Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4023
Tipo do documento: Tese
Title: Alterações fisiológicas, anatômicas e produtivas do feijoeiro induzidas por Trichoderma spp. E fosfito de potássio em resposta ao ataque de Colletotrichum lindemuthianum
Autor: Figueira , Eliana Peliçon Pereira 
Primeiro orientador: Kuhn, Odair José
Primeiro membro da banca: Kuhn, Odair José
Segundo membro da banca: Guimarães, Vandeir Francisco
Terceiro membro da banca: Tsutsumi, Cláudio Yuji
Quarto membro da banca: Portz, Roberto Luis
Quinto membro da banca: Nozaki, Márcia de Holanda
Resumo: No Brasil, a cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) apresenta grande importância socioeconômica, sendo o país um dos maiores produtores mundiais de feijão. Dentre os obstáculos do cultivo do feijoeiro estão as doenças de origem biótica, em destaque a antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum lindemuthianum, podendo levar a perdas significativas na produtividade. A indução de resistência constitui uma alternativa ao controle da antracnose no feijoeiro. Dessa forma, o presente estudo teve por objetivo verificar a eficiência de isolados de Trichoderma spp. e fosfito de potássio no controle da antracnose, avaliar e identificar as respostas anatômicas e histológicas da indução de resistência no feijoeiro (P. vulgaris) em resposta ao ataque do C. lindemuthianum, bem como avaliar aspectos fisiológicos e produtivos da cultura. Os tratamentos consistiram de dois isolados: T. harzianum (isolado TOD1) e T. virens (isolado TM4), do fertilizante foliar Fosfito de Potássio Fertilis® e do tratamento com água destilada (controle). Os indutores foram aplicados no feijoeiro isoladamente ou combinados, constituindo cinco tratamentos mais o tratamento controle. Os seis tratamentos foram avaliados na ausência e presença de C. lindemuthianum em esquema fatorial (6x2). Mediante os tratamentos realizados, avaliou-se a severidade da antracnose no feijoeiro; as alterações anatômicas e histológicas da folha, raiz e caule; os teores de compostos fenólicos e lignina nas folhas; as trocas gasosas; localização de H2O2; deposição de lignina e resposta de hipersensibilidade em hipocótilo de feijoeiro por colorações histoquímicas; e os parâmetros agronômicos da cultura. Em condições de casa de vegetação verificou-se que o fosfito de potássio e as combinações de Trichoderma virens e Trichoderma harzianum com fosfito de potássio reduzem a severidade da doença; Trichoderma virens e Trichoderma harzianum associado a fosfito de potássio aumentam a espessura do folíolo, aumentam o diâmetro do xilema e aceleram o desenvolvimento do feijoeiro; Trichoderma virens combinado com fosfito de potássio aumenta o teor de lignina da folha; Trichoderma harzianum combinado com fosfito de potássio aumenta a taxa fotossintética do feijoeiro. Em estudos com o hipocótilo, verificou-se que Trichoderma harzianum combinado com fosfito de potássio acelera o processo de reação de hipersensibilidade e acúmulo de H2O2 no local de penetração do patógeno. Com relação aos componentes de produção, o tratamento com Trichoderma harzianum combinado com fosfito de potássio promoveu um aumento no número de vagens por planta e na massa de cem grãos. Dessa forma, conclui-se que a combinação dos isolados de Trichoderma spp. e fosfito de potássio favoreceu o desenvolvimento do feijoeiro e promoveu o controle da antracnose no feijoeiro.
Abstract: In Brazil, common bean (Phaseolus vulgaris L.) cultivation shows a great socioeconomic importance, since the country is one of the world's largest producers. Among the obstacles of bean cultivation, there are diseases of biotic origin, in particular anthracnose, caused by the fungus Colletotrichum lindemuthianum, which may lead to significant losses in productivity. Resistance induction is an alternative to anthracnose control in common bean. Thus, this paper aimed to verify the efficiency of Trichoderma spp. and potassium phosphite in the control of anthracnose, evaluate and identify the anatomical and histological responses of resistance induction in common bean (P. vulgaris) in response to the attack of C. lindemuthianum, as well as to evaluate the physiological and productive aspects of the culture. The treatments consisted of two isolates, T. harzianum (TOD1 isolate) and T. virens (TM4 isolate), Fertilis™ Potassium Phosphite leaf fertilizer and treatment with distilled water (control). The inducers were applied to the bean plant alone or combined, constituting five treatments in addition to the control treatment. The six treatments were assessed in the absence and presence of C. lindemuthianum in a factorial scheme (6x2). Through the treatments, it was evaluated the anthracnose severity in bean; the anatomical and histological changes of leaf, root and stem; the contents of phenolic compounds and lignin in bean leafs; gas exchanges; location of H2O2; deposition of lignin and hypersensitivity response in hypocotyl of common bean by histochemical staining; and the agronomic parameters of the cultivation. Under greenhouse conditions, it was veryfied that potassium phosphite and combinations of Trichoderma virens and Trichoderma harzianum with potassium phosphite reduce the severity of the disease; Trichoderma virens and Trichoderma harzianum associated with potassium phosphite increase the leaflet thickness, the xylem diameter and accelerated the development of bean plant; Trichoderma virens combined with potassium phosphite increases the lignin content of the leaf; Trichoderma harzianum combined with potassium phosphite increases the rate of photosynthesis in common bean. In studies on hypocotyl, it was veryfield that Trichoderma harzianum combined with potassium phosphite accelerates the process of hypersensitivity reaction and accumulation of H2O2 in the place of pathogen penetration. Regarding the production components, treatment with Trichoderma harzianum combined with potassium phosphite promoted an increase in the number of pods/plant and in the mass of one hundred seeds. Thus, it is concluded that the combination of Trichoderma spp. and potassium phosphite promoted the development of common bean and promoted the control of anthracnose.
Keywords: Phaseolus vulgaris
Antracnose
Indução de resistência
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: FIGUEIRA , Eliana Peliçon Pereira. Alterações fisiológicas, anatômicas e produtivas do feijoeiro induzidas por Trichoderma spp. E fosfito de potássio em resposta ao ataque de Colletotrichum lindemuthianum. 2018. 118 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4023
Issue Date: 10-Aug-2018
Appears in Collections:Doutorado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eliana_Figueira.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons