Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3755
Tipo do documento: Dissertação
Title: Ontogenia inicial e ecologia trófica de Tatia jaracatia (Siluriformes: Auchenipteridae), do baixo Rio Iguaçu
Other Titles: Initial ontogeny of Tatia jaracatia (Pavanelli & Bifi) (Siluriformes: Auchenipteridae) from the Neotropical region
Autor: Boneto, Daiane Dias 
Primeiro orientador: Makrakis, Maristela Cavicchioli
Primeiro membro da banca: Makrakis, Maristela Cavicchioli
Segundo membro da banca: Kashiwaqui, Elaine Antoniassi Luiz
Terceiro membro da banca: Bialetzki, Andrea
Resumo: O objetivo desse estudo foi descrever a ontogenia inicial e padrões de crescimento alométrico de Tatia jaracatia, da bacia do rio Iguaçu, Estado do Paraná, Brasil. Um total de cento e trinta e sete larvas e doze juvenis foram avaliados quanto aos caracteres morfométricos, merísticos e ao coeficiente de crescimento. Larvas em estágio larval vitelino e pré-flexão não foram amostradas. Nas larvas em estágio de flexão o comprimento padrão variou de 7,5 a 9,3 mm, o número de miômeros pré-anal correspondeu de 7 a 9 e o pós-anal de 18 a 22, com pigmentação concentrada na região superior e lateral da cabeça. As larvas em estágio de pós-flexão apresentam comprimento padrão varia de 8,2 a 14, 9 mm, número de miômeros variou de pré-anal varia de 7 a 13, e o pós-anal de 18 a 24. Neste estágio, observou-se um aumento da pigmentação, por todo o corpo, com maior concentração na região dorso-lateral do corpo e cauda. No período juvenil todos os raios das nadadeiras já estão formados, apresentam coloração marrom claro, com máculas de coloração bege ao amarelado nas laterais do corpo. A espécie apresentou um crescimento corporal isométrico descontinuo com maiores taxas de crescimento após o ponto de interrupção, representados pelas larvas em estágio de pós-flexão. As informações importantes obtidas nesse estudo em relação as características morfológicas da espécie poderão auxiliar na identificação correta da espécie em seu ambiente natural, tarefa essa de difícil precisão, visto que ocorrem similaridades morfológicas entre os espécimes da família e gênero.
Abstract: The objective of this study was to describe the initial ontogeny and allometric growth patterns of Tatia jaracatia, from the Iguaçu River basin, State of Paraná, Brazil. A total of 137 larvae and 12 juveniles were evaluated for morphometric, meristic and growth coefficient characters. Yolk larvae and pre-flexion larvae were not sampled. In the larvae at the flexion stage the standard length ranged from 7.5 to 9.3 mm, the number of pre-anal myomers corresponded from 7 to 9 and the post-anal from 18 to 22, with concentrated pigmentation at the upper and lateral region from the head. Post-flexion larvae present standard length ranges from 8.2 to 14.9 mm, the number of myomers ranged from pre-anal ranging from 7 to 13, and the post-anal from 18 to 24. At this stage, increased pigmentation throughout the body, with greater concentration in the dorsolateral region of the body and tail. In the juvenile period all the rays of the fins are already formed, they present light brown coloration, with spots of beige to yellowish staining on the sides of the body. The species presented a discontinuous isometric body growth with higher growth rates after the break point, represented by the post-flexion larvae. The important information obtained in this study in relation to the morphological characteristics of the species could help in the correct identification of the species in its natural environment, a task that is difficult to predict, since morphological similarities occur between family specimens and genus.
Keywords: Desenvolvimento inicial
Larvas de peixes
Morfometria
Crescimento alométrico
Initial development
Fish larvae
Morphometry
Allometric growth
CNPq areas: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA::ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Engenharias e Ciências Exatas
Program: Programa de Pós-Graduação em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
Campun: Toledo
Citation: BONETO, Daiane Dias. Ontogenia inicial e ecologia trófica de Tatia jaracatia (Siluriformes: Auchenipteridae), do baixo Rio Iguaçu. 2017. 53 f. Dissertação (Mestradoo em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3755
Issue Date: 3-Mar-2017
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daiane_Boneto_2017.pdf1.65 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.