Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2961
Tipo do documento: Tese
Title: Uso de crambe no controle de sitophilus zeamais mots. Em milho armazenado
Other Titles: Use of crambe- no control of sitophilus zeamais mots. In maize stored
Autor: Simonetti, Ana Paula Morais Mourão 
Primeiro orientador: Christ, Divair
Primeiro membro da banca: Oliveira, Renato Cassol de
Segundo membro da banca: Silochi, Rose Mary Helena Quint
Terceiro membro da banca: Coelho, Silvia Renata Machado
Quarto membro da banca: Hojo, Ellen Toews Doll
Resumo: O milho é um cereal de grande importância para todo o país, mas nem todos os grãos colhidos são utilizados imediatamente, assim, grande parte da produção é armazenada. Dentre os fatores que afetam a qualidade do grão armazenado estão as pragas, sendo o Sitophilus zeamais uma das maiores causadoras de perdas, tanto quantitativas como qualitativas para grãos e sementes. Para seu controle, via de regra são utilizados agrotóxicos, que podem causar intoxicação aos aplicadores, resistência da praga ou mesmo danos ambientais. Para evitar esse efeitos, é necessária a busca de alternativas de controle menos agressivas e, uma delas, é o uso de plantas com potencial inseticida ou repelente. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do uso de pó, extratos aquosos e hidroalcoólicos de Crambe abyssinica quanto à sobrevivência, emergência, mortalidade e atratividade do Sitophilus zeamais, além de seus efeitos sobre as sementes de milho tratadas com esse extrato. A pesquisa foi dividida em três etapas, a primeira testou pó e extratos aquosos de crambe nas concentrações de 0%, 1%, 2%, 3% e 4% na sobrevivência, emergência, mortalidade, atratividade, repelência e ação inseticida. Na segunda etapa foram testadas as mesmas concentrações do extrato de crambe que na primeira, porém, de extrato hidroalcoólico, nas quais foram avaliadas a sobrevivência, a emergência, a mortalidade e o efeito inseticida sobre o Sitophilus zeamais. Após observados resultados mais efetivos com o uso de extratos hidroalcoólicos de crambe, a terceira etapa avaliou o uso de extratos hidroalcoólicos nas concentrações: 0%, 5%, 15% e 25% na atratividade e efeito inseticida sobre os insetos; além da qualidade fisiológica das sementes de milho. Os resultados obtidos permitiram chegar as seguintes conclusões: 1. O extrato aquoso de grãos de crambe proporciona menor sobrevivência e emergência do Sitophilus zeamais e menor consumo dos grãos de milho tratados, em relação ao uso de pó de grãos de crambe; 2. O extrato hidroalcoólico de crambe tem potencial inseticida sobre o Sitophilus zeamais e à medida que aumenta a concentração, de 0 a 4%, mais efetivo é o resultado; além de ser menos atrativo ao inseto, já que proporcionou a diminuição do número de grãos de milho infestados pela praga e o número de insetos emergidos desses grãos, em relação ao não uso do mesmo; 3. O extrato hidroalcoólico de grãos de crambe na concentração de 25% proporciona taxa de mortalidade alta (65%); 4. O extrato hidroalcoólico de grãos de crambe a 15% estimula a porcentagem de germinação, plântulas normais e massa das plântulas de milho; 5. O extrato hidroalcoólico de grãos de crambe na concentração de 25% não influencia negativamente a germinação nem os parâmetros de desenvolvimento inicial do milho; 6. Milho tratado com extrato hidroalcoólico de crambe armazenado por até 60 dias, estimula a germinação, a massa e comprimento de plântulas de milho. Assim, sugerem-se novas pesquisas para desenvolvimento de produto comercial à base de extrato hidroalcoólico de crambe na concentração de 25%.
Abstract: Maize has been of great importance as a cereal for the whole Brazilian, but not all harvested grains are used immediately, so much of the production is stored. So, pests are among the factors that affect the quality of stored grains. Sitophilus zeamais has been one of the biggest causes of losses, both in quantitative and qualitative for grains and seeds. Thus, pesticides usually applied to control this weevil can poison the applicators and cause pest resistance or even environmental damage. Therefore, there is an investigation for less aggressive alternatives as a control, and one of them is applying plants with insecticidal or repellent potential. So, this trial aimed at evaluating the effect powder, aqueous extracts and hydroalcoholic extracts of Crambe abyssinica on their survival, emergence, mortality and attractiveness of Sitophilus zeamais, besides its effects on corn seeds treated with this extract. This research was divided into three stages: the first one tested powder and aqueous extracts of crambe at 0%, 1%, 2%, 3% and 4% concentrations in survival, emergence, mortality, attractiveness, repellency and insecticidal action. During the second stage, the same concentrations of crambe extract were tested as in the other ones, but with a hydroalcoholic extract; in order to evaluate survival, emergence, mortality and insecticidal effect on Sitophilus Zeamais. The best effective results were observed with the application of crambe hydroalcohol extracts. The third step evaluated the use of these hydroalcoholic extracts in the following concentrations: 0%, 5%, 15% and 25% concerning attractiveness and insecticidal effect on insects, besides the physiological quality of corn seeds. The obtained results allowed the following conclusions: 1. aqueous extract of crambe grains provides less survival and emergence percentages of Sitophilus zeamais as well as lower consumption of treated corn grains, in relation to the use of crambe grain powder. 2. The hydroalcoholic extract of crambe has insecticidal potential on Sitophilus zeamais, and as concentration increases, from 0 to 4%, the results are more effective. It is also less attractive to the insect, since it provided a decrease in the number of corn grains infested by the pest and the number of insects that emerged from these grains in relation to its non-use. 3. 25% concentration of hydroalcoholic extract in crambe grains yields a high mortality rate (65%); 4. 15% concentration of hydroalcoholic extract in crambe grains stimulates germination percentage, normal seedlings and mass of corn seedlings; 5. 25% concentration hydroalcoholic extract of crambe grains does not negatively influence germination or initial development parameters of maize; and 6. Maize treated with hydroalcohol extract of crambe, stored until 60 days, stimulates germination, mass and length of maize seedlings. Therefore, new research is suggested to develop commercial product based on hydroalcoholic extract of crambe at 25% concentration.
Keywords: Glucosinolato
Gorgulho do milho
Controle de pragas
Extratos vegetais
Glucosinolate
Maize weevil
Pest control
Plant extracts
CNPq areas: CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola
Campun: Cascavel
Citation: SIMONETTIi, Ana Paula Morais Mourão. Uso de crambe no controle de sitophilus zeamais mots. Em milho armazenado. 2017. 67 p. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2961
Issue Date: 7-Feb-2017
Appears in Collections:Doutorado em Engenharia Agrícola (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaPaula_Simonetti2016.pdf1.64 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.