Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3917
Tipo do documento: Dissertação
Title: O retorno ao mundo percebido: Merleau-Ponty e Cézanne
Other Titles: The return to the perceived world: Merleau-Ponty and Cézanne.
Autor: Retameiro, Bruna Barbosa 
Primeiro orientador: Silva, Claudinei Aparecido de Freitas da
Primeiro membro da banca: Silva, Claudinei Aparecido de Freitas da
Segundo membro da banca: Falabretti, Ericson Sávio
Terceiro membro da banca: Kahlmeyer Mertens, Roberto Saraiva
Quarto membro da banca: Heuser, Ester Maria Dreher
Resumo: A referida dissertação pretende apresentar as obras de Merleau-Ponty e de Cézanne, a partir de textos e pinturas selecionadas, que indiquem os avanços do filósofo e do pintor, acerca do mundo percebido e seu caráter pré-reflexivo. Como fundamentação teórica, nos reportaremos à Fenomenologia da percepção como principal obra de Merleau-Ponty no que tange a temática em questão, nos munindo também, de ensaios do filósofo sobre a pintura e a contribuição desta como um empreendimento fenomenológico. Merleau-Ponty questiona as teorias clássicas sobre a percepção e as critica em diversos aspectos, mas principalmente pela dicotomia corpo e mente, razão e sensação, sujeito e objeto. Para ele, as teorias clássicas, principalmente o racionalismo e o empirismo, influenciadas pelo cientificismo da época, acabaram por reduzir o mundo a interpretações. O que o filósofo almeja é retomar o mundo anterior ao da ciência e da reflexão, a partir dos quais estes se formam. Ao percorrer as obras de Merleau-Ponty sobre a questão do mundo percebido, notamos que a pintura é um assunto recorrente, ao qual o filósofo sempre volta. A partir daí o problema principal desta dissertação consiste justamente em tentar compreender a seguinte questão: como a pintura de Cézanne pode ser uma expressão desse retorno a um mundo pré-reflexivo? Ainda que seu pensamento sobre a questão da percepção mude em alguns aspectos ao longo de suas obras, a pintura sempre o acompanhou nessas mudanças, haja vista os ensaios A dúvida de Cézanne, A linguagem indireta e as vozes do silêncio, O olho e o espírito, cada qual escrito em um período diferente da vida e do pensamento do filósofo. Merleau-Ponty atribui à pintura e, principalmente, aos trabalhos do pintor Paul Cézanne, a habilidade de expressar o que até então era silêncio e tornar visível o que se acreditava invisível na percepção. É ao mundo pré-reflexivo, ainda em estado selvagem, que Merleau-Ponty pretende retornar através da fenomenologia e, para o filósofo, é este mundo que Cézanne pinta.
Abstract: This dissertation in question intends to present Merleay-Ponty and Cézanne’s piece of work, from selected texts and paintings, that show the philosopher’s and the artist’s advances, about the perceived world and its pre-reflective feature. As theoretical foundation we will be using Phenomenology of Perception, which is Merleau-Ponty’s piece of work regarding this thematic, as well as his essay about the painting and its contribution as a phenomenological achievement. Merleau-Ponty questions classical theories about the perception and criticizes them in many aspects, but mainly by the mind-body dichotomy, reason and sensation, subject and object. For him, the classical theories, mainly rationalism and empiricism, influenced by the scientism from that time, reduced the world to interpretations. He tries to get back to the previous world of science and reflection, from which these are formed. Studying Merleau-Ponty’s piece of work about the perceived world, we have noticed that the painting is a frequent subject, to which the philosopher always comes back. From that, the main problem of this dissertation consists in trying to understand the following question: how does Cézanne’s painting come to be an expression of this returning to a pre-reflective world? Since his thoughts about the questions of perception change in some aspects during his work, the painting has always followed him in these changes, considering Cézanne’s doubt, Indirect language and the voices of silence, Eye and mind, each one of them written in a different period of his life and thoughts. Merleau-Ponty attributes to the painting, and especially the artist Paul Cézanne’s piece of work, the ability to express what, until then, was silence and to become visible what was thought to be invisible in perception. It is to the pre-reflective world that, still in a wild state, Merleau-Ponty intends to return through phenomenology and, according to him, this is the world that Cézanne paints.
Keywords: Merleau-Ponty
Percepção
Mundo
Natureza primordial
Cézanne
Perception
World
Primordial nature
CNPq areas: CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas e Sociais
Program: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Campun: Toledo
Citation: RETAMEIRO, Bruna Barbosa. O retorno ao mundo percebido: Merleau-Ponty e Cézanne. 2018. 105 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3917
Issue Date: 7-Jun-2018
Appears in Collections:Mestrado em Filosofia (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bruna_Retameiro_2018.pdf1.46 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.