Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3167
Tipo do documento: Dissertação
Title: Silagem de coproduto de fecularia de mandioca e ureia protegida na dieta de vacas em lactação
Autor: Almeida, Kleves Vieira de 
Primeiro orientador: Zambom, Maximiliane Alavarse
Primeiro membro da banca: Zambom, Maximiliane Alavarse
Segundo membro da banca: Syperreck, Mirna Adriane
Terceiro membro da banca: Pozza, Magali Soares dos Santos
Quarto membro da banca: Ítavo, Luís Carlos Vinhas
Resumo: Objetivou-se avaliar a qualidade nutricional e microbiológica da silagem do coproduto de fecularia de mandioca (CFM) em função dos tempos de ensilagem 0, 30, 60, 90 e 120 dias, a cinética de fermentação in vitro de dietas à base de CFM desidrato ou ensilado associadas a níveis de ureia, bem como avaliar níveis de ureia protegida associada a silagem de coproduto de fecularia de mandioca (SCFM) na dieta de vacas em lactação. Para a avaliação da SCFM adotou-se um delineamento experimental inteiramente casualizado (DIC) com cinco tratamentos e quatro repetições. Para a cinética de fermentação in vitro adotou-se um DIC com cinco tratamentos e três repetições. Para o desempenho animal foram utilizadas cinco vacas distribuídas em um quadrado latino 5x5. Os tratamentos avaliados foram os níveis crescentes (0%, 0,4%, 0,8%, 1,2% e 1,6%) de ureia protegida no concentrado. Neste último, foram analisados parâmetros de ingestão e digestibilidade da matéria seca e dos nutrientes, parâmetros metabólicos, produção e composição do leite e síntese microbiana. Para a avaliação da SCFM, foram realizadas análises bromatológicas, digestibilidade in vitro e perfil microbiológico. A produção de gás in vitro foi mensurada a partir da incubação das dietas em frascos equipados com módulos de digestão. O teor de matéria seca da SCFM aumentou linearmente. Não foram constatadas diferenças significativas nos teores de matéria orgânica, proteína bruta, extrato etéreo e carboidratos totais. Por outro lado, a fibra em detergente neutro (FDN) aumentou linearmente. Não houve efeito para digestibilidade da matéria seca e matéria orgânica, no entanto a digestibilidade da FDN decresceu linearmente. Houve efeito quadrático para a população das bactérias ácido láticas. As bactérias do gênero Clostridium mantiveram-se constantes ao longo do tempo. Os principais gêneros de fungos presentes na SCFM foram o Phoma, Cladosporium e Penicillium. Para a produção de gás de dietas utilizando ureia e o CFM desidratado não houve efeito para a fração A. Foi observado efeito linear crescente para a fração C, que compreende o lag time, no entanto, a produção total de gases (A +D) não foi afetada. Para as dietas que utilizaram o CFM ensilado não houve efeito para a fração A, assim como para o lag time, refletindo no mesmo efeito observado para a produção total de gases (A +D). Não houve efeito para a ingestão de matéria seca e dos nutrientes. A produção do leite não foi influenciada pelos tratamentos, no entanto alguns parâmetros da composição foram afetados. A síntese microbiana não apresentou efeito para os tratamentos, com exceção da alantoína do leite, que aumentou linearmente. A ensilagem do coproduto de fecularia de mandioca foi eficaz até os 120 dias em função das perdas da umidade e consequente aumento no teor de matéria seca. A adição de até 1,6 % de ureia associada ao CFM na forma desidratada ou ensilada não altera a produção de gases in vitro. Levando-se em consideração o ponto de equilíbrio, o tratamento 1,6% foi o mais rentável em comparação aos demais. Recomenda-se o uso da silagem do coproduto de fecularia de mandioca e até 1,6% de ureia protegida no concentrado sem interferir na ingestão de matéria seca e produção de leite.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the nutritional and microbiological quality of the cassava starch coproduct silage (CFM) as a function of the silage times 0, 30, 60, 90 and 120 days, the in vitro fermentation kinetics of diets based on CFM dehydrate or silage associated with urea levels, as well as evaluating levels of protected urea associated with cassava starch silage (SCFM) silage in the diet of lactating dairy cows. For the evaluation of the SCFM, a completely randomized experimental design (DIC) with five treatments and four replicates was used. For in vitro fermentation kinetics a DIC was used with five treatments and three replicates. Five cows distributed in a 5x5 Latin square were used for the animal performance. The treatments evaluated were the increasing levels (0%, 0.4%, 0.8%, 1.2% and 1.6%) of protected urea in the concentrate. In the latter, parameters of intake and digestibility of dry matter and nutrients, metabolic parameters, milk production and composition and microbial synthesis were analyzed. For the evaluation of SCFM, bromatological analyzes, in vitro digestibility and microbiological profile were performed. In vitro gas production was measured from the incubation of the diets in flasks equipped with digestion modules. The dry matter content of the SCFM increased linearly. There were no significant differences in organic matter, crude protein, ethereal extract and total carbohydrates. On the other hand, neutral detergent fiber (NDF) increased linearly. There was no effect for digestibility of dry matter and organic matter, however the digestibility of NDF decreased linearly. There was a quadratic effect for the population of lactic acid bacteria. Bacteria of the Clostridium genus have remained constant over time. The main fungi genotypes present in SCFM were Phoma, Cladosporium and Penicillium. For the gas production of diets using urea and dehydrated CFM, there was no effect for fraction A. A linear effect was observed for the fraction C, which comprises lag time, however, the total gas production (A + D) Was not affected. For the diets that used the silage CFM, there was no Fraction A effect, as well as for the lag time, reflecting the same effect observed for the total gas production (A + D). There was no effect on intake of dry matter and nutrients. Milk production was not influenced by the treatments;however some parameters of the composition were affected. The microbial synthesis had no effect on the treatments, with the exception of milk allantoin, which increased linearly. The ensiling of the coproduct of cassava starch was effective up to 120 days due to lowering of moisture and consequent increase in dry matter content. The addition of up to 1.6% of CFM-associated urea in the dehydrated or silage form does not alter gas production in vitro. Taking into account the break-even point, treatment 1.6% was the most profitable in comparison to the others. It is recommended to use the silage from the coproduct of cassava starch and up to 1.6% of protected urea in the concentrate without interfering the dry matter intake and milk production.
Keywords: Alimentos alternativos
Degradabilidade ruminal
Produção de gases in vitro
Síntese microbiana
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:ZOOTECNIA:NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: ALMEIDA, Kleves Vieira de. "Silagem de coproduto de fecularia de mandioca e ureia protegida na dieta de vacas em lactação". 2017. 77 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3167
Issue Date: 17-Mar-2017
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Kleves_Almeida_20171.07 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons