Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3807
Tipo do documento: Dissertação
Title: Estresse oxidativo mediado por extrato aquoso de Bauhinia forficata L. durante a fase de germinação e desenvolvimento de Phaseolus vulgaris L.
Other Titles: Oxidative stress mediated by aqueous extract of Bauhinia forficata L. during a germination and development phase of Phaseolus vulgaris L.
Autor: Porto, Erly Carlos 
Primeiro orientador: Fortes, Andréa Maria Teixeira
Primeiro coorientador: Corsato, Jaqueline Malagutti
Primeiro membro da banca: Fortes, Andréa Maria Teixeira
Segundo membro da banca: Silva, Shirley Martins
Terceiro membro da banca: Fogaça, Luciana Alves
Resumo: As espécies vegetais podem interagir entre si por meio da produção e liberação de compostos químicos liberados no ambiente, tal evento é conhecido como alelopatia. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi investigar a ação alelopática e o estresse oxidativo do extrato aquoso de Bauhinia forficata L. sobre sementes de Phaseolus vulgaris, durante o processo de germinação e desenvolvimento das plântulas. Para isso, foram avaliados o comportamento germinativo, o índice de atividade alelopática, o crescimento inicial e a atividade de enzimas antioxidantes em diferentes tempos de embebição das sementes, no cotilédone (tecido de reserva) e no eixo embrionário e plântulas, para a parte aérea e raiz da espécie alvo. Os resultados indicaram que durante a fase de germinação houve interferência negativa dos extratos de B. forficata sobre as sementes para as variáveis: germinação, índice de velocidade e tempo médio de germinação, como também para o índice de atividade alelopática. Em relação a atividade enzimática, foi verificado uma alta atividade das enzimas no início da embebição das sementes, entre 3 e 6 horas para o cotilédone e elevada atividade no eixo embrionário ao final do processo germinativo, entre 12 e 24 horas de embebição. O aumento das proporções de extrato das folhas de B. forficata afetaram as atividades enzimáticas no processo germinativo das sementes de feijão resultando um atraso da germinação. Já para a fase de desenvolvimento, houve redução do comprimento médio e massa seca da raiz conforme o aumento das proporções de extrato utilizados. Os níveis de peroxidação lipídica tanto para parte aérea e raiz foram elevados, assim como a atividade da enzima catalase para as raízes também foi elevado quando submetidos aos tratamentos com a presença do extrato. Desta forma, o aumento das proporções de extrato de B. forficata L. afetou negativamente o desenvolvimento inicial, sendo o alongamento da raiz primaria mais sensível, provocando danos acentuados as membranas das raízes de plântulas de feijão.
Abstract: Plant species can interact with each other through the production and release of chemical compounds released into the environment, such an event is known as allelopathy. The objective of the present study was to investigate the allelopathic action and oxidative stress of the aqueous extract of Bauhinia forficata L. on seeds during the germination process and seedlings during the Phaseolus vulgaris development phase. The germination behavior, allelopathic activity index, initial growth and activity of antioxidant enzymes were studied at different times of seed imbibition, in the cotyledon (reserve tissue) and in the embryonic axis and seedlings, for aerial part and root target species. The results indicated that during the germination phase there was negative interference of B. forficata extracts on the seeds for germination, speed index and mean germination time, as well as the allelopathic activity index. In relation to the enzymatic activity, a high enzyme activity was observed at the beginning of seed imbibition, between 3 and 6 hours for the cotyledon and high activity in the embryonic axis at the end of the germination process, between 12 and 24 hours of imbibition. The increase of the extract proportions of the leaves of B. forficata affected the enzymatic activities in the germination process of the bean seeds, resulting in a delay of the germination. As for the development phase, there was reduction of the average length and dry mass of the root as the proportion of extract used increased. the levels of lipid peroxidation for both shoot and root were high, as well as the activity of the catalase enzyme for the roots was also elevated when submitted to the treatments with the presence of the extract. Thus, the increase in the proportion of B. forficata extract negatively affected the initial development, being the primary root elongation more sensitive, causing severe damage to the membranes of the bean seedlings roots.
Keywords: Alelopatia
Enzimas antioxidantes
Germinação
Allelopathy
Antioxidant enzymes
Germination
CNPq areas: CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Conservação e Manejo de Recursos Naturais
Campun: Cascavel
Citation: PORTO, Erly Carlos. Estresse oxidativo mediado por extrato aquoso de Bauhinia forficata L. durante a fase de germinação e desenvolvimento de Phaseolus vulgaris L.. 2018. 55 f. Dissertação (Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Conservação e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3807
Issue Date: 6-Mar-2018
Appears in Collections:Mestrado em Conservação e Manejo de Recursos Naturais (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Erly_Porto2018.pdf614.53 kBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons