Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2946
Tipo do documento: Dissertação
Title: As emoções e sentimentos na literatura infantil: perspectiva vigotskiana
Other Titles: Emotions and feelings in children's literature: vigostskiana perspective
Autor: Marçal, Cleonice 
Primeiro orientador: André, Tamara Cardoso
Primeiro membro da banca: Malanchen, Julia
Segundo membro da banca: Moura, Cynthia Borges de
Terceiro membro da banca: Chaves, Marta
Quarto membro da banca: Morais, Denise Rosana da Silva
Quinto membro da banca: Ozelame, Josiele Kaminski Corso
Resumo: A presente dissertação trata da teoria histórico-cultural de Lev Semenovich Vigotski e sua contribuição para a literatura infantil. Justifica-se tanto pela importância da teoria de Vigotski para a compreensão das relações entre emoções/sentimentos, literatura infantil e imaginação/criatividade, quanto pela necessidade de produção de práticas pedagógicas que levem as crianças a desenvolverem gosto pela leitura literária e compreensão das emoções/sentimentos. A pesquisa, de caráter bibliográfico e qualitativo, foi fundamentada na teoria de Vigotski (1994; 1998; 1999; 2000; 2003; 2004a; 2004b). Foi feita uma análise sobre como os livros de literatura infantil, destinados à faixa etária dos 3 aos 5 anos de idade, tematizam emoções e sentimentos. A pesquisa partiu do seguinte problema: como os livros de literatura infantil, acessíveis nas escolas públicas às crianças na faixa etária dos 3 aos 5 anos de idade, tematizam as emoções? O objetivo geral foi compreender as relações entre literatura infantil e desenvolvimento das emoções/sentimentos e criatividade/imaginação segundo a teoria de Vigotski. Para responder ao problema proposto, foram analisados os livros de literatura infantil distribuídos às escolas públicas de educação do Brasil, por meio do Programa Nacional de Biblioteca na Escola (PNBE/2014). Foi possível concluir que maior parte das obras de literatura infantil relaciona emoções e sentimentos como expressão estética e fruição das emoções. Apenas uma parcela mínima menciona os ensinamentos de ordem moral e comportamental. Também se verificou o emprego de palavras no aumentativo e diminutivo que denotam o exagero e textos curtos com a presença da onomatopeias. Na perspectiva Vigotskiana, a obra de arte que tem como finalidade o ensinamento de ordem moral e comportamental, pode provocar efeitos adversos. O papel da obra de arte deve ser a fruição estética, e não servir como pretexto para o ensino de determinado conteúdo.
Abstract: The current essay deals with the historical-cultural theory of Lev Semenovich Vygotsky and his contribution to children's literature. It is justified both by the importance of Vygotsky's theory for the comprehension of the relations between emotions/feelings, children's literature and imagination/creativity, and by the need to produce pedagogical practices which make the kids develop the liking for literary reading and comprehension of emotions/feelings. The research, of a bibliographical and qualitative character, was based on Vygotsky's theory (1994; 1998; 1999; 2000; 2003; 2004a; 2004b). An analysis was made of how children's literature books, destined to the age group from 3 to 5 years old, approach emotions and feelings. The research started with the following problem: how do children's books accessible to children in the age range from 3 to 5 years of age in public schools, approach the emotions? The general objective was to understand the relationships between children's literature and the development of emotions / feelings and creativity/imagination according to Vygotsky's theory. In order to respond to the proposed problem, the children's literature books distributed to public schools of education in Brazil were analyzed through the National Library in School Program (PNBE / 2014). It was possible to conclude that most books of children's literature relate emotions and feelings as aesthetic expression and enjoyment of emotions. Only a minimal portion mentions moral and behavioral teachings. It was also verified the use of words in augmentative and diminutive forms that denote exaggeration and short texts with the presence of onomatopoeia. In the Vygotskian perspective, the work of art that has as its purpose the teaching of moral and behavioral order can cause adverse effects. The role of the work of art should be aesthetic enjoyment, and not serve as a pretext for teaching a certain content.
Keywords: Teoria histórico-cultural
Literatura infantil
Teoria das emoções
Historical-cultural theory
Children's literature
Emotion Theory
CNPq areas: Ciências, Linguagens, Tecnologias e Cultura
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação, Letras e Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Ensino
Campun: Foz do Iguaçu
Citation: MARÇAL, Cleonice. As emoções e sentimentos na literatura infantil: perspectiva vigotskiana. 2017. 167 f. Dissertação (Mestrado em Ensino) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Foz do Iguaçu, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2946
Issue Date: 3-Feb-2017
Appears in Collections:Mestrado em Ensino (FOZ)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cleonice_Marcal_2017.pdf4.11 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons