Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3197
Tipo do documento: Tese
Title: Indução de resistência a antracnose do feijoeiro por frações de filtrato de cultura e extrato de micélio de Trichoderma longibrachiatum
Autor: Dildey, Omari Dangelo Forlin 
Primeiro orientador: Kuhn, Odair José
Primeiro coorientador: Stangarlin, José Renato
Primeiro membro da banca: Stangarlin, José Renato
Segundo membro da banca: Costa, Antonio Carlos Torres da
Terceiro membro da banca: Portz, Roberto Luis
Quarto membro da banca: Coltro-Roncato, Sidiane
Quinto membro da banca: Kuhn, Odair José
Resumo: O trabalho teve por objetivo purificar por cromatografia moléculas eliciadoras a partir de filtrado de cultura e extrato de micélio de Trichoderma longibrachiatum e testá-las na indução de fitoalexina faseolina e com potencial indutor de resistência contra antracnose no feijoeiro. O tampão fosfato de sódio 0,05 M (TAP) foi utilizado como tratamento controle e ASM (Acibenzolar-S-Metil) foi utilizado como tratamento padrão de indução. Cromatografia de troca iônica (CTI) e cromatografia de filtração em gel (CFG) foram realizadas para separar frações com poder eliciador a partir de filtrado de cultura (FTC) e extrato de micélio (EXM) de T. longibrachiatum. Para a purificação de eliciadores por CTI, a partir de FTC, foram obtidos uma fração glicídica e cinco glicoproteicas, total de seis frações. Para a purificação a partir de EXM, forma obtidos três frações proteicas, uma glicídica e duas glicoproteicas, total de seis frações, em ambos foi totalizado doze frações obtidas por CTI. Estas, por sua vez, foram purificadas em CFG, sendo obtidos um total de trinta e sete frações. Entre essas, quatorze frações para FTC, as mesmas foram classificadas de acordo com sua natureza, sendo três proteicas, duas glicídicas e nove glicoproteicas. E vinte e três frações para EXM, as mesmas foram classificadas com sua natureza, sendo quatro proteicas, nove glicídicas e dez glicoproteicas. Das frações purificadas na CFG a partir de FTC e EXM, oito apresentaram potencial indutor de faseolina (F17, F23, F25, F27, F31, F38 e F46. Os 10 tratamentos constituíram de oito frações e dois controles: ASM e controle (TAP). Foram aplicados os tratamentos em uma das folhas primária (folha tratada (FT)), sendo que outra folha primária não recebeu tratamento (folha não tratada (FNT)) para verificar o efeito sistêmico. Foram realizadas três coletas de folhas para determinação da atividade enzimática, antes da aplicação das frações, depois da aplicação das frações e coleta após a inoculação do patógeno. Foi realizada análise enzimática (peroxidase (POX), polifenoloxidase (PFO), catalase (CAT), fenilalanina amônia-liase (FAL) e β-1,3-glucanase (β-GASE)) e ao final, realizada avaliação de severidade no quinto dia após a inoculação da folha primária de feijoeiro. A purificação de amostras provenientes de FTC e EXM de T. longibrachiatum, por CTI e CFG indicaram frações com presença de moléculas eliciadoras. As frações F17, F23 e F25 de origem FTC e F27, F29, F31, F38 e F46 de origem EXM foram capazes de induzir a síntese de faseolina em hipocótilos de feijoeiro. A atividade de POX, PFO e β-GASE aumentou quando aplicado na FT após a aplicação das frações e após a inoculação do patógeno. As frações não alteraram a atividade enzimática de CAT e FAL. As frações F17, F23 e F27 reduziram a severidade da antracnose no efeito local.
Abstract: This study aimed to purify by chromatography elicitors from Trichoderma longibrachiatum culture filtrate and mycelium extract and to test them in phytoalexin phaseolin inducing and resistance induced to anthracnose in common bean. The sodium phosphate buffer at 0.05 M (SPB) was used as the control treatment and the ASM (Acibenzolar-S-Metil) was used as the standard induction treatment. Ion Exchange Chromatography (IEC) and Gel Filtration Chromatography (GFC) were performed to separate fractions with eliciting power from the culture filtrate (CF) and T. longibrachiatum mycelium extract (TME). For the purification of elicitors by IEC, from GFC, it were obtained one glycidic and five glycoproteins fractions, totaling six fractions. For purification from TME, it were obtained three protein, one glycidic and two glycoproteins fractions, totaling six fractions. In both, were obtained twelve fractions from IEC. These, in turn, were purified in GFC, being obtained a total of thirty seven fractions. Among these, there were fourteen fractions of TME were classified according to their nature, being three proteins, two glycogen and nine glycoproteins. There were twenty-three fractions from TME, wich were classified according to their nature, being four proteins, nine glycogen and ten glycoproteins. Of the fractions purified in CFG from FTC and TME, eight presented phaseolin inducer potential (F17, F23, F25, F27, F31, F38 and F46). The 10 treatments consisted of the eight fractions and two controls: ASM and control (TAP). Treatments were applied in one of the primary leaves (treated leaf (TL)), and the other primary leaf was not treated (untreated leaf (UL)) to verify the systemic effect. Three leaf samples were taken for determination of enzymatic activity: before applying the fractions, after application of the fractions and after the pathogen inoculation. The defense enzyme analysis was performed for Peroxidase (POX), Polyphenoloxidase (PFO), Catalase (CAT), Phenylalanine ammonia-lyase (PAL) and β-1,3-glucanase (β-GASE). At the end, it was performed an evaluation of severity in the primary leaf of common bean, on the fifth day after inoculation. The in vivo test data were subjected to analysis of variance. The purification of samples from FTC and EXM of T. longibrachiatum, from IEC and GFC indicated fractions with the presence of eliciting molecules. The fractions F17, F23 and F25 from FTC and F27, F29, F31, F38 and F46 from EXM were able to induce phaseolin synthesis in common bean hypocotyls. The POX, PFO and β-GASE Increased when applied in the TL after application of the fractions and after inoculation of the pathogen. The fractions did not alter CAT and FAL enzymatic activity. The fractions F17, F23 and F27 reduced the anthracnose severity in the local effect.
Keywords: Cromatografia de troca iônica
Cromatografia de filtração em gel
Phaseolus vulgaris L
Indução de resistência
Fitoalexinas
Colletotrichum lindemuthianum
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: DILDEY, Omari Dangelo Forlin. Indução de resistência a antracnose do feijoeiro por frações de filtrato de cultura e extrato de micélio de Trichoderma longibrachiatum. 2017. 99 f . Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3197
Issue Date: 12-May-2017
Appears in Collections:Doutorado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Omari_Dildey_20171.33 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons