Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2489
Tipo do documento: Dissertação
Title: Representações da Alteridade: Contornos Históricos e Escrita do Eu em La Razón de Mi Vida.
Autor: Fachin, Paulo Cesar 
Primeiro orientador: Alves, Lourdes Kaminski
Resumo: Esta pesquisa tem como proposta realizar um estudo sobre a obra La razón de mi vida (1951), livro cuja autoria, ou papel de ghost-writer é tributado a Manuel Penella da Silva, jornalista espanhol, segundo estudiosos sobre o mito de Eva Perón, a exemplo do sociólogo Horacio González (2009). O livro foi publicado na Argentina, trata-se de obra de caráter autobiográfico que ratifica a imagem de uma mulher que se tornou um ícone do peronismo de visão quase messiânica no contexto latino. A representação de Eva Perón evoca também considerações de gênero, ou seja, revela a consciência de uma mulher que transgrediu os padrões de uma época, conseguindo transformar-se em líder de um movimento político, o movimento do partido peronista, movimento este que surgiu na Argentina na década de 1940, quando o país esteve sobre o comando dos militares. Desde a sua morte, em 26 de julho de 1952, a história de Eva Perón ou Evita foi escrita e reescrita por historiadores e romancistas. Além disso, muitos escritores se ofereceram como testemunha para contribuir na escrituração desta história, colaborando para a continuidade deste mito e na recriação de sua imagem, sempre dialogando com sua autobiografia. La razón de mi vida permitiu a Eva Perón incrustar no âmbito discursivo sua autorrepresentação como mulher de Estado. Nesta dissertação, a obra é estudada na condição de gênero autobiográfico e se investigam as relações históricas, literárias e ideológicas que tal gênero pode estabelecer, a partir dos pressupostos teóricos de Lejeune (1975), May (1979), Pouillon (1974), Bakhtin (2000), Rodrigues (2007) entre outros. Interessa-nos analisar como a escrita do eu se manifesta e se configura na obra através de uma estrutura composta por relatos de experiência do cotidiano que acabam por revelar presente e passado, individual e coletivo.
Abstract: This essay s main purpose was to make a study about the book La razón de mi vida (1951) of Eva Perón (The reason of my life), whose authorship or ghostwriter, was attributed to Manuel Penella da Silva, a Spanish writer that according to scholars about the myth of Eva following the example of the sociologist Horacio González (2009). The book that was published in Argentina is an autobiography that ratifies an image of a woman that became an icon of the Peronism of an almost messianic vision within the Latin context. The representation of Eva Perón also evokes some consideration of gender, in other words, it reveals the conscience of a woman that broke behavior patterns of an era, even managing to become the leader of a political movement. The political movement in question took place in Argentina in the 40 s when the country was under the command of the military. Since her in in July 26th 1952, the story of Eva Perón or Evita has been written and rewritten by historians and novelists. Furthermore, many writers have offered themselves as witnesses in order to contribute to the writing of this story and also contributing to this living myth and also to the recreation of its image, always in constant dialogue with its biography. La razón de mi vida has allowed Eva Perón to be part of the discursive context of her auto representation as a Political woman. In this essay, the book is studied as an autobiographical work and all the historical relationships are investigated as well as the literary and ideological aspects that such genre could establish, through some scholars such as Lejeune (1975), May (1979), Pouillon (1974), Bakhtin (2000), Rodrigues (2007) and others. It is of high interest to analyze how the written of the self is manifested and is shown within the book through a structure which is made of everyday life reports that end up revealing the present as well as the past in a individually and collectively way.
Keywords: La razón de mi vida
gênero autobiográfico
relações históricas
alteridade
La razón de mi vida
autobiographical genre
historical relations
otherness
CNPq areas: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Linguagem e Sociedade
Program: Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Letras
Citation: FACHIN, Paulo Cesar. Representações da Alteridade: Contornos Históricos e Escrita do Eu em La Razón de Mi Vida.. 2009. 99 f. Dissertação (Mestrado em Linguagem e Sociedade) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2489
Issue Date: 15-Dec-2009
Appears in Collections:Mestrado em Letras (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
paulo_fachin.pdf517.08 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.