Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/977
Tipo do documento: Dissertação
Title: A Importância dos Contos de Fadas para o Desenvolvimento Psicossexual da criança: o que pensam, o que dizem e o que fazem as professoras?
Other Titles: The importance of fairy tales to the psychosexual development of the child: what they think, what they say and what they do the teachers?
Autor: Brittos, Eritânia Silmara de 
Primeiro orientador: Gagliotto, Giseli Monteiro
Primeiro membro da banca: Bonamigo, Carlos Antônio
Segundo membro da banca: Umbelino, Janaina Damasco
Terceiro membro da banca: Santos, Vera Márcia Marques
Resumo: Este estudo se refere a nossa pesquisa, bibliográfica e qualitativa, desenvolvida junto ao Programa de Mestrado em Educação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Campus de Francisco Beltrão/PR. Objetivamos conhecer como as professoras utilizam os Contos de Fadas nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) do nosso município. Delineamos o universo dos Contos de Fadas, traçando um panorama de sua origem e estrutura. Dentro desse universo, destacamos os escritores Charles Perrault, Irmãos Grimm e Hans Christian Andersen. Contemplamos os conceitos de mitos, fábulas e contos de fadas, destacando a particularidade de cada um, ressaltando a relevância dos contos na educação das crianças pequenas. Recorremos à teoria psicanalítica para falarmos da importância dessas histórias no desenvolvimento psicossexual da criança. Na revisão empírico-bibliográfica realizamos o levantamento das produções acadêmico-científicas que articulavam Contos de Fadas, Educação, Psicanálise Sexualidade e Educação Sexual, junto às universidades estaduais no Estado do Paraná. Localizamos doze (12) universidades que possuem Pós-Graduação Stricto Sensu. Selecionamos, dos acervos digitais, dezessete (17) teses e dissertações que abordavam nossas categorias de análise. No entanto, não refletiam, exatamente, o nosso objeto de pesquisa, que é os contos de fadas na educação sexual dos CMEIs. Na pesquisa de campo coletamos dados nos quinze (15) CMEIs do município e realizamos entrevistas semiestruturadas com trinta (30) professoras que atuam nos respectivos CMEIs. Nosso propósito estava em responder à seguinte questão: quais as contribuições dos contos de fadas na educação sexual nos CMEIs de Francisco Beltrão? Ancoradas na pesquisa bibliográfica e de campo, identificamos que as professoras se sentem limitadas para realizar um trabalho fundamentado em Educação Sexual Emancipatória, com as crianças pequenas, a partir dos contos de fadas. Isso nos fez reafirmar a importância de uma formação inicial e continuada, com professores (as), da Educação Infantil, acerca da sexualidade. Nesse sentido, apresentamos algumas sugestões de atividades que podem ser utilizadas como suporte metodológico, juntamente, com o aporte teórico para trabalhar as questões da sexualidade, presentes na educação infantil. Nossos estudos nos levaram a destacar as contribuições da psicanálise para o campo da educação, por apresentar correlações entre os contos de fadas e o desenvolvimento psicossexual da criança pequena. A leitura psicanalítica de Bettelheim (2014) destaca, que ao mesmo tempo em que os contos de fadas divertem as crianças, contribuem na construção da personalidade, pois esclarece pontos importantes sobre o desenvolvimento infantil. Consideramos que esse trabalho nos permitiu ampliar o olhar para a infância, por meio de um elemento fundamental para a prática pedagógica, junto às crianças pequenas: os contos de fadas. Ainda mais, os resultados da nossa pesquisa, apontam para a necessidade de formação em Educação Sexual Emancipatória para as professoras que atuam na Educação Infantil, nos CMEIs do Município de Francisco Beltrão-PR. Educação Sexual esta, articulada aos conhecimentos psicanalíticos como caminho possível de intervenção, junto às crianças pequenas, através dos contos de fadas.
Abstract: This study refers to our literature and qualitative research, developed by the master's program in education at the University of West of Paraná-UNIOESTE, Campus de Francisco Beltrão-PR. We aim to meet as the teachers use the fairy tales in the Municipal early childhood Centres (CMEIs) of our municipality. We have outlined the universe of fairy tales, tracing a panorama of its origin and structure. Within that universe, the writers Charles Perrault, the Brothers Grimm and Hans Christian Andersen. We support the concepts of myths, fables and fairy tales, emphasizing the particularity of each one, emphasizing the relevance of tales in the education of young children. We used the psychoanalytic theory to discuss the importance of these stories in the psychosexual development of the child. In the empirical literature review-we do the survey of academic-scientific productions that articulated fairy tales, education, Sexual Education, sexuality and Psychoanalysis at the State universities in the State of Paraná. We located twelve (12) universities that have graduate Stricto Sensu. Select, digital collections, seventeen (17) theses and dissertations that addressed our categories of analysis. However, do not reflect exactly our search object, which is the fairy tales in the sexual education of CMEIs. In the field research we collect data in fifteen (15) and we performed CMEIs semi-structured interviews with thirty (30) teachers who work in respective CMEIs. Our purpose was to answer the following question: what are the contributions of fairy tales in sexual education in Francisco Beltrão CMEIs? Anchored in the bibliographical research and field, we identified that the teachers feel bound to perform a job based on Emancipatory sex education, with small children, from the age of fairy tales. Therefore we reaffirm the importance of initial and continuing training, with teachers, early childhood education, about sexuality. In this sense, we present some suggestions for activities that can be used as methodological support, along with the theoretical contribution to work the issues of sexuality, present in early childhood education. Our studies led us to highlight the contributions of psychoanalysis to the field of education, by presenting correlations between fairy tales and the psychosexual development of the young child. Psychoanalytic reading of Bettelheim (2014) highlights that while the fairy tale fun kids, contribute in the construction of personality, because it clarifies important points about child development. We believe that this work has allowed us to extend the look at childhood through a fundamental element for the pedagogical practice, next to small children: fairy tales. Further, the results of our research, points to the need for training in sex education for teachers who are Emancipatory in Kindergarten, in the municipality of CMEIs Francisco Beltrão-PR. This sex education, articulated the psychoanalytic knowledge as possible way of intervention with young children, through fairy tales.
Keywords: Contos de fadas
Educação infantil
Psicanálise e desenvolvimento psicossexual
Educação sexual
Formação de professores
Fairy tales
Early childhood education
Psychoanalysis and psychosexual development
Sexual education
Teacher training
CNPq areas: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centros de Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Campun: Francisco Beltrão
Citation: BRITTOS, Eritânia Silmara de. A Importância dos Contos de Fadas para o Desenvolvimento Psicossexual da criança: o que pensam, o que dizem e o que fazem as professoras?. 2016. 188 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Francisco Beltrão, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/977
Issue Date: 22-Feb-2016
Appears in Collections:Mestrado em Educação (FBE)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Eritania de Britos.pdf3.01 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.