Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4441
Tipo do documento: Tese
Title: Modulações anatômicas, bioquímicas e fotossintéticas mediadas por Azospirillum brasilense inoculado via semente e pulverização foliar em milho
Autor: Battistus, Andre Gustavo 
Primeiro orientador: Guimarães, Vandeir Francisco
Primeiro coorientador: Rodrigues, João Domingos
Primeiro membro da banca: Guimarães, Vandeir Francisco
Segundo membro da banca: Kuhn, Odair José
Terceiro membro da banca: Stangarlin, José Renato
Quarto membro da banca: Fiorenze, Samuel Luiz
Quinto membro da banca: Braccini, Alessandro Lucca
Resumo: A utilização de bactérias promotoras de crescimento vegetal tem ganhado destaque devido à procura por tecnologias sustentáveis que incrementem a produção agrícola mundial, podendose destacar o gênero Azospirillum como o mais difundido. Bactéria de hábito rizosférico, apresenta também capacidade para colonizar tecidos de parte aérea, abrindo portas à possibilidade para distribuição via pulverizações na parte aérea, proporcionando efeitos semelhantes aos desencadeados por inoculações via semente. Deste modo, objetivou-se elucidar efeitos bioquímicos, fotossintéticos, anatômicos, morfofisiológicos e produção da cultura do milho inoculada por Azospirillum brasilense via semente e/ou pulverização foliar. Cinco ensaios foram conduzidos, quatro em nível de campo e outro em condições de vaso visando avaliar os tratamentos: controle; inoculação de A. brasilense via semente; pulverização foliar de A. brasilense; e inoculação via semente aliado à pulverização foliar de A. brasilense. Em ensaio em vasos, ao estádio V12, induzindo restrição hídrica, e ao estádio R3, com adequada disponibilidade hídrica, efetuaram-se avaliações de trocas gasosas ao longo do dia, aliadas a coletas foliares para análises bioquímicas da atividade de enzimas antioxidantes, e análise de turgor celular e estabilidade de membranas ao estádio V12. Determinou-se, também, teor de pigmentos fotossintéticos, trocas gasosas em função da luminosidade (V12 e R3) e concentração de CO2(R3). Ao V12 foram coletadas amostras para determinações anatômicas inerentes a vasos condutores, estômatos e lignina, e avaliado a fluorescência da clorofila a. Ao final do ciclo determinou-se índice SPAD. Os ensaios em nível de campo foram instalados em duas safras e locais, visando avaliar componentes da produção e produtividade da cultura. Volume, massa de raiz e massa total foram incrementados pela inoculação + pulverização. A utilização de A. brasilense elevou o número e diâmetro interno de vasos do metaxilema radicular. Os vasos do protoxilema tiveram área de transporte aumentada, e o floema teve número, diâmetro e área elevados. O número de vasos do floema foi elevado pela bactéria na folha. A epiderme adaxial e limbo foliar espessaram-se, assim como o número de estômatos aumentou. A lignina radicular foi reduzida pelas inoculações, porém, estimulada nas folhas pela combinação das aplicações. A pulverização elevou a eficiência do fotossistema II em aproveitar elétrons e repassá-los mais eficientemente para a assimilação líquida de CO2. A falta de água reduziu fotossíntese, porém A. brasilense sustentou maiores teores foliares de água e maior transpiração, facilitando aporte de CO2, evitando maiores reduções na fotossíntese. A atividade antioxidante foi impulsionada por ambas aplicações, principalmente nos momentos de alta luminosidade, prosseguindo até o entardecer. A inoculação e pulverização possibilitaram maior fotossíntese em elevadas luminosidades. A atividade das enzimas carboxilativas elevaram-se sob elevadas concentrações de CO2 intercelular. Fotossíntese e transpiração foram maiores nas folhas próximas à espiga, quando pulverizado A. brasilense. O teor de pigmentos fotossintéticos foliares não variou durante o ciclo, porém, todos os tratamentos proporcionaram efeito stay-green ao final do mesmo. Não houve efeitos na produtividade. Os resultados reafirmam o papel de A. brasilense na maior exploração solo, e indicam seu estímulo no aproveitamento dos recursos ambientais, incremento da fotossíntese e efeito stay-green, promovidos pela inoculação via semente, porém com melhor desempenho para a pulverização foliar de A. brasilense.
Abstract: The use of plant growth promoting bacteria has been highlighted due to the search for sustainable technologies that could increase the world agricultural production, being able to emphasize the genus Azospirillum as the most widespread. Rhizospheric bacteria habit also presents ability to colonize shoot tissues, opening doors for distribution through sprays in foliar tissues, providing effects similar to those triggered by inoculations via seed. The objective of this study was to elucidate the biochemical, photosynthetic, anatomical, morphophysiological and yield effects in corn inoculated with Azospirillum brasilense applied by seed and/or foliar spraying. Five trials were conducted, four at field level and another under controlled substrate conditions to evaluate the treatments: control; A. brasilense seed inoculation; A. brasilense foliar spraying; and seed inoculation allied to foliar spraying of A. brasilense. In a controlled substrate experiment, at V12 stage, with inducing water restriction, and at the R3 stage, with adequate water availability, gas exchange evaluations were carried out throughout the day, together with collect of leaf samples for biochemical analysis of the activity of antioxidant enzymes, and analysis of cell turgor and stability of membranes in V12 stage. It was also determined the content of photosynthetic pigments, gas exchange as a function of luminosity(V12 and R3) and concentration of CO2(R3). In the V12stage, collected samples for anatomical determinations inherent to conducting vessels, stomata and lignin, and evaluated the of Chlorophyll a fluorescence. At the end of the cycle, SPAD index was determined. The fieldlevel trials were carried out in two harvests and sites, aiming to evaluate production components and crop productivity. Volume, root mass and total mass were increased by inoculation + spraying. The use of A. brasilense increased the number and internal diameter of vessels of the root metaxylem. The protoxylem vessels had increased transport area, and the phloem had elevated number, diameter and area. Number of phloem vessels was raised by the spraying bacteria. The adaxial epidermis and leaf limbus thickened, just as the number of stomata as increased. The root lignin was reduced by the inoculations but stimulated in the leaves by the combination of the applications. Spraying increased the efficiency of photosystem II in harnessing electrons and passing them more efficiently to the net assimilation of CO2. The lack of water reduces photosynthesis, but A. brasilense sustains high levels of leaf water contents, greater transpiration facilitating the contribution of CO2 and avoiding greater reductions in photosynthesis. The antioxidant activity is driven by both applications, especially in the high light moments, continuing until dusk. The inoculation and spraying made possible greater photosynthesis in high luminosities. Activity of the carboxylic enzymes improved under high concentrations of intercellular CO2. Photosynthesis and transpiration were higher in leaves near the spike when sprayed A. brasilense. The pigment content did not change during the cycle, but all the treatments provided a stay-green effect at his end. There were no effects on productivity. The results reaffirm the role of A. brasilense in the greater soil exploration and indicate its stimulation in the use of environmental resources, increase of photosynthesis and stay-green effect, promoted by inoculation, and with a better performance by A. brasilense foliar spraying.
Keywords: Bactérias promotoras de crescimento vegetal
Fluorescência da clorofila a
Hormônios vegetais
Estresse hídrico
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: BATTISTUS, Andre Gustavo. Modulações anatômicas, bioquímicas e fotossintéticas mediadas por Azospirillum brasilense inoculado via semente e pulverização foliar em milho. 2019. 170 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4441
Issue Date: 22-Feb-2019
Appears in Collections:Doutorado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andre_Battistus_2019.pdf3.98 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons