets and to the reabsorption of the alveolar bone. This can also result in tooth loss. By considering obesity as one of the systemic diseases which pre-establishes a series of complications and as a risk factor to other chronic pathologies, several studies have suggested that this condition is also an important risk factor for the development of periodontal diseases. It is known that the periodontal disease is immune-inflammatory when there is an imbalance between the immune host responses and the causative agents, and that it may be intensified when associated to systemic factors and conditions. This study aims at evaluating the effect of obesity induced by monosodium glutamate (MSG) over the periodontal tissues of rats having induced periodontitis. In this study, 33 rats were divided, initially, into two groups which were submitted to intradermal injections in the cervical region using 1,25g/kg/day of saline solution (group CON), and 1,25g/kg/day of MSG solution (group B), in their first 5 days of life. At 70 days, the periodontal disease was induced with the placement of ligatures in first inferior premolars of both sides of animals. This served as a gingival irritation for 30 days, and provided the cumulus of bacterial plaque, and consequently, the development of periodontal disease. After this procedure, the animals were sub-divided into 4 groups: control group without ligatures (CON); control group with ligatures (CONLIG); obese without ligature (OB), and obese with ligature (OBLIG). At 100 days, the rats were weighed and measured related to the naso-anal length in order to determine the Lee index. Through the vaginal cytology, the female rats which were in proestrus in their estrous cycles were euthanized. After that, the perigonadal and retro perigonadal fats were collected and weighted. It was also collected blood from the right brain stem. The conditions of the estradiol and progesterone were determined by using specific kits. The left and right hemi mandibles were withdrawn and submitted to a radiographic and histological analysis, respectively. A sample of the gingival tissue was collected in order to dosage the cytokines. The data were analyzed and evaluated through the ANOVA and Tukey. Obesity was confirmed by Lee index and by retroperitoneal and perigonadal fat (p<0.05). At the radiographic analysis, it was verified the efficacy of the induction of periodontal diseases, showing the insertion loss in the groups submitted to the experimental periodontitis, with an alveolar bone loss smaller in the group OBLIG when compared to the group CONLIG (p<0.05). This was also proved by the histological analysis. By analyzing the gingival tissue, no differences between CONLIG and OBLIG groups were found. In the hormonal analysis, the concentrations of LH and FSH were reduced to the OB and OBLIG groups. According to the results, it is possible to suggest that the obesity model may have some protector effect over the alveolar bone loss in the cases of induction of periodontitis. Such condition also may interfere negatively in the plasmatic concentrations of some female sexual hormones
Keywords: Obesidade
Periodontite
Hormônios ovarianos.
Obesity
Periodontitis
Ovary hormones
CNPq areas: CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Biociências e Saúde
Campun: Cascavel
Citation: MATTIA, Tatiane Morgenstern de. Avaliação da influência da obesidade induzida pelo glutamato monossódico nos tecidos periodontais de ratas submetidas à periodontite experimental. 2017. 81f. Dissertação( Mestrado em Biociências e Saúde) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2017 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3256
Issue Date: 10-Feb-2017
Appears in Collections:Mestrado em Biociências e Saúde (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TATIANE_MATTIA2017.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons