Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/648
Tipo do documento: Dissertação
Title: Estudo morfológico e morfométrico das fibras musculares e junções neuromusculares do músculo sóleo de ratos em diferentes idades submetidos à restrição proteica materna
Other Titles: Morphological and morphometric study of muscle fibers and neuromuscular junctions of the soleus muscle of rats at different ages subjected to maternal protein restriction
Autor: Confortim, Heloisa Deola 
Primeiro orientador: Torrejais, Marcia Miranda
Resumo: Condições nutricionais maternas inadequadas podem predispor ao aparecimento de alterações neuromusculares na prole, um fenômeno conhecido como programação fetal. Nesse contexto, o presente estudo teve como objetivo avaliar os efeitos da restrição proteica materna, durante os períodos gestacional e de lactação, sobre as fibras musculares e junções neuromusculares (JNMs) do músculo sóleo dos filhotes aos 21 e 365 dias de idade. Ratos Wistar machos foram separados em dois grupos experimentais: Controle (GC) - prole de mães alimentadas com ração normoproteica (17%) e restrito (GR) - prole de mães alimentadas com ração hipoproteica (6%). Os filhotes foram mantidos com a mãe durante o período de lactação (21 dias) e, após o desmame, parte dos machos de cada grupo foi eutanasiado para a coleta de amostras do músculo sóleo. Os demais filhotes receberam ração padrão ad libitum até os 365 dias, quando também foram eutanasiados. Amostras do músculo sóleo dos animais com 21 dias de idade foram coletadas para análise das fibras musculares (através da coloração em HE e ultraestrutura) e das JNMs (técnica de Esterase-Inespecífica). Nos animais com 365 dias de idade, amostras do músculo sóleo foram obtidas para análise das fibras musculares (através da coloração em HE, reação de NADH-TR e ultraestrutura), quantificação de colágeno intramuscular (coloração Picrosirius-red) e também para a análise das JNMs (técnica de Esterase-Inespecífica). Quanto aos resultados, aos 21 dias de idade as fibras musculares apresentaram-se imaturas, com a presença de miotubos, núcleos centrais, fibras fetais e fibroblastos nos dois grupos experimentais. Foi observado um aumento na quantidade de fibras musculares e de núcleos no GR em comparação ao GC. Fibras musculares com miofibrilas rarefeitas ou frouxamente arranjadas, linha Z desorganizada e núcleos em posição central também foram observadas nos GC e GR. Em relação as JNMs, o GR apresentou redução na área, diâmetro maior e menor quando comparadas ao GC. Aos 365 dias, o GR apresentou redução na área da secção transversal das fibras tipo I e IIa, além de um aumento nas fibras tipo IIb. A porcentagem de colágeno intramuscular foi menor no GR. Também foi observada uma desorganização das miofibrilas e da linha Z em nível ultraestrutural, com a presença de aglomerados de mitocôndrias nos dois grupos estudados. Quanto às JNMs, foi observada uma redução na área e diâmetro menor, além de um aumento no diâmetro maior no GR comparado ao GC. Estes resultados indicam que a restrição proteica materna afeta a morfologia e morfometria das fibras musculares e JNMs. Tais alterações são detectáveis precocemente e perduram ao longo da vida adulta e senescência, parecendo ser irreversíveis
Abstract: Inadequate maternal nutritional may predispose to neuromuscular disorders in the offspring, a phenomenon known as fetal programming. In this context, the present study aimed to evaluate the effects of maternal protein restriction (during pregnancy and lactation) on muscle fibers and neuromuscular junctions (NMJs) of the soleus muscle from pups at 21 and 365 days old. Male Wistar rats were divided in two experimental groups: Control (CG) - offspring of mothers fed a normal protein diet (17%) and restricted (RG) - offspring of mothers fed a low protein diet (6%). All pups were maintained with their mothers during the lactation period (21 days) and after weaning, one part of males from each group were euthanized to collect samples of the soleus muscle. The remaining rats received standard food ad libitum until 365 days, when they were also euthanatized. The samples of the soleus muscle from animals with 21 days old were collected for analysis of muscle fibers (by HE staining and ultrastructure) and NMJs (by Nonspecific Esterase technique). In animals with 365 days of age, soleus muscle samples were obtained for verification of muscle fibers (by HE staining, NADH-TR reaction and ultrastructure), quantification of intramuscular collagen (picrosirius red staining) and also for analysis of NMJs (Nonspecific Esterase technique). Regarding the results, at 21 days muscle fibers was immature and the presence of myotubes, central nuclei, fetal fibres and fibroblasts were observed in both experimental groups. An increase in the number of muscle fiber and nuclei in the RG compared to controls was observed. Muscle fibers with rarefied or loosely arranged myofibrils, Z-line disorganized and nuclei in central position were observed in CG and RG. Regarding the NMJs, the RG showed a decreased in area, larger and smaller diameter compared to the CG. At 365 days, the RG showed a decrease in the cross sectional area in type I and IIa fibers, associated with an increase in type IIb fibers. The percentage of intramuscular collagen was lower in RG. Myofibrils and Z line disorganization was also observed at ultrastructural level, with the presence of mitochondria clusters in both groups studied. A reduction in the area and smaller diameter of NMJs was observed in the GR, along with an increase in the larger diameter of these structures compared to CG. These results indicate that maternal protein restriction affects the morphology and morphometry of the neuromuscular junctions and muscle fibers. Such changes can be detected early and persist throughout adulthood and senescence, seeming irreversible
Keywords: programação fetal
proteínas
músculo esquelético
fetal programming
proteins
skeletal muscle
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Biologia, processo saúde-doença e políticas da saúde
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biociências e Saúde
Citation: CONFORTIM, Heloisa Deola. Morphological and morphometric study of muscle fibers and neuromuscular junctions of the soleus muscle of rats at different ages subjected to maternal protein restriction. 2014. 113 f. Dissertação (Mestrado em Biologia, processo saúde-doença e políticas da saúde) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/648
Issue Date: 14-Feb-2014
Appears in Collections:Mestrado em Biociências e Saúde (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Heloisa Confortim.pdf5.27 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.