Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2357
Tipo do documento: Tese
Title: A materialização do real nas obras literárias e fílmicas S. Bernardo, Vidas Secas e Memórias do Cárcere
Other Titles: The reality materialization on the literary and filmic works S. Bernardo, Vidas Secas e Memórias do Cárcere
Autor: Sirino, Salete Paulina Machado 
Primeiro orientador: Silva, Acir Dias da
Resumo: Nesta pesquisa, de caráter analítico e bibliográfico, objetiva-se o estudo da materialização do real nos romances S. Bernardo (1934), Vidas Secas (1938) e Memórias do Cárcere (1953), de Graciliano Ramos, bem como nas traduções destes romances ao cinema por Leon Hirszman São Bernardo, em 1972 e Nelson Pereira dos Santos Vidas Secas, em 1963 e Memórias do Cárcere, em 1984. No contexto do Realismo Crítico, por meio de análises de aspectos inerentes à composição da estrutura literária narrador, enredo, personagens, tempo e espaço e dos artifícios da produção da imagem fílmica relacionados aos trabalhos das equipes de direção, arte e fotografia, durante a etapa de filmagem , pretende-se compreender como imagens do real são materializadas em narrativas literária e fílmica nas referidas obras. Para tanto, dentre outros, estudos de André Bazin, Antonio Candido, Frances Yates, Georg Lukács, Glauber Rocha, Mikhail Bakhtin e Terry Eagleton ancoram a articulação da análise da relação Texto e Contexto forma e conteúdo , na composição da materialidade de tais obras. Nestas análises, reflete-se, também, sobre a relação intrínseca da tríade autor-texto-leitor poiesis, aisthesis e catarsis , tendo em vista que, no momento de encontro destas narrativas com o leitor/espectador, o conteúdo tem supremacia sobre a forma. Considerando o fato de que a arte contemporânea, ao se apropriar de tempos históricos, evoca o passado e ilumina as vivências do presente, como também o pressuposto de que, em arte, não existe uma realidade pura, uma vez que, em ficção, tudo é imitação conforme postulados de Aristóteles sobre mimesis , parte-se do pressuposto de que o escritor alagoano, Graciliano Ramos, na composição de seus romances, se apropria de fatos sociais do meio em que vive e os transforma em conteúdos que estruturam o seu fazer literário, os quais são traduzidos em outra linguagem pelos cineastas Leon Hirszman e Nelson Pereira dos Santos. Por fim, argumenta-se que estes romances e filmes sendo, antes de tudo, obras ficcionais , têm a materialização do seu conteúdo Realismo Crítico transpassado, necessariamente, pela artificialidade da composição artística, ainda que tenham sido concebidos por seus criadores como um instrumento de denúncia, de conscientização e de transformação da realidade vivenciada pelo povo brasileiro
Abstract: This study which is analytical and bibliographic aimed to explore the reality materialization on the novels S. Bernardo (1934), Vidas Secas (1938) and Memórias do Cárcere (1953), by Graciliano Ramos, as well as the filmic translations of these to the cinema by Leon Hirszman São Bernardo in 1972 and Nelson Pereira dos Santos Vidas Secas in 1963 and Memórias do Cárcere in 1984. It has been intended to comprehend how images of reality were turned into literary and filmic narratives on these works considering the Critic Realism context, and it was done by analyzing compositional aspects of literary structure: narrator, plot, characters, time and space, and the filmic image production aspects which were part of the work of the directing, art and photography staff at the filming stage. Therefore, studies of André Bazin, Antonio Candido, Frances Yates, Georg Lukács, Glauber Rocha, Mikhail Bakhtin and Terry Eagleton articulated the analysis of the relationship between Text and Context form and content for the materiality composition in such works. These analyses also provided a reflection about the intrinsic relation of the tripod author-text-reader poesies, aesthesis and catharsis considering that at the moment the reader/spectator meet these narratives the content is supreme over the form. Having in mind that contemporary art when it appropriates historical times evocates the past and illuminates the present, and also that in art there is no such thing as a pure reality, once in fiction everything is imitation, accordingly to Aristotle‟s reflections about mimesis, it is conceived that Graciliano Ramos when writing his novels appropriated social facts from his own experiences and social context and turned them into literary contents that were the structure for his literary writing which were translated to the filmic language by the movie makers Leon Hirszman and Nelson Pereira dos Santos. Last but not least, it is considered that these novels and movies are firstly fiction works and the materialization of content Critic Realism passes necessarily by the artificiality of artistic composition, nevertheless, they are conceived by their creators as instruments of denunciation, consciousness and transformation of the Brazilian reality
Keywords: Ficção e Realidade
Materialização do real
Literatura e Cinema
Fiction and reality
Reality materialization
Literature and Cinema
CNPq areas: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Linguagem e Sociedade
Program: Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Letras
Citation: SIRINO, Salete Paulina Machado. The reality materialization on the literary and filmic works S. Bernardo, Vidas Secas e Memórias do Cárcere. 2014. 172 f. Tese (Doutorado em Linguagem e Sociedade) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2357
Issue Date: 4-Apr-2014
Appears in Collections:Doutorado em Letras (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Salete Sirino.pdf9.25 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.