Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3267
Tipo do documento: Dissertação
Title: Fala e compreensão do si-mesmo: um diálogo entre daseinanálise e psicanálise
Other Titles: Discourse and being-one’s comprehension: dialogue between daseinanalysis and psychoanalysis
Autor: Nardi, Maiara Graziella 
Primeiro orientador: Kahlmeyer-Mertens, Roberto Saraiva
Primeiro membro da banca: Kahlmeyer-Mertens, Roberto Saraiva
Segundo membro da banca: Furlan, Reinaldo
Terceiro membro da banca: Silva, Claudinei Aparecido de Freitas da
Resumo: Nesta dissertação, buscaremos esclarecer os conceitos heideggerianos de fala (Rede) e compreensão do si próprio, tais como aparecem e são trabalhados na perspectiva das clínicas psicológicas da Daseinanálise e da Psicanálise. Para chegar ao nosso objetivo, examinamos alguns conceitos-chave da analítica existencial heideggeriana, do tratado Ser e Tempo – notadamente, as estruturas do ser-em, com ênfase na tonalidade afetiva e na fala, a de-cadência e a angústia. Esses conceitos são articulados pela vivência literária do conto O caminho difícil, de Hermann Hesse. Em seguida, trabalharemos alguns conceitos fundamentais para a Daseinanálise referidos no texto Seminários de Zollikon, expondo, ainda que de modo breve, a Daseinanálise de Medard Boss. Mostraremos, então, a temporalidade como de suma importância para a compreensão de um “sujeito” que começa a ser compreendido como linguagem e que escapa aos moldes de explicação da metafísica tradicional, assim na ontologia fundamental heideggeriana como na Psicanálise. Por fim, tentaremos investigar algumas críticas conceituais que Heidegger faz à Psicanálise freudiana, a fim de tornar fecunda a investigação de aproximação e distanciamento das citadas clínicas em torno dos conceitos heideggerianos. Explanaremos, rapidamente, alguns temas centrais da primeira tópica freudiana, dando voz a filósofos que pensaram a psicanálise pelo viés da filosofia, como Ricoeur. No mesmo diálogo, tentaremos desdobrar a característica psicanalítica que julgamos central para unificar a comparação e a crítica, a saber, a interpretação do desejo. Por fim, mostramos a configuração da clínica psicanalítica em seu caráter ético (e não ontológico) o que realmente a diferencia da proposta filosófica de Heidegger. Isso nos leva a questionar: a Daseinanálise estaria estruturada em uma ontologia fundamental ou possui uma ética própria? Elementos centrais sobre o diálogo Heidegger-Freud, em Zollikon, bem como os temas do desejo e sua expressão, que envolve o Inconsciente, são, por fim, iluminados por uma interpretação do conto A terceira margem do rio, na intenção de expandir e aprofundar conceitos psicanalíticos pela perspectiva literária.
Abstract: This dissertation seeks to clarify Heidegger’s concepts of Discourse and being-one’s-self comprehension such as they occur and are worked upon under the perspective of Daseinanalysis and Psychoanalysis in clinical psychology. In order to reach this goal, some hedeggerian’s existencial analytics key-concepts from the treaty Being and Time were scrutinized, notedly the structures of the Being-in, with emphasis in the Attunement and in Discourse, the Falling Prey, and the Angst. These concepts are articulated by the literary experience of Hermann Hesse’s tale The hard way. As follows, some concepts fundamental to the Daseinanalysis reffered to in the text Seminars of Zollikon are worked upon, exposing in a brief way the Daseinanalysis of Medard Boss. It is shown, then, temporality as of invaluable importance to the comprehension of a “subject” which begins to be understood as language and which escapes the way of explanation of traditional metaphysics, in the hedeggerian’s fundamental ontology as well as in Psychoanalysis. Furthermore, there is an attempt to investigate some of the conceptual criticism directed by Heidegger towards freudian Psychoanalysis, in order to make fruitful the investigation on the proximity and distance between the cited clinic practices around hedeggerian concepts. Some of the central themes of the freudian first Topic will be quickly reviewed giving voice to philosophers who thought psychoanalysis through the lenses of philosophy, such as Ricoeur. Throughout the same dialogue, we’ll give an interpretation of Desire, which is here considered a central psychoanalitic characteristic to unify comparison and critics. Finally, the ethic (not ontological) character of the psychoanalytic clinic will be demonstrated to be what distinguishes it from Heidegger’s philosophical proposal. It all leads to a question: would Daseinanalysis be structured over a fundamental ontology or possess its own ethics? Key elements from the Heidegger-Freud dialogue in Zollikon, as well as the themes of desire and its expression, which envolves the Unconcious, are at last enlightened by an interpretation of the tale A terceira margem do rio, in the intention to expand and deepen psychoanalytical concepts by the literary perspective.
Keywords: Daseinanálise
Ser e tempo
Psicanálise
Daseinanalysis
Being and time
Psychoanalysis
CNPq areas: CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas e Sociais
Program: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Campun: Toledo
Citation: NARDI, Maiara Graziella. Fala e compreensão do si-mesmo: um diálogo entre daseinanálise e psicanálise. 2017. 143 p. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3267
Issue Date: 24-Aug-2017
Appears in Collections:Mestrado em Filosofia (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maiara_Nardi_2017.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.