Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4816
Tipo do documento: Dissertação
Title: Características biométricas, produtivas e fisiológicas da soja submetida a inoculação e co-inoculação com Bradyrhizobium japonicum e Azospirillum brasilense
Autor: Suss, Anderson Daniel 
Primeiro orientador: Guimarães, Vandeir Francisco
Primeiro membro da banca: Costa, Antonio Carlos Torres da
Segundo membro da banca: Rampim, Leandro
Resumo: A soja demanda grande quantidade de nitrogênio uma vez que o elemento constitui aminoácidos, proteínas e lipídios. Além da grande demanda por nitrogênio, a soja também necessita de uma boa disponibilidade hídrica, uma vez que apresenta uma baixa eficiência no uso da água por se tratar de uma planta com metabolismo C3. Diante da demanda por nitrogênio e água, práticas que aumentam a eficiência na utilização desses recursos são estudadas, dentre elas as bactérias fixadoras de nitrogênio e as promotoras de crescimento vegetal, sendo o Bradyrhizobium japonicum e o Azospirillum brasilense as mais estudadas. Desta forma, o estudo objetivou avaliar o comportamento das características biométricas, produtivas e fisiológicas da soja em função da inoculação e a co-inoculação com Bradyrhizobium japonicum e Azospirillum brasilense. Foi utilizado delineamento em blocos ao acaso, com 04 tratamentos (Testemunha; Inoculação de B. japonicum via sementes; Inoculação com Azospirillum brasilense via sementes e co-inoculação de B. japonicum + A. brasilense via sementes) e 06 repetições. Em cultivo protegido no estádio R3, foram avaliados as características biométricas e os componentes da produção e a produtividade por vaso. A campo, foram avaliados os componentes da produção e a produtividade da cultura. Em R3 e R6 foram efetuadas análises de trocas gasosas da soja submetida ao déficit hídrico, sendo em R3, determinado o teor relativo de água (TRA), análise do teor foliar de nutrientes e o índice SPAD. No experimento em vasos foram observadas diferenças para a inoculação e co-inoculação para o diâmetro de coleto, número de nódulos por planta, massa seca de raiz e massa seca total. As bactérias B. japonicum e A. brasilense elevaram o TRA e a taxa de fotossintética da soja em R3. A inoculação com A. brasilense se mostrou capaz de aumentar a eficiência de assimilação do CO2. Em R6 a inoculação com A. brasilense também promoveu ganhos na fotossíntese. A campo, a altura das plantas e a produtividade foram afetadas positivamente pelo uso de B. japonicum, A. brasilense e co-inoculação. Diante dos resultados observados, pode-se concluir que a inoculação com B. japonicum e A. brasilense e a co-inoculação, afetam positivamente as características biométricas em condição de vaso, mas não afeta os componentes da produção e produtividade da soja, por outro lado os tratamentos com B. japonicum e a co-inoculação influenciam a produtividade da cultura nas condições de campo com aumento de 31%. A inoculação com B. japonicum, A. brasilense e co-inoculação elevam o teor relativo de água no estádio fenológico R3 da soja em 13,58, 22,19 e 18% respectivamente. A inoculação das sementes com B. japonicum resultou em maior acúmulo foliar de N e Mg, com incrementos de 47,6 e 42,78% respectivamente, incrementando o teor de clorofila da soja em 6,51%. O uso das bactérias B. japonicum e A. brasilense em inoculação ou co-inoculação promoveu aumento nas taxas fotossintéticas da soja sob a condição de déficit hídrico.
Abstract: Soy demands a large amount of nitrogen since the element constitutes amino acids, proteins and lipids. In addition to the high demand for nitrogen, soybeans also need good water availability, since they have a low efficiency in the use of water because it is a plant with C3 metabolism. In view of the demand for nitrogen and water, practices that increase efficiency in the use of these resources are studied, including nitrogen-fixing bacteria and plant growth promoters, with Bradyrhizobium japonicum and Azospirillum brasilense being the most studied. Thus, the study aimed to evaluate the behavior of the biometric, productive and physiological characteristics of soybean as a function of inoculation and co-inoculation with Bradyrhizobium japonicum and Azospirillum brasilense. A randomized block design was used, with 04 treatments (Control; B. japonicum inoculation via seeds; Inoculation with Azospirillum brasilense via seeds and co-inoculation of B. japonicum + A. brasilense via seeds) and 06 repetitions. In protected cultivation at the R3 stage, biometric characteristics and production components and productivity per pot were evaluated. In the field, production components and crop productivity were evaluated. In R3 and R6, gas exchange analyzes of soybean submitted to water deficit were performed, in R3 the relative water content (TRA) was determined, the analysis of the leaf nutrient content and the SPAD index. In the pot experiment, differences were observed for inoculation and co-inoculation for the stem diameter, number of nodules per plant, root dry matter and total dry matter. The bacteria B. japonicum and A. brasilense increased the TRA and the photosynthetic rate of soy in R3. The inoculation with A. brasilense proved to be able to increase the efficiency of CO2 assimilation. In R6, inoculation with A. brasilense also promoted gains in photosynthesis. In the field, plant height and productivity were positively affected by the use of B. japonicum, A. brasilense and co-inoculation. In view of the observed results, it can be concluded that inoculation with B. japonicum and A. brasilense and co-inoculation, positively affect biometric characteristics in pot condition, but do not affect the components of soybean production and productivity, on the other hand. On the other hand, treatments with B. japonicum and co-inoculation influence the productivity of the culture in the field conditions with an increase of 31%. Inoculation with B. japonicum, A. brasilense and co-inoculation increase the relative water content in the phenological stage R3 of soybeans by 13.58, 22.19 and 18% respectively. The inoculation of seeds with B. japonicum results in a greater leaf accumulation of N and Mg, with increments of 47.6 and 42.78% respectively, increasing the chlorophyll content of the soybean by 6.51%. The use of the bacteria B. japonicum and A. brasilense in inoculation or co-inoculation promoted an increase in photosynthetic rates of soybean under the condition of water deficit.
Keywords: Fixação biológica de nitrogênio
Fotossíntese
Déficit hídrico
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: SUSS, Anderson Daniel. Características biométricas, produtivas e fisiológicas da soja submetida a inoculação e co-inoculação com Bradyrhizobium japonicum e Azospirillum brasilense. 2020. 76 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4816
Issue Date: 21-Feb-2020
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Anderson_Suss_2020.pdf830.58 kBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons