Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3020
Tipo do documento: Dissertação
Title: A modernização da agricultura do Paraná
Other Titles: The modernization of Paraná's agriculture
Autor: Rossoni, Roger Alexandre 
Primeiro orientador: Silva, Gerson Henrique da
Primeiro membro da banca: Silva, Gerson Henrique da
Segundo membro da banca: Moraes, Marcelo Lopes de
Terceiro membro da banca: Stege, Alysson Luiz
Resumo: A modernização da agricultura brasileira apresentou ganhos de produtividade, expansão da produção agrícola e fomento de serviços e produtos relacionados a agricultura moderna, como tratores, defensivos, fertilizantes e serviços de assistência técnica. O presente estudo tem como objetivo mensurar o nível de modernização da agricultura dos municípios paranaenses e sua distribuição espacial nos anos de 1975, 1985, 1995 e 2006. Para tal objetivo, foi estimado um índice de modernização da agricultura (IMA), por meio da análise fatorial, com intuito de mensurar o fenômeno estudado, e analisado sua disposição espacial nos municípios paranaenses, utilizando dos indicadores de I de Moran global e local. Os dados foram coletados dos censos agropecuários de 1975, 1985, 1995 e 2006, realizado pelo IBGE. Os resultados demonstram que, inicialmente, o processo de modernização da agricultura paranaense priorizou municípios com solo mais propicio para utilização de maquinários, em especial o Oeste e o Norte. Além da condição do solo, a disponibilidade de crédito auxiliou a disseminação das práticas de agricultura mecanizada. Entre 1985 e 1995, ocorreu a redução do crédito e a expansão do setor de criação de animais, fomentado pela crescente agroindústria paranaense. Estas mudanças impactaram na menor concentração espacial do IMA, com destaque para a redução do IMA no Noroeste paranaense. A década seguinte apresentou incentivos para a modernização como a retomada da expansão do crédito, especialmente para pequenos produtores, e o aumento da demanda internacional por commodities agrícolas. Destaca-se que após 1995 o Paraná apresentou clusters de alto IMA em regiões com predominância de solo com restrições para a mecanização. O cluster identificado no entorno de Curitiba apresenta solo com restrições, porém é dinamizado pela demanda de alimentos da região metropolitana. O cluster identificado no Sudoeste paranaense, assim como o cluster de Curitiba, apresenta limitações de solo, contudo, destaca-se que esta região conseguiu desenvolver uma agricultura modernizada. Desta forma, a concentração da modernização está relacionada a fatores naturais, demográficos e de ocupação dos municípios paranaenses. Apesar da expansão da modernização da agricultura, o Paraná apresenta diversas áreas de agricultura pouco modernizada. Destaca-se que o processo de modernização seguiu uma lógica capitalista, priorizando áreas com solo mais favoráveis e que, teoricamente, apresentam maior produtividade.
Abstract: The modernization of Brazilian agriculture showed gains in productivity, expansion of agricultural production and promotion of services and products related to modern agriculture, such as tractors, pesticides, fertilizers and technical assistance services. This study aims to measure the level of modernization of the agriculture in Paraná’s cities and its spatial distribution in the years of 1975, 1985, 1995 and 2006. For this analysis, an index of agricultural modernization was estimated through factor analysis, aiming to measure the studied phenomenon, and analyzed its spatial disposition in Paraná’s cities, using the indicators of global and local Moran’s I. The data were collected from the agricultural censuses of 1975, 1985, 1995 and 2006, carried out by IBGE. The results show that, initially, the modernization process of Paraná’s agriculture prioritized cities with more propitious soil to use machinery, especially the West and North. Besides soil condition, the availability of credit helped disseminate mechanized agriculture practices. Between 1985 and 1995, it presented the reduction of credit and the expansion of the animal husbandry sector, fostered by the growing agro industry of Paraná. These changes impacted on the lower spatial concentration of the IMA, especially the reduction of the IMA in the Northwest of Paraná. The following decade presented incentives for modernization, such as the resumption of credit expansion, especially for small producers, and the increase in international demand for agricultural commodities. It is important to point out that after 1995 Paraná presented clusters of high IMA in regions with predominance of soil which had restrictions for mechanization. The cluster identified in the surroundings of Curitiba presents restricted soil, however it is dynamized by the food demand of the metropolitan region. The cluster identified in the Southwest of Paraná, as well as the cluster of Curitiba, presents soil limitations, however, it is noteworthy that this region was able to develop a modernized family agriculture. Therefore, the concentration of modernization is related to natural, demographic and occupation factors of Paraná’s cities. Despite the expansion of the modernization of agriculture, Paraná presents several areas that have not been modernized. It should be noted that the modernization process followed a capitalist logic, prioritizing areas with more favorable soil and that, theoretically, present higher productivity.
Keywords: Agricultura
Análise fatorial
Índice
Paraná
Agriculture
Modernization
CNPq areas: CRESCIMENTO, FLUTUACOES E PLANEJAMENTO ECONOMICO::CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Sociais Aplicadas
Program: Programa de Pós-Graduação em Gestão e Desenvolvimento Regional
Campun: Francisco Beltrão
Citation: ROSSONI, Roger Alexandre. A modernização da agricultura do Paraná. 2017. 82 f. Dissertação( Mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2017 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3020
Issue Date: 24-Feb-2017
Appears in Collections:Mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional (FBE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Roger A. Rossoni 2017.pdf3.15 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons