Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3804
Tipo do documento: Dissertação
Title: Cultura avaliativa e representações sociais com novos significados para a universidade
Other Titles: Evaluative culture and social representations with new meanings for the university
Autor: Tavares, Adriana Fátima 
Primeiro orientador: Alves, Gustavo Biasoli
Primeiro membro da banca: Alves, Gustavo Biasoli
Segundo membro da banca: Schallenberger, Erneldo
Terceiro membro da banca: Athayde Júnior, Mário Cândido de
Resumo: O desafio do presente estudo é a compreensão sobre o processo de autoavaliação na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Unioeste, na perspectiva da participação da comunidade acadêmica, tendo como eixo as representações sociais dos atores institucionais do processo avaliativo, visando à construção e consolidação de efetiva cultura avaliativa. Buscam-se respostas para as seguintes questões: Existem políticas institucionais que motivem a implantação/formação/ fortalecimento da cultura de avaliação institucional? Como a questão é tratada nas diferentes instâncias institucionais? Por que há baixa adesão, participação e envolvimento da comunidade acadêmica no processo avaliativo, seus efeitos e usos no desenvolvimento da Unioeste? Qual a relação desses aspectos com as representações para a formação/fortalecimento da cultura avaliativa que se quer a partir da autoavaliação institucional? Quais os desafios, fragilidades e potencialidades na instituição para superar o cenário de atendimento legal e dar novo significado ao processo de autoavaliação e a universidade? O estudo se orientou pelo método de indução e se constituiu por pesquisa de campo, de natureza exploratória e cunho descritivo, subsidiada por pesquisas bibliográfica e documental. Na coleta de dados, aplicou-se um questionário (Apêndice 2) para ser respondido pelos componentes da amostra, atores institucionais envolvidos na elaboração, condução e gestão do processo avaliativo da universidade, objeto de estudo. Na análise do material coletado, partiu-se da concepção individual do participante para ampliar suas representações sociais construídas para a compreensão coletiva, com os objetivos de compreender como se dá o processo avaliativo sob as diretrizes legais do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, Sinaes, identificar a existência (ou não) de políticas e práticas acadêmicas que favorecem a formação/fortalecimento da cultura avaliativa e conhecer como essa cultura é representada no contexto institucional. No referencial, desde a superação do caráter coercitivo dos mecanismos legais e ir além da discussão sobre o cumprimento da legislação da Lei do Sinaes, no viés sociológico, buscaram-se fundamentos e amparo teórico para discutir e analisar o conteúdo do discurso dos sujeitos componentes da amostra, registrado como resposta às questões do questionário. Na análise das representações sociais dos atores institucionais envolvidos, identificaram-se os principais desafios, fragilidades e potencialidades institucionais que favorecem/dificultam a compreensão e a construção coletiva da cultura avaliativa e a contribuição dessa cultura na formação de novas representações com novos significados para a Unioeste. Os resultados do estudo poderão contribuir para a construção de ações que permitam a articulação da gestão e a otimização do planejamento e da melhoria da qualidade institucional, visando promover, efetivamente, a construção/consolidação da cultura avaliativa.
Abstract: He challenge of the present study is to understand the process of self-evaluation at the State University of the West of Paraná, Unioeste, Cascavel, in the perspective of the participation of the academic community, having as its axis the social representations of the institutional actors of the evaluation process, aiming at the construction and consolidation of effective evaluation culture. We seek answers to the following questions: Are there institutional policies that motivate the implantation / formation / strengthening of the culture of institutional evaluation? How is the issue addressed in the different institutional instances? Why is there low adherence, participation and involvement of the academic community in the evaluation process, its effects and uses in the development of Unioeste? What is the relation of these aspects to the representations for the formation / strengthening of the evaluation culture that is wanted from the institutional self-evaluation? What are the challenges, weaknesses and potentialities of the institution to overcome the legal assistance scenario and give new meaning to the process of self-evaluation and the university? The study was guided by the induction method and was constituted by field research, exploratory in nature and descriptive, subsidized by bibliographical and documentary research. In the data collection, a questionnaire (Appendix 2) was applied to be answered by the components of the sample, institutional actors involved in the elaboration, conduction and management of the evaluation process of the university, object of study. In the analysis of the collected material, it was based on the individual conception of the participant to extend their social representations built for the collective understanding, with the objectives of understanding how the evaluation process takes place under the legal guidelines of the National System of Evaluation of Higher Education, Sinaes, to identify the existence (or not) of academic policies and practices that favor the formation / strengthening of the evaluation culture and to know how this culture is represented in the institutional context. In the referential, as a way of overcoming the coercive character of legal mechanisms and go beyond the discussion of compliance with the legislation of the Law of Sinaes, in the sociological bias, foundations and theoretical support were sought to discuss and analyze the content of the discourse of the component subjects of the sample, recorded in response to the questions in the questionnaire. In the analysis of the social representations of the institutional actors involved, we identified the main challenges, fragilities and institutional potential that favor /hinder the understanding and collective construction of the evaluation culture and the contribution of this culture in the formation of new representations with new meanings for Unioeste. The results of the study may contribute to the construction of actions that allow the articulation of management and optimization of planning and improvement of institutional quality, in order to effectively promote the construction / consolidation of the evaluation culture.
Keywords: Avaliação institucional
Sinaes
Representação social
Cultura avaliativa
Institutional evaluation
Social representation
Evaluative culture
CNPq areas: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas e Sociais
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Campun: Toledo
Citation: TAVARES, Adriana Fátima. Cultura avaliativa e representações sociais com novos significados para a universidade. 2018. 202 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3804
Issue Date: 6-Apr-2018
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adriana_Tavares_2018.pdf2.32 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.