Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3365
Tipo do documento: Dissertação
Title: “Vida loka até o fim” ou não: as porosidades no Centro de Reintegração Social Feminino de Foz do Iguaçu
Other Titles: “Thug life till the end” or not: the porosity in the Center of Female Social Reintegration of Foz do Iguaçu
Autor: Simões, Katiuska Glória 
Primeiro orientador: Silva, Andréia Vicente da
Primeiro membro da banca: Silva, Andréia Vicente da
Segundo membro da banca: Checchia, Cristiane
Terceiro membro da banca: Wadi, Yonissa Marmitt
Quarto membro da banca: Cardin, Eric Gustavo
Resumo: A presente dissertação expõe os resultados da pesquisa realizada no Centro de Reintegração Social Feminino na cidade de Foz do Iguaçu (CRESF). O objetivo geral da pesquisa foi discutir a instituição prisional e suas porosidades, usando como exemplo a linguagem das internas, ou seja, o uso e o não uso de diferentes formas de comunicação, ação que podemos observar a relação que cada interna possui com a instituição prisional e entre elas. Foi possível observar uma relação entre o uso e o não uso de certas formas de comunicação entre as internas e como se posicionam diante da institucionalização. A importância deste trabalho é evidenciada considerando os dados estatísticos. Atualmente, o Brasil possui o sêxtuplo da quantidade de encarcerados do final da década de 1980, possuindo a quinta maior população carcerária feminina do mundo. A pesquisa foi produzida a partir da revisão bibliográfica sobre o tema, análise dos dados disponibilizados pela administração da prisão e a realização da observação direta no CRESF por aproximadamente um ano. Com a pesquisa pôde-se evidenciar que a instituição total, conceito defendido por Erving Goffman, apresenta porosidades no caso da prisão feminina referenciada. Nesse sentido, afirma-se que não há uma mortificação do eu de uma forma homogênea e que atinge a todas as internas. O uso ou não-uso da linguagem elaborada pelas internas demonstra a diversidade existente e a relação que cada interna possui com a instituição, como algumas consideram a prisão um lugar ou um não-lugar.
Abstract: The present dissertation exposes the results of the research realized in the Center of Female Social Reintegration in the city of Foz do Iguaçu (CRESF). The general objective of the reseach was discuss the prison institution and it's porosity, using as exemple the language of the internal, that is, the use and the non use of different forms of comunication, action where we can observe the relation that each internal has with the prison institution and between them. It was possible to observe a relation between the use and non use of certain forms of comunication among the internals and how they stand front of the institutionalization. The importance of this work is evidenced, considering the statistical data. Currently, Brasil has six times the amount of imprisoned of the end of 80's decade, owning the fifth largest female imprisoned population. The research was produced from the bibliographical revision about the theme, analysis of disponibilized data by the administration of the prison ant the realization of direct observation in CRESF for approximately one year. With the research was possible to evidence that the total institution, concept defended by Erving Goffman, presents porosity in the case fo the referenced female prison. In this sense, affirms that doesn't have a mortification of the "me" in a homogeneous way that reach all the internals. The use or non-use of the language elaborated by the internals reveals the diversity existent and the relation that each internal has with the institution, how some consider the prison a place or a non-place.
Keywords: Prisão feminina
CRESF
Instituição total
Vocabulário prisional
Female prison
Total institution
Prison vocabulary
CNPq areas: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas e Sociais
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Campun: Toledo
Citation: SIMÕES, Katiuska Glória. “Vida loka até o fim” ou não: as porosidades no Centro de Reintegração Social Feminino de Foz do Iguaçu. 2017. 101 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3365
Issue Date: 19-Sep-2017
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Katiuska_Simoes_2017.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.