Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3803
Tipo do documento: Dissertação
Title: Práticas de apropriação e ordenamento espacial dos ilhéus da parte baixa do Parque Nacional de Ilha Grande
Other Titles: Practices of appropriation and spatial planning of the islets of the lower part of the Ilha Grande National Park
Autor: Painelli, Marcelo Pereira 
Primeiro orientador: Cardn, Eric Gustavo
Primeiro membro da banca: Cardin, Eric Gustavo
Segundo membro da banca: Lima, Cíntia Fiorotti
Terceiro membro da banca: Colognese, Silvio Antonio
Resumo: O estudo proposto explora as práticas de apropriação ilhéu no território do Parque Nacional de Ilha Grande – PNIG. Com a formação do Estado moderno, a estruturação e as formas de uso do espaço passam a serem gestados e impostas pelos tecnocratas urbanistas, manifestando a verticalização no uso do poder pelo Estado/capital. No entanto, por mais que Estado projete sobre as ilhas suas formas valorativas, impostas e planificadoras, na demarcação de um território geopolítico, o território do parque, surge, por outro lado, outra forma de apropriação do espaço das ilhas, construída por um sujeito, muitas vezes, excluído, à margem do ordenamento social, que precisa, de alguma forma, reproduzir sua vida dentro do modo de produção capitalista. O ilhéu se apropria das ilhas, dos espaços concebidos de modo a criar um mundo diferencial, o mundo do possível pelas objetivações e combinações feitas no local. Pela apropriação, o ilhéu cria um outro território, um território forjado pelo vivido que se choca com o território jurídico do parque. Todavia, as contradições entre apropriação ilhéu, das ilhas do território do PNIG, além de mostrar como se dá a organização social naquele local, revela as contradições das formulações do espaço pelo Estado. Contudo, por mais que Estado force a desterritorialização da vida social nas ilhas pela imposição de um espaço concebido, o ilhéu, pelos arranjos que faz no território forjado pela apropriação, reterritorializa o espaço objetivando uma forma de vida pela lógica do possível.
Abstract: The proposed study explores the practices of islet appropriation in the territory of the National Park of Ilha Grande - PNIG. With the formation of the modern state, the structuring and the forms of use of the space are started to be developed and imposed by the urbanist technocrats, manifesting the verticalization in the use of power by the state / capital. However, no matter how much the state projects its valuative, imposed and planning forms on the demarcation of a geopolitical territory, the territory of the park, on the other hand, another form of appropriation of the space of the islands, constructed by a subject , often excluded, on the margins of social order, which in some way needs to reproduce his life within the capitalist mode of production. The islander appropriates the islands, the spaces designed to create a differential world, the world of the possible by the objectifications and combinations made in the place. Then, by appropriation, the islander creates another territory, a territory forged by the lived that collides with the legal territory of the park. However, the contradictions between the island's appropriation of the islands in the PNIG territory, besides showing how social organization takes place there, reveals the contradictions of the formulations of space by the State. However, however much the state forces the deterritorialization of social life in the islands by the imposition of a conceived space, the islander, by the arrangements he makes in the territory forged by appropriation, reterritorializes the space aiming at a way of life by the logic of the possible.
Keywords: Território
Apropriação
Ilhéus
Territory
Appropriation
Islets
CNPq areas: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas e Sociais
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Campun: Toledo
Citation: PAINELLI, Marcelo Pereira. Práticas de apropriação e ordenamento espacial dos ilhéus da parte baixa do Parque Nacional de Ilha Grande. 2018. 129 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3803
Issue Date: 19-Mar-2018
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcelo_Painelli_2018.pdf2.36 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.