Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3889
Tipo do documento: Dissertação
Title: Manejo da adubação potássica na cultura da soja e efeito residual na cultura do milho em sistema plantio direto no Oeste do Paraná
Autor: Coppo, Jéssica Caroline 
Primeiro orientador: Lana, Maria do Carmo
Primeiro membro da banca: Lana, Maria do Carmo
Segundo membro da banca: Seidel, Edleusa Pereira
Terceiro membro da banca: Zabini, André Vinícius
Resumo: A adubação com potássio na cultura da soja tem sido realizada, na maioria das vezes no sulco de plantio, porém vem sendo adotadas técnicas de manejo da adubação potássica em solos de textura argilosa que são usualmente recomendadas em solos arenosos. O objetivo desse trabalho foi avaliar a resposta da adubação da cultura da soja com potássio em diferentes sistemas de manejo com duas fontes de potássio (K) e o efeito residual na cultura do milho, em um solo LATOSSOLO VERMELHO eutroférrico. Foram testados duas fontes de K, cloreto de potássio e o KCl-polímero. O experimento foi instalado no município de Formosa do Oeste-PR. O delineamento foi em blocos ao acaso em esquema fatorial (2x5) +1 sendo duas fontes de potássio, KCl e KCl revestido por polímero (KCl-polímero) e o parcelamento da dose de K2O em cinco épocas de aplicação. No momento da semeadura todos os tratamentos receberam adubação fosfatada na forma de superfosfato simples para fornecer 60 kg ha-1de P2O5. Para a soja o KCl-polímero foi mais eficiente para aplicação à lanço antes da semeadura da cultura. A aplicação de KCl foi melhor quando aplicada no estádio V3 da cultura. O maior teor de K na folha e a maior eficiência do uso do fertilizante e eficiência de recuperação indicam superioridade da fonte KCl-polímero. Em relação ao milho o maior teor residual de potássio no solo refletiu em maior teor de potássio na folha, no grão e em maior produtividade para ambas as fontes. Apenas quando se utilizou KCl-polímero no estádio V3 da cultura da soja a produtividade foi significativamente superior a testemunha. Para ambas as fontes os teores residuais de potássio no solo após a colheita do milho são considerados baixos e médios.
Abstract: The fertilization with potassium in the soybean crop has been carried out most of the time in the planting groove; however, potassic fertilization techniques that are usually recommended in sandy soils have been adopted in clayey soils. The aim of this work was to evaluate the response of potassium fertilization in soybean crop in different management systems with two sources of potassium (K) and the residual effect on corn cultivation in an eutroferric soil. Two sources of K, potassium chloride and KCl-polymer were tested. The experiment was installed in the municipality of Formosa do Oeste-PR. The design was a randomized complete block design in a factorial scheme (2x5) +1 with 2 sources of potassium, KCl and KCl-polymer and the K2O dose split in five application periods. At the time of sowing, all treatments received phosphate fertilization in the form of simple superphosphate to provide 60 kg ha-1 of P2O5. For the soybean, KCl-polymer was more efficient for the haul application before sowing the crop. The application of KCl was better when applied at the V3 stage of the culture. The higher K content in the leaf and higher fertilizer use efficiency and recovery efficiency indicate superiority of the KCl-polymer source. With regard to corn, the highest residual content of potassium in the soil reflected in higher potassium content in the leaf, in the grain and higher productivity for both sources. Only when KCl-polymer was used at the V3 stage of the soybean crop that the productivity was significantly higher than the control. For both sources, the residual potassium content in the soil after corn harvesting was considered Low and medium.
Keywords: Parcelamento da adubação
Manejo cloreto de potássio
Efeito residual
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: COPPO, Jéssica Caroline. Manejo da adubação potássica na cultura da soja e efeito residual na cultura do milho em sistema plantio direto no Oeste do Paraná. 2017. 58 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3889
Issue Date: 17-Feb-2017
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jessica_Coppo_2017.pdf991.48 kBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons