Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3001
Tipo do documento: Tese
Title: Adequação de metodologias para avaliação da qualidade fisiológica de sementes de chia (Salvia hispanica L.)
Other Titles: Methodology adjustment for physiological quality evaluation of chia seeds (salvia hispanica l.)
Autor: Nunes, Joseli Viviane Ditzel 
Primeiro orientador: Nobrega, Lucia Helena Pereira
Primeiro membro da banca: Prior, Maritane
Segundo membro da banca: Melo, Dirceu de
Terceiro membro da banca: Pacheco, Fábio Palczewski
Quarto membro da banca: Maggi, Marcio Furlan
Resumo: A chia (Salvia hispanica L.) é uma oleaginosa de origem mexicana, cultivada e consumida pelos Maias e Astecas desde a antiguidade, por fornecer energia, força e disposição. Esta semente é uma fonte natural de ômega-3, ômega-6, fibras, proteínas, vitaminas, além de outros componentes nutricionais importantes. Auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares, dos sistemas nervoso e inflamatório, diabetes, dentre outros. Haja vista a qualidade fisiológica ser fator imprescindível para uma produção significativa de grãos e sementes e a demanda por elas tem se mostrado expressiva a cada ano, pretende-se com este estudo adequar metodologias para avaliar a qualidade fisiológica de sementes, verificar quais destes testes são mais expressivos para determinar o vigor das mesmas, avaliar a obtenção de mucilagem de chia, e se o vigor das sementes pode interferir na quantidade da mucilagem produzida. Assim, as sementes foram submetidas à determinação de pureza, massa de 100 sementes, grau de umidade, variações nos testes de germinação, crescimento de plântulas, emergência em areia, envelhecimento acelerado, teste de frio sem terra, condutividade elétrica, curva de absorção de água e extração da mucilagem. Após a determinação da metodologia ideal para cada teste, os mesmos foram realizados para sementes cultivadas em dois anos (2013/2014, 2014/2015). A variação da mucilagem foi também avaliada de acordo com o vigor dessas sementes. O experimento foi instalado em delineamento experimental inteiramente ao acaso, em esquema fatorial duplo e triplo, dependendo dos testes. Nas condições testadas, concluiu-se que sementes de chia podem ser germinadas em substratos de papel e areia, com presença ou ausência de luz, nas temperaturas de 15 a 35 ºC. Assim, foram registradas elevadas taxas de porcentagem de germinação. O teste de comprimento de plântula realizado em gerbox por nove dias, o teste de emergência em areia com 0,5 cm de profundidade a 25-30 ºC, o de envelhecimento acelerado foi conduzido a 41 ºC, por 36 horas com água e 45 ºC por 12 horas com solução saturada, e o teste de condutividade elétrica por 24 horas, com 25 mL de água a 25-30 ºC podem ser utilizados para determinar o vigor de sementes de chia. A metodologia proposta foi eficiente para a extração da mucilagem e o vigor de sementes não interferiu na quantidade de mucilagem produzida.
Abstract: Chia (Salvia hispanica L.) is an oleaginous plant from Mexico, which was cropped and consumed by the Maya and Aztec peoples since ancient times in order to provide energy, strength and vitality. This seed is a natural source of omega-3, omega-6, fiber, protein, vitamins, as well as other important nutritional components. It helps on preventing cardiovascular diseases, nervous and inflammatory diseases, and diabetes, among others. Its physiological quality is an essential parameter for significant yield of grains and seeds since the demand for chia has increased every year. Thus, this study aimed at adapting methodologies to evaluate seeds physiological quality, checking which tests are more efficient to determine seeds vigor, evaluating mucilage production and if vigor can influence on its produced amount. Thus, seeds were submitted to determine purity, mass of 100 seeds, moisture content, variations on tests such as germination, seedling growth, emergence in sand, accelerated aging, cold test without soil, electrical conductivity, water uptake curve and mucilage extraction. After determining the best methodology for each test, each one of them was carried out for seeds cropped during two cropping years (2013/2014, 2014/2015). Mucilage variation was also evaluated according to these seeds vigor. A completely randomized experimental design was carried out in double and triple factorials, according to the tests. Under tested conditions, it was concluded that chia seeds can germinate in paper and sand substrates, in light presence or absence, under temperatures from 15 to 35 ºC, thus achieving high rates of germination percentage. Seedling length test was developed in gerbox for nine days, the emergence in sand test was obtained with 0.5 cm depth at 25-30 ºC, the accelerated aging test was under 41 ºC, for 36 hours with water and 45 ºC for 12 hours with saturated solution, and electrical conductivity test was recorded with 24 hours, 25 mL water at 25-30 ºC, and they can be used to determine chia seeds vigor. The proposed methodology was efficient to extract chia seeds mucilage and seed vigor did not interfere in the amount of mucilage produced.
Keywords: Alimento funcional
Germinação
Mucilagem
Vigor de sementes
Functional food
Germination
Mucilage
Seed vigor
CNPq areas: CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS::ENGENHARIA DE ALIMENTOS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola
Campun: Cascavel
Citation: NUNES, Joseli Viviane Ditzel. Adequação de metodologias para avaliação da qualidade fisiológica de sementes de chia (Salvia hispanica L.). 2017.95 p. Tese (Doutorado de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3001
Issue Date: 20-Mar-2017
Appears in Collections:Doutorado em Engenharia Agrícola (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joseli_Nunes2017.pdf1.27 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.