Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3664
Tipo do documento: Dissertação
Title: A ficção científica como escrita de poder ideológico: leituras a partir de O Homem do Castelo Alto, de Philip K. Dick
Other Titles: Science Fiction as a writing of ideological power: readings from The Man in the High Castle, by Philip K. Dick
Autor: Santos, Jefferson Jonathan 
Primeiro orientador: Ozelame, Josiele Kaminski Corso
Primeiro membro da banca: Ozelame, Josiele Kaminsk Corso
Segundo membro da banca: Moraes, Denise Rosana da Silva
Terceiro membro da banca: Langaro, Cleiser Schenatto
Quarto membro da banca: Tarini, Ana Maria de Fátima Leme
Resumo: A relação existente entre uma obra de ficção e a realidade empírica é muito mais intensa do que às vezes se pensa. Uma obra de ficção científica pode, por exemplo, retratar, de forma simbólica, temas do cotidiano do leitor. Desse modo, falamos sobre a ficção científica como escrita de poder ideológico e sua capacidade de refletir temas sociais e políticos, por exemplo, tratando a respeito de nosso mundo sem representá-lo diretamente, mas através de artifícios como a viagem no tempo e os universos paralelos. Assim, nosso objetivo geral é evidenciar a profundidade comumente não reconhecida do gênero “ficção científica”, através do estudo tanto de O Homem do Castelo Alto, de Dick (2012), quanto de O Gafanhoto Torna-se Pesado, um metalivro de ficção científica presente dentro da obra de Dick (2012), avaliando suas relações com a realidade observada fora da obra de ficção, e as diferentes reações de seus leitores e porquês. Ao fazer uso das ferramentas metodológicas da Teoria Literária e do diálogo interdisciplinar, primeiramente contemplamos o estudo sobre ficção, com autores como Eco (1994), Perrone-Moisés (2006) e Wood (2011), e ficção científica, com Jameson (2005) e Roberts (2002), bem como a biografia de Dick, para então apresentarmos o romance O Homem do Castelo Alto. Em seguida, um estudo histórico da Segunda Guerra Mundial, a partir de Fidelis e Rito (2011) e Fiorani (2009), evidenciando sua relevância para a construção da obra de ficção, e adentramos em discussões de sociedade, cultura e fronteiras na obra de Dick (2012). Depois, estudamos duas obras da literatura dentro de O Homem do Castelo Alto, sendo elas o I Ching, livro real, e O Gafanhoto Torna-se Pesado, livro fictício, para avaliar as reações dos leitores dessa segunda obra de acordo com suas diferenças nacionais e ideológicas. Por fim, observamos um último novum na obra de Dick (2012) que, por sua vez, expressa novamente as possibilidades do gênero de ficção científica.
Abstract: The relationship between a work of fiction and empirical reality is much more intense than is sometimes thought. A work of science fiction can portray, for example, in a symbolic way, subjects of the reader's daily life. Thus, we talk about science fiction as a writing of ideological power and its ability to reflect social and political issues, for example, discussing about our world without representing it directly, but through artifice such as time travel and parallel universes. Thus, our general objective is to evidence the commonly unrecognized depth of the genre "science fiction" through the study of The Man in the High Castle, by Dick (2012), as well as The Grasshopper Lies Heavy, a meta-fiction book present within the work of Dick (2012), evaluating its relations with the reality observed outside the work of fiction, and the different reactions of its readers and the reasons why. In making use of the methodological tools of Literary Theory and interdisciplinary dialogue, we first contemplate the study of fiction, with authors such as Eco (1994), Perrone-Moisés (2006) and Wood (2011), and science fiction, with Jameson (2005) and Roberts (2002), as well as the biography of Dick, to present then the novel The Man in the High Castle. Then, a historical study of World War II, based on Fidelis and Rito (2011) and Fiorani (2009), showing its relevance to the construction of the work of fiction, and enter into discussions of society, culture and borders in the work of Dick (2012). Later, we study two works of literature in The Man in the High Castle, which are the I Ching, a real book, and The Grasshopper Lies Heavy, a fictitious book, to evaluate the reactions of the readers of this second work according to their national and ideological differences. Finally, we observe a last novum in Dick's work (2012), which expresses once more the possibilities of the genre of science fiction.
Keywords: Literatura americana
Ficção científica
O Homem do Castelo Alto
American Literature
Science Fiction
The Man in the High Castle
CNPq areas: LITERATURA COMPARADA
COMPORTAMENTO POLITICO : ATITUDE E IDEOLOGIAS POLITICAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação Letras e Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Cultura e Fronteiras
Campun: Foz do Iguaçu
Citation: SANTOS, Jefferson Jonathan. A ficção científica como escrita de poder ideológico: leituras a partir de O Homem do Castelo Alto, de Philip K. Dick. 2018. 128 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Cultura e Fronteiras) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Foz do Iguaçu, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3664
Issue Date: 1-Mar-2018
Appears in Collections:Mestrado em Sociedade, Cultura e Fronteiras (FOZ)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jefferson_Jonathan_Santos_2018.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons