Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3058
Tipo do documento: Dissertação
Title: Digestibilidade aparente de ingredientes proteicos de origem animal para o jundiá Rhamdia voulezi
Other Titles: Apparent digestibility of proteinaceous ingredients of animal origin for the jundiá Rhamdia voulezi
Autor: Frei, Guilherme Rodrigo 
Primeiro orientador: Signor, Altevir
Primeiro membro da banca: Signor, Altevir
Segundo membro da banca: Bittencourt, Fábio
Terceiro membro da banca: Leandro, Portz
Resumo: Existem várias espécies nativas brasileiras com potencial para a piscicultura, entre as quais se destaca o jundiá, pois continua se alimentando e ganhando peso mesmo em baixas temperaturas, aceita dietas variadas, além de ser uma espécie com facilidade de reprodução e larvicultura. Entretanto, para que a produção comercial dessa espécie seja bem-sucedida, o conhecimento dos diferentes aspectos relacionados a sua nutrição e alimentação é fundamental, pois possibilita que dietas balanceadas específicas, nutricionalmente completas e ambientalmente corretas sejam formuladas e fornecida aos peixes. Neste sentido, grande parte dos ingredientes utilizados em rações para aquicultura é oriunda de subprodutos da agricultura, abate de animais terrestres ou pesca, sendo um desses subprodutos as farinhas. Conhecer a digestibilidade dos nutrientes dessas matérias prima, é o primeiro passo quando se pretende avaliar seu potencial de inclusão em rações para peixes. A digestibilidade de uma ração é definida como a habilidade com que o animal digere e absorve os nutrientes e a energia contidos no mesmo. O objetivo foi determinar os coeficientes de digestibilidade aparente (CDA) de ingredientes proteicos de origem animal para o jundiá Rhamdia voulezi. Foram distribuídos, inteiramente ao acaso, 288 jundiás com peso médio inicial de 285 ± 44,02g em 24 aquários cônico-cilíndrico com volume útil de 500L. Elaborou-se uma dieta referência (controle) e os ingredientes à serem testados foram incluídos na proporção de 30% do ingrediente teste e 70% da dieta controle. Como marcador utilizou-se óxido de crômio na concentração de 0,2%. O material fecal foi coletado através de copos coletores. Foram avaliados os CDAs de Proteína Bruta (PB), Extrato Etéreo (EE), Energia Bruta (EB), Matéria Mineral (MM), Fósforo (P), Magnésio (Mg), Cálcio (Ca), Zinco (Zn) e Ferro (Fe). Os CDAs foram submetidos a análise estatística ANOVA (p<0,05) quando significativo, aplicou-se o teste de média Tukey (p<0,05). Em geral, os ingredientes que apresentaram os melhores CDAs foram a farinha de vísceras e a de salmão. Esses resultados demonstram que o jundiá aceita muito bem os ingredientes proteicos de origem animal e tem boa capacidade de digeri-los e aproveitar seus nutrientes.
Abstract: There are several native Brazilian species with potential for fish farming, among which silver catchfish stands out, continues to feed and gain weight even at low temperatures, accepts varied diets, besides being a species with ease of reproduction and larviculture. However, for the commercial production of this species to be successful, the knowledge of the different aspects related to its nutrition and feeding is fundamental, as enables specific, nutritionally complete and environmentally correct balanced diets to be formulated and supplied to fish. In this sense, most of the ingredients used in aquaculture feeds are derived from agricultural by-products, slaughtering of terrestrial animals or fishing, one of these by-products being flours. Knowing the nutrient digestibility of these raw materials is the first step when evaluating its potential for inclusion in fish feed. The digestibility of a feed is defined as the ability with which the animal digests and absorbs the nutrients and energy contained in it. The aim was to determine the apparent digestibility coefficients (CDA) of protein ingredients of animal origin for jundiá Rhamdia voulezi. A total of 288 jundies with an initial mean weight of 285 ± 44.02 g were distributed in 24 randomized, conical-cylindrical aquariums with a useful volume of 500L. A reference diet (control) was prepared and the ingredients to be tested were included in the proportion of 30% of the test ingredient and 70% of the control diet. Chromium oxide at 0.2% concentration was used as the marker. Fecal material was collected through collecting cups. It was evaluated the Crude Protein (PB), Ethereal Extract (EE), Crude Energy (EB), Mineral Matter (MM), Phosphorus (P), Magnesium (Mg), Calcium (Ca), Zinc (Faith). The CDAs were submitted to ANOVA statistical analysis (p <0.05) when significant, the Tukey mean test (p <0.05) was applied. In general, the ingredients that had the best CDAs were viscera meal and salmon meal. These results demonstrate that jundiá accepts very well the protein ingredients of animal origin and has good capacity to digest them and to take advantage of its nutrients.
Keywords: Peixe nativo
Disponibilidade
Ração
Nutriente
Ingredientes proteicos
Native fish
Disponibility
Meal
Nutrient
Protein ingredients
CNPq areas: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Engenharias e Ciências Exatas
Program: Programa de Pós-Graduação em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
Campun: Toledo
Citation: FREI, Guilherme Rodrigo. Digestibilidade aparente de ingredientes proteicos de origem animal para o jundiá Rhamdia voulezi. 2015. 58 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3058
Issue Date: 2-Mar-2015
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Guilherme_R_Frei_2015.pdf400.72 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.