Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2425
Tipo do documento: Tese
Title: Políticas linguísticas e educacionais: o ensino de língua alemã em Marechal Cândido Rondon, Paraná
Other Titles: Language and education policies: the teaching of German in Marechal Cândido Rondon, Paraná
Autor: Martiny, Franciele Maria 
Primeiro orientador: Borstel, Clarice Nadir Von
Primeiro membro da banca: Pereira, Maria Ceres
Segundo membro da banca: Jung, Neiva Maria
Terceiro membro da banca: Damke, Ciro
Quarto membro da banca: Costa-hübes, Terezinha da Conceição
Quinto membro da banca: Busse, Sanimar
Resumo: Esta tese aborda o ensino de língua alemã em Marechal Cândido Rondon, Paraná, Brasil, desde o momento da colonização do município, no início da década de 1950, até a atualidade. Ressalta-se que se trata de uma localidade colonizada, em sua grande maioria, por imigrantes alemães e seus descendentes vindos de regiões germânicas da Europa, do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Devido a este contexto, a língua alemã sempre esteve presente no município, mas tem sido cada vez menos falada e ouvida. Recentemente, o Governo Estadual tem possibilitado políticas de resgate das línguas de imigrantes com a oferta da língua alemã na Universidade local, no curso de licenciatura em Letras Português/Alemão, e no ensino extracurricular, no CELEM. Todavia, a procura de alunos é pequena e a evasão acontece frequentemente, colocando em risco a continuidade de ambos os cursos. A partir dessa problemática, esta tese tem como propósito verificar as políticas linguísticas e educacionais inseridas no contexto sócio-histórico e cultural do referido município para averiguar o motivo pelo qual o planejamento linguístico do Estado não estar tendo resultados positivos na comunidade. Para tanto, a pesquisa tem como abordagem epistemológica o interacionismo por meio de estudos do Círculo de Bakhtin sobre língua e linguagem, dialogando com a Linguística Aplicada (LA) e com a Sociolinguística, com atenção voltada a contextos sobre políticas linguísticas e educacionais de minorias linguísticas. A metodologia de pesquisa, pela perspectiva interpretativista, consiste na análise documental relativa ao ensino da referida língua em colégios e escolas que a ofertaram, na realização de entrevistas com professores, alunos e diretores que participaram de variados momentos desse histórico do ensino no município, e na vivência pessoal da pesquisa, com dados quantitativos e qualitativos. Os resultados apontam que a falta de políticas linguísticas e educacionais locais voltadas ao ensino formal de alemão, ao longo da história do município, tem contribuído para o enfraquecimento da língua de imigração, que nunca esteve presente na grade curricular, embora haja a Lei municipal no 3922, de 2008, e outras práticas culturais germânicas. No caso dos cursos existentes, universitário e CELEM, os fatores que influenciam diretamente para a não permanência de alunos envolvem a metodologia de ensino e de aprendizagem, pois a língua de imigração é ensinada na modalidade de língua estrangeira, sem um trabalho efetivo com questões culturais e locais, que poderiam desconstruir mitos, preconceitos e atitudes negativas que permeiam o contato entre as línguas e suas variedades. Portanto, sente-se a necessidade da implantação de políticas linguísticas e educacionais, por meio de um trabalho intenso voltado à diversidade linguística e cultural regional que minimize o conflito diglóssico e promova o fortalecimento do bilinguismo na sociedade com o envolvimento maior da comunidade
Abstract: This thesis addresses the teaching of German in Marechal Cândido Rondon, Paraná, Brazil, covering the time from the colonization of the locality, in the beginning of the 1950s, until today. The locality was colonized mostly by German immigrants and descendants coming from Germanic regions in Europe and from the Brazilian states of Rio Grande do Sul and Santa Catarina. Due to this context, the German language was always present in the city, but it has been decreasingly spoken and heard. Recently, the state government has enabled policies for reviving the immigrant languages by offering German courses both in the degree course in Portuguese/German Languages at the local university and in extracurricular classes at CELEM. Nevertheless, the demand of students is minimal and evasion is frequent, threatening the continuity of both courses. Based on this problem, this thesis aims to analyze the language and education policies implemented in the socio-historical and cultural context of that city in order to examine the reason for the state language planning not obtaining positive results in the community. In order to achieve this goal, the epistemological approach in this study is based on interactionism from language studies by the Bakhtin Circle, connected with Applied Linguistics (AL) and Sociolinguistics, focusing on contexts of language and education policies for linguistic minorities. The research methodology, under the interpretive perspective, consists of document analysis on the German teaching in the schools that used to offer it, interviews with teachers, students and directors who participated in various moments of the history of teaching in the locality, and personal experience during research, with quantitative and qualitative data. The results show that the lack of language and education policies for formal teaching of German throughout the local history has contributed to the decline of the immigration language, which was never present in the curriculum at a municipal level, despite the existence of the Municipal Law n. 3922, from 2008, and other Germanic cultural practices. In the case of the existing courses at the university and at CELEM, the factors that influence directly to the non-permanence of students involve teaching and learning methodology, since the immigration language is taught as a foreign language without an effective approach to cultural and local issues, which could deconstruct myths, prejudices and negative attitudes that permeate the contact between languages and their varieties. Therefore, there is the need to set language and education policies through intensive work focused on regional linguistic and cultural diversity in order to minimize the diglossic conflict and promote the strengthening of bilingualism in society with greater community involvement
Keywords: Políticas Linguísticas
Políticas Educacionais
Língua de imigração
Ensino de Língua Alemã
Language Policies
Education Policies
Immigration Languages
German Language Teaching
CNPq areas: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Linguagem e Sociedade
Program: Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Letras
Citation: MARTINY, Franciele Maria. Language and education policies: the teaching of German in Marechal Cândido Rondon, Paraná. 2015. 322 f. Tese (Doutorado em Linguagem e Sociedade) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2425
Issue Date: 20-Feb-2015
Appears in Collections:Doutorado em Letras (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Franciele_ Maria Martiny.pdf6.42 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.