Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3186
Tipo do documento: Dissertação
Title: Agricultura familiar no contexto de desenvolvimento rural sustentável na Costa Oeste paranaense
Autor: Serafim Júnior, Valdir 
Primeiro orientador: Grandi, Adriana Maria de
Primeiro membro da banca: Grandi, Adriana Maria de
Segundo membro da banca: Silva, Pedro Celso Soares da
Terceiro membro da banca: Silva, Nardel Luiz Soares da
Resumo: O presente estudo apresenta a situação das unidades de agricultura familiar de municípios da Região Costa Oeste do Paraná, com base em diagnósticos levantados pela ADEOP – Agência de Desenvolvimento do Extremo Oeste do Paraná, entre os anos de 2010 e 2012. Inicialmente caracterizou-se os municípios, na sequência, apresentou-se o tamanho das áreas das unidades familiares, seguido pelas análises de seus titulares em termos de gestão, seus membros, mão de obra e renda, finalizando com as caracterizações intrínsecas relacionadas às pessoas residentes nestas unidades. Em seguida, foram identificados os sistemas produtivos das unidades familiares, seguido pela análise da capacidade de organização produtiva dessas unidades, com relação à escolha de culturas ou atividades e suas respectivas associações, mensurando as tendências em relação ao tamanho das propriedades e a geração de renda. Com estas respectivas informações foram identificadas as principais variáveis enquadradas como determinantes de renda das unidades familiares em um contexto regional com o uso da regressão linear, finalizando com o levantamento de prováveis riscos ambientais e situação de dejetos, condições de equipamentos e instalações e suas metas futuras. Em relação aos municípios foram levantadas informações sobre os órgãos municipais de agricultura, visões municipais relacionadas à agricultura familiar e seus canais de comercialização, a qualidade de acesso a serviços e informações, suas atividades econômicas e questões consideradas como importante para seu desenvolvimento, bem como as atuais políticas públicas municipais oferecidas aos agricultores. A pesquisa caracteriza-se como exploratória e descritiva quanto à tipologia, dedutiva em relação ao método e com abordagem quali-quantitativa, utilizando-se de abordagens quantitativas da estatística descritiva, correlação e regressão linear. Concluiu-se que as relações socioeconômicas potencializadas pelas empresas e Estado nas últimas décadas nos eixos de desenvolvimento onde se encontram esses municípios, os vários processos emancipatórios que impulsionaram a proximidade entre rural e urbano e os processos históricos de partilha e herança, contribuíram para o êxodo rural, envelhecimento e masculinização nas unidades familiares estudadas, devido ao poder atrativo pela oferta de oportunidades aos jovens agricultores; que o processo de modernização da agricultura proporcionou uma mudança nos meios de produção destas unidades familiares, criou-se uma diversidade de culturas em busca de aumento de renda, com comercialização voltada para as agroindústrias e integradoras, com alta concentração de produção de milho safrinha e soja como atividades principais, seguida da atividade leiteira; identificou-se a existência de simetria entre os fatores tamanho de área e faixa de renda, com processo de mercantilização da agricultura evidente, conferindo a estas unidades a característica de agricultura familiar empresarial, sem processo de diversificação de atividades, porém com diversidade de atividades produtivas inclinadas para o mercado, representada pela produção de commodities. Esses fatos contribuem para a existência de vários desafios para o desenvolvimento da agricultura familiar: na dimensão ecológica, por riscos ambientais apurados, nas dimensões econômica e social, pela prevalência de sistemas produtivos convencionais e falta de canais de comercialização, na dimensão cultural, pela perda dos saberes locais e cultura regional e, na dimensão política, pela complexibilidade em gerenciar os processos participativos para a implantação de políticas públicas.
Abstract: The present study presents the situation of the family agriculture units of municipalities in the West Coast Region of Paraná, based on the diagnoses raised by ADEOP - Paraná State Agency for the Development of the Extreme West between 2010 and 2012. Initially, Municipalities, followed by the analysis of their owners in terms of management, their members, labor and income, ending with the intrinsic characterizations related to the people residing in these units. Next, the productive systems of the family units were identified, followed by the analysis of the capacity of productive organization of these units, in relation to the choice of crops or activities and their respective associations, measuring the trends in relation to the size of the properties and the generation of income . With this information, we identified the main variables classified as determinants of household income in a regional context using linear regression, ending with the survey of probable environmental risks and the situation of waste, equipment and facilities conditions and their future goals . In relation to the municipalities, information was collected on the municipal agencies of agriculture, municipal visions related to family agriculture and their commercialization channels, the quality of access to services and information, their economic activities and issues considered important for their development, as well as the Municipal public policies offered to farmers. The research is characterized as exploratory and descriptive regarding the typology, deductive in relation to the method and with a qualitative-quantitative approach, using quantitative approaches of descriptive statistics, correlation and linear regression. It was concluded that the socio-economic relations promoted by companies and the State in the last decades in the development axes where these municipalities are located, the various emancipatory processes that promoted the proximity between rural and urban and the historical processes of sharing and inheritance, contributed to the exodus Rural, aging and masculinization in the family units studied, due to the attractive power of offering opportunities to young farmers; That the process of modernization of agriculture provided a change in the means of production of these family units, a diversity of crops was created in order to increase income, with commercialization focused on agribusinesses and integrators, with a high concentration of production of maize crops and Soybean as main activities, followed by milk activity; It was identified the existence of symmetry between the factors size of area and income range, with a process of commercialization of agriculture evident, conferring to these units the characteristic of family business agriculture, without diversification of activities, but with a diversity of productive activities To the market, represented by the production of commodities. These facts contribute to the existence of several challenges for the development of family agriculture: in the ecological dimension, due to established environmental risks, in the economic and social dimensions, by the prevalence of conventional productive systems and lack of commercialization channels, in the cultural dimension, by the loss Local knowledge and regional culture and, in the political dimension, the complexity in managing participatory processes for the implementation of public policies.
Keywords: Agricultura familiar
Políticas públicas
Região Costa Oeste do Paraná
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural Sustentável
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: SERAFIM JÚNIOR, Valdir. Agricultura familiar no contexto de desenvolvimento rural sustentável na Costa Oeste paranaense. 2016. 155 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural Sustentável) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3186
Issue Date: 17-Dec-2016
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento Rural Sustentável (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Valdir_Serafim_Junior_20162.33 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons