Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/715
Tipo do documento: Dissertação
Title: Atividade do sistema antioxidante e efeitos neurotóxicos em larvas de Rhamdia quelen em exposição aguda ao glifosato
Other Titles: Antioxidant system activity and neurotoxic effects in larvae of rhamdia quelen in acute exposure to glyphosate
Autor: Sobjak, Thaís Maylin 
Primeiro orientador: Guimarães, Ana Tereza Bittencourt
Primeiro coorientador: Romão, Silvia
Primeiro membro da banca: Kadowaki, Marina Kimiko
Segundo membro da banca: Silva, Cesar Aparecido da
Resumo: O avanço das técnicas agrícolas possibilitou melhoria e maior produtividade de alimentos, mas também fez com que o uso exacerbado e inadequado de agroquímicos promovesse efeitos agudos a espécies não-alvo. Os agrotóxicos são os agentes de maior potencial na degradação dos ambientes aquáticos, já que, por meio do deflúvio superficial de áreas agrícolas, escoam substâncias orgânicas ou inorgânicas, naturais ou sintéticas. Dentre os agrotóxicos mais utilizados atualmente pode-se citar o herbicida não-seletivo glifosato e compostos organofosforados. Para se compreender e prevenir os danos causados ao ambiente, pesquisadores têm utilizado múltiplos biomarcadores como uma ferramenta eficaz para avaliação de contaminação ambiental. O presente estudo foi dividido em dois estudos: um experimento manipulativo e outro natural. O primeiro estudo teve por objetivo investigar os efeitos neurotóxicos e sobre o sistema em larvas de Rhamdia quelen expostas a concentração subletal de glifosato. Neste estudo foi possível concluir que, apesar dos animais expostos ao glifosato terem maior porcentagem de sobrevivência, ocorreu uma indução precoce da atividade colinesterásica e do sistema antioxidante, seguido da dificuldade de manutenção das atividades do sistema antioxidante nos horários posteriores, resultando em uma maior lesão ao nível celular. O estresse que os animais sofreram ao serem expostos ao herbicida glifosato provoca uma alteração no seu metabolismo sendo característica de resistência elástica. No segundo estudo, o objetivo proposto foi avaliar alterações neurotóxicas e do sistema antioxidante em R. branneri presentes em riachos com diferentes níveis de contaminação ambiental nos períodos de outono e inverno. Nesta análise, a resposta dos biomarcadores está relacionada à variação temporal, e possivelmente à exposição desses animais à agrotóxicos. Com os resultados obtidos observou-se que, a biota local respondeu de forma diferente em cada estação, sinalizando que a fauna está em contato com agentes oxidantes e colinesterásicos no período de outono, quando há maior frequência de plantio e uso de agrotóxicos
Abstract: The advancement of agricultural techniques has enabled improvement and greater productivity, but also made the use of agrochemicals and inadequate in promoting exaggerated acute effects to non-target species. The pesticides are agents of greatest potential in degradation of aquatic environments, since, through the flood of agricultural areas, flowing organic or inorganic substances, natural or synthetic. Among the pesticides most used currently, include the non-selective herbicide glyphosate and organophosphorus compounds. To understand and prevent the damage caused to the environment, researchers have used multiple biomarkers as an effective tool for evaluation of environmental contamination. This study was divided into two studies: a manipulative experiment and other natural. The first study aimed to investigate the neurotoxic effects and about the system in larvae of Rhamdia quelen exposed to sublethal concentration of glyphosate. In this study it was possible to conclude that, in spite of the animals exposed to glyphosate having highest percentage of survival, there was an early induction of cholinesterase activity and antioxidant system, followed by the difficulty of maintaining the activities of antioxidant system in later times, resulting in a greater injury at the cellular level. The stress that animals suffer when they are exposed to the herbicide glyphosate causes a change in your metabolism being characteristic of elastic resistance. In the second study, the objective was to evaluate changes in antioxidant system and neurotoxic R. branneri present in streams with different levels of environmental contamination during autumn and winter. In this analysis, the response of biomarkers is related to the temporal variation, and possibly the exposure of these animals to pesticides. With the results obtained showed that the local biota responded differently in each season, signaling that the fauna is in contact with oxidizing agents and cholinesterasic in the period of autumn, when there is increased frequency of planting and use of pesticides
Keywords: Herbicida
Organofosforado
Jundiá
Sazonalidade
Larvicultura
Herbicide
Organophosphate
Silver catfish
Seasonality
Larviculture
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Conservação e Manejo de Recursos Naturais
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Conservação e Manejo de Recursos Naturais
Citation: SOBJAK, Thaís Maylin. Antioxidant system activity and neurotoxic effects in larvae of rhamdia quelen in acute exposure to glyphosate. 2016. 60 f. Dissertação (Mestrado em Conservação e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/715
Issue Date: 8-Dec-2016
Appears in Collections:Mestrado em Conservação e Manejo de Recursos Naturais (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Thais_ Sobjak.pdf1.8 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.