Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2178
Tipo do documento: Dissertação
Title: A inserção da indústria brasileira no mercado internacional:dutch disease, políticas industriais e a cadeia global de valor
Other Titles: The insertion of brazilian industry in international markets: dutch disease, industrial policy and the global value chain
Autor: Ferreira, Jonathan Dias 
Primeiro orientador: Schneider, Mirian Beatriz
Primeiro membro da banca: Staduto, Jefferson Andronio Ramundo
Segundo membro da banca: Fernandez, Ramon Vicente Garcia
Terceiro membro da banca: Mazzetto, Terezinha Saracini Ciriello
Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar os fatores que afetaram a inserção da indústria brasileira no mercado internacional, mais especificamente o câmbio, políticas industriais e a situação do Brasil perante a cadeia global de valor, com aplicação do Índice de Vantagem Comparativa Revelada (IVCR) para as exportações da indústria brasileira em relação à mundial, a partir dos anos 2000. Pode-se constatar que ocorre no Brasil uma desindustrialização como perda de participação do setor industrial no PIB brasileiro. A liberalização comercial e financeira abrupta nos anos 90, combinado a uma política cambial sobrevalorizada nos anos 2000, em decorrência do fenômeno Dutch disease no Brasil, podem estar afetando negativamente o setor industrial. Mesmo que os governos Lula e Dilma, tenham criado políticas industriais para fomentar o setor e mesmo que tenha sido válida, contudo não foi suficiente, diante de um ambiente macroeconômico desfavorável, principalmente em função do câmbio apreciado e de juros altos que inibem os investimentos necessários para o crescimento da indústria. Em função disso, o país passou a direcionar sua produção e exportações em recursos naturais e a participar na cadeia global de valor como um dos principais países no fornecimento de matérias primas. Em decorrência disso, a indústria brasileira perdeu participação nas exportações brasileiras e o setor industrial apresentou baixo dinamismo tanto externo quanto interno, uma vez que houve uma crescente importação de produtos industriais.
Abstract: The objective of this study was to analyze the factors that affected the status of Brazilian industry in the international market, specifically the exchange, industrial policies and the situation of Brazil at the global value chain, with application of Revealed Comparative Advantage Index (IVCR) to exports of Brazilian industry in the world, from the 2000s can be seen that occurs in Brazil de-industrialization as loss of participation of the industrial sector in the Brazilian GDP. The rapid trade and financial liberalization in the 90s, combined there is an overvalued exchange rate policy in the 2000s, as a result of Dutch disease phenomenon in Brazil, may be adversely affecting the industry. Even if Lula and Dilma governments have established industrial policies to promote the sector and even if it was valid, but it was not enough in the face of an unfavorable macroeconomic environment, mainly due to the appreciated exchange rate and high interest rates that inhibit the necessary investments to the growth of industry. As a result, the country now focus its production and exports in natural resources and to participate in the global value chain as one of the leading countries in providing raw materials. As a result, the Brazilian industry lost share in Brazilian exports and the industrial sector showed low dynamism both external and internal, since there was a growing import of industrial products.
Keywords: Desindustrialização
Dutch disease
Taxa de câmbio
Cadeia global de valor
Comércio internacional
De-industrialization
Exchange rate
Global value chain
International trade
Industrialização - Brasil
Política industrial
Brasil - Política econômica
Comércio exterior
Valor (Economia)
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA INTERNACIONAL
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Desenvolvimento regional e do Agronegócio
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional e Agronegócio
Citation: FERREIRA, Jonathan Dias. The insertion of brazilian industry in international markets: dutch disease, industrial policy and the global value chain. 2015. 112 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento regional e do Agronegócio) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2178
Issue Date: 21-May-2015
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jonathan Dias Ferreira.pdf1.91 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.