Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4063
Tipo do documento: Dissertação
Title: Grãos secos de destilaria com solúveis (DDGS) na alimentação de frangos de corte
Autor: Damasceno, Jessica Lima 
Primeiro orientador: Nunes, Ricardo Vianna
Primeiro coorientador: Eyng, Cinthia
Primeiro membro da banca: Nunes, Ricardo Vianna
Segundo membro da banca: Souza, Cleverson de
Terceiro membro da banca: Pozza, Paulo Cesar
Resumo: Com o objetivo de avaliar o efeito da inclusão dos grãos secos de destilaria com solúveis (DDGS) de milho na alimentação de aves de corte de 1 a 21 e de 22 a 42 dias de idade foram realizados dois experimentos. No experimento I, 980 pintos de corte machos com um dia de idade e peso médio inicial de 36,43±0,18g, foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com sete níveis de inclusão do DDGS (0, 1, 4, 7, 10, 13 e 16%) e sete repetições de 20 aves por unidade experimental (UE). O DDGS foi empregado nas rações experimentais dos pintainhos de 1 a 21 dias de idade e no período de 22 a 42 dias foi fornecida uma única ração basal, sem a inclusão do coproduto. Foram avaliados aos 21 e 42 dias o ganho de peso, consumo médio de ração e conversão alimentar. Aos 21 dias foram realizadas colheitas de sangue para determinação dos parâmetros sanguíneos e aos 21 e 42 dias foram abatidas duas aves por UE para se aferir o peso relativo dos órgãos do trato gastrointestinal, comprimento dos intestinos, morfometria do jejuno, rendimento de carcaça, cortes e qualidade da carne. No experimento II, 980 frangos de corte machos com 22 dias de idade e peso médio inicial de 922,86±4,45g, foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com sete níveis de inclusão do DDGS (0; 1; 4; 7; 10; 13 e 16%) e sete repetições de 20 aves por unidade experimental (UE). Foram avaliados como desempenho o ganho de peso, consumo médio de ração e conversão alimentar. Aos 42 dias foram realizadas colheitas de sangue para determinação dos parâmetros sanguíneos e abatidas duas aves por UE para avaliar o peso relativo dos órgãos do trato gastrointestinal, comprimento dos intestinos, rendimento de carcaça, cortes e a qualidade da carne. Ao término do período experimental também foi mensurada a qualidade da cama. Os dados coletados em ambos os experimentos foram submetidos a análise de variância (P<0,05) e posterior regressão polinomial a 5% de probabilidade, excluindo a ração controle. Adicionalmente, utilizou-se o teste de Dunnett (P<0,05). No experimento I, os níveis de inclusão do DDGS não afetaram o ganho de peso, consumo médio de ração, conversão alimentar, rendimento de carcaça e cortes. A concentração de albumina aumentou de acordo com os níveis de inclusão do DDGS na dieta, mas, houve decréscimo das concentrações de gama glutamiltransferase. O uso de 13% de DDGS aumentou a concentração de albumina em relação a dieta controle, enquanto os níveis de 10, 13 e 16% do coproduto reduziram a concentração da alanina aminotransferase. Observou-se aumento do peso relativo do intestino grosso aos 21 dias de idade ao incluir 10, 13 e 16% de DDGS em comparação com a ração sem o coproduto. A altura de vilo foi menor quando a inclusão de DDGS atingiu 9,47%, porém, com o aumento dos níveis do coproduto na dieta, houve redução na profundidade de cripta e maior relação vilo:cripta. A inclusão de 13% de DDGS reduziu a altura do vilo e a profundidade da cripta quando comparado com a ração controle, entretanto, o uso de 16% do coproduto proporcionou maior relação vilo:cripta. O pH 15 minutos post mortem foi menor quando a inclusão do DDGS atingiu 8,30%. A utilização de 10% de DDGS em comparação a não utilização deste coproduto nas rações resultou em diminuição do pH quando aferido 15 minutos após o abate. Maior teor de amarelo foi observado com o uso de 1, 4 e 10% de DDGS em relação a ração controle. Assim, a inclusão de até 16% de DDGS na alimentação de pintos de corte de 1 a 21 dias de idade não prejudica o desempenho, rendimento de carcaça e cortes até os 42 dias. No experimento II, os níveis de inclusão do DDGS não afetaram o ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, rendimento de carcaça, rendimento de cortes, qualidade de carne e cama de 22 a 42 dias de idade. A concentração de colesterol foi menor quando a inclusão do DDGS atingiu 6,30%. A inclusão de 16% de DDGS bem como o uso de 13 e 16% do coproduto aumentou respectivamente as concentrações de colesterol e triglicerídeos quando comparadas com a ração controle. A utilização do DDGS influencia a concentração de glicose, sendo que a ração controle apresentou a menor quantidade deste metabólito no soro. A albumina e o aspartato aminotransferase apresentaram maior concentração a 16% de inclusão do DDGS quando comparado com a ração sem o coproduto. A utilização de 1% de DDGS proporcionou uma hipotrofia do fígado, entretanto, os demais níveis não afetaram significativamente este órgão relação com a dieta controle. A coloração vermelha da carne 24 horas post mortem atingiu o ponto de máxima com a utilização de 8,37% de DDGS. Portanto, conclui-se que a inclusão de 16% de DDGS pode ser realizada sem afetar o desempenho, rendimento de carcaça, cortes e qualidade da cama de 22 a 42 dias de idade das aves.
Abstract: Aiming to evaluate the inclusion effect of corn distillers dried grain with solubles (DDGS) in the poultry feeding from 1 to 21 and from 22 to 42 days of old, two experiments were carried out. In experiment I, 980 one-day-old male broiler chickens with a mean initial weight of 36.43 ± 0.18 g were distributed in a completely randomized design with seven DDGS inclusion levels (0.1, 4.7, 10, 13 and 16%) and seven replications with 20 birds per experimental unit (EU). DDGS was used in the experimental feed of birds from 1 to 21 days of old, and in the period from 22 to 42 days, and a single basal diet was provided, without co-product inclusion. Weight gain, mean feed intake and feed conversion were evaluated at 21 and 42 days. At 21 days blood samples were taken to determine the blood parameters and at 21 and 42 days two birds from each EU were slaughtered to determine the relative organs weight the gastrointestinal tract, intestinal length, jejunum morphometry, carcass yield, cuts and meat quality. In experiment II, 980 broilers with 22 days with old and initial mean weight of 922.86 ± 4.45 g were distributed in a completely randomized design with seven DDGS inclusion levels (0; 1; 4; 7; 10; 13 and 16%) and seven replications with 20 birds per experimental unit (EU), being evaluated weight gain, mean feed intake and feed conversion. At 42 days, blood samples were collected to determine the blood parameters and two birds per EU were slaughtered to evaluate the relative organs weight of organs of the gastrointestinal tract, intestinal length, carcass yield, cuts and meat quality. At the end of the experimental period, litter quality was also measured. The data collected in both experiments were submitted to variance analysis (P <0.05) and subsequent polynomial regression at 5% of probability, excluding control ration. In addition, the Dunnett test (P <0.05) was used. In experiment I DDGS inclusion levels did not affect weight gain, mean feed intake, feed conversion, carcass yield and cuts. The concentration of albumin increased according to the inclusion DDGS levels in the diet, however, there was a decrease in gamma glutamyltransferase concentrations. The use of 13% DDGS increased the albumin concentration in relation to control diet, while the levels of 10, 13 and 16% of the coproduct reduced alanine aminotransferase concentrations. An increase in the relative weight of the large intestine at 21 days of age was observed when 10, 13 and 16% of DDGS were included in comparison with the feed without the co-product. The villus height was shallower when the DDGS inclusion reached 9.47%, but with the increase of the co-product levels of the in the diet, there was a reduction in crypt depth and a highest relation villus: crypt. The inclusion of 13% DDGS reduced villus height and crypt depth compared to control ration, however, the use of 16% co-product provided a higher villi-crypt ratio. The pH 15 minutes post mortem was lower when the DDGS inclusion reached 8.30%. The use of 10% DDGS compared to non-use of this co-product in feed resulted in a decrease in pH when measured 15 minutes after slaughter. The yellow color of the meat 24 hours after slaughter was more intense with 1 and 10% of DDGS. Thus, it was concluded that the DDGS inclusion of up to 16% in chickens’ diet from 1 to 21 days does not affect the performance, carcass yield and cuts at 42 days. In the experiment II, DDGS inclusion levels did not affect weight gain, feed intake, feed conversion, carcass yield, cut yield, meat and litter quality from 22 to 42 days of age. The cholesterol concentration was lower when the DDGS inclusion reached 6.30%. The DDGS inclusion of 16%, as well as the use of 13 and 16% of the co-product, respectively, increased cholesterol and triglycerides concentrations when compared to control diet. The use of DDGS influences glucose concentration, where the control diet had the lowest amount of this metabolite in the serum. Albumin and aspartate aminotransferase had a higher concentration in the inclusion of 16% DDGS when compared to the feed without the co-product. The use of 1% DDGS provided a hypotrophy in liver however, the other levels did not significantly affect this organ when compared to the control ration. The meat red color at 24 hours post mortem reached the maximum point with the use of 8.37% of DDGS. Therefore, it is concluded that the inclusion of 16% DDGS can be performed without affecting the performance, carcass yield, cuts and litter quality from 22 to 42 days of age of the birds.
Keywords: Biocombustíveis
Composição nutricional
Etanol
Grãos destilados
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:ZOOTECNIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: DAMASCENO, Jessica Lima. Grãos secos de destilaria com solúveis (DDGS) na alimentação de frangos de corte. 2018. 74 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4063
Issue Date: 6-Apr-2018
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jessica_Damasceno_2018.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons