Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2157
Tipo do documento: Dissertação
Title: Suicídio e desenvolvimento regional: um estudo sócio-econômico da incidência da auto-violência nas mesorregiões Oeste e Sudoeste do Paraná: 1990 A 2005
Other Titles: Suicide and regional development: A social-economic study of incidence of selfviolence in the region West and Southwest of Paraná: 1990-2005
Autor: Souza, Keila Rodrigues de 
Primeiro orientador: Wadi, Yonissa Marmitt
Primeiro membro da banca: Arend, Silvia Maria Favero
Segundo membro da banca: Staduto, Jefferson Andronio Ramundo
Resumo: Compreendendo o suicídio como um fenômeno universal, um reflexo das alterações sociais e econômicas ocorridas na sociedade, bem como as diversidades regionais, este trabalho teve como objetivo analisar a relação entre ocorrência de suicídio e a configuração do processo de desenvolvimento regional das messoregiões Oeste e Sudoeste do Paraná, entre os anos de 1990 e 2005. Com base em bibliografia de referência e pesquisa, quantitativa e qualitativa, em laudos dos Institutos Médicos Legais, bem como em informações sócio-econômicas referentes as duas messoregiões, o trabalho revelou as altas taxas de suicídio em ambas, taxas estas superiores a média do estado do Paraná e do Brasil. O trabalho evidenciou a forte relação das taxas de suicídio com o conjunto de processos e dinâmicas sócio-econômicas responsáveis pelo desenvolvimento do Oeste e do Sudoeste, principalmente as mudanças sofridas no setor rural. Com uma economia alavancada pela produção agropecuária, transformações neste cenário, como os gerados pelo processo de modernização (revolução verde), mudanças na estrutura física, com a construção das barragens das usinas hidrelétricas de Salto Caxias e Itaipu Binacional, desapropriações de terra e êxodo rural , e as conseqüentes dificuldades sofridas pela agricultura, principalmente a agricultura familiar, são fatores que indicam uma forte relação com os índices de suicídio. Evidenciou-se, como em outros trabalhos, que a conduta suicida é largamente mais freqüente entre os homens do que entre as mulheres, isto mesmo quando o contingente populacional feminino é superior ao masculino e que o enforcamento é o método mais utilizado. Como apontaram outros estudos para o Brasil, a mortalidade-suicídio entre pessoas casadas foi mais freqüente que entre os solteiros, viúvos e desquitados. Com relação a faixa etária dos suicidas, verificou-se que em ambas mesorregiões o suicídio atinge mais pessoas em faixas etárias de vida ativa e produtiva. Percebeu-se também, que em todo o período, as taxas de suicídio foram superiores entre os indivíduos de ocupação rural, o que indica uma forte associação entre taxas de mortalidade-suicídio e a atividade agropecuária. Esta relação foi observada tanto na região Oeste, quanto na região Sudoeste, todavia no Sudoeste esta relação foi ainda mais forte, indicando maior dependência do setor agropecuário no desenvolvimento desta região que se configurou como região de agropecuária mais tradicional e pouco capitalizada, com pequenas propriedades e predomínio da agricultura familiar. Verificou-se também que 8 dos 20 municípios que compõem o ranking dos municípios com maiores taxas de suicídio são lindeiros, ou seja, municípios atingidos pela construção das Usinas de Itaipu e Salto Caxias. Seis destes municípios foram atingidos pela usina de Itaipu, todos no Oeste e 2 pela usina de Salto Caxias, um município no Oeste e outro no Sudoeste. Considerando a bibliografia de referência, observou-se que a Usina de Salto Caxias adotou uma política mais eficaz no processo de desapropriação das áreas atingidas do que a Usina de Itaipu e isto também pode ter influenciado em menos impacto para a população, o que certamente contribuiu para que esta não ficasse tão vulnerável, resultando em menores taxas de mortalidade-suicídio. Desta forma, este trabalho verificou que as taxas de suicídio são fortemente influenciadas pela dinâmica local e que os padrões suicidas demonstram a vulnerabilidade aos efeitos das conjunturas sociais, pois estes resultados podem estar refletindo uma relação real com a qualidade de vida de seus autores
Abstract: As far as we can concern the suicide as a universal phenomenon, a consequence of occured the social and economic alterations in the society, as well as the regional diversities, this work has as objective analyze the relation between suicide occurrence and the configuration of the process of regional development of the region West and Southwest of the Paraná, between 1990 and 2005. On the basis of bibliography of reference and research, quantitative and qualitative, in reports of the Legal Medicals Institutes, as well as in referring partner-economic information the two regions, the work disclosed the high rates of suicide in both, rates these superiors the average of the state of the Paraná and Brazil. The work evidenced the strong relation of the rates of suicide with the set of processes and responsible partner-economic dynamic for the development of the southwestern West and, mainly the changes suffered in the agricultural sector. With a economy stimulated for farming production, changes in this scene, as the generated ones for the modernization process (green revolution), changes in the physical structure, with the construction of the hidreletric barrages plants of Salto Caxias and Itaipu Binational, land dispossessions and agricultural exodus, and the consequent difficulties suffered for agriculture, mainly family agriculture, are factors that indicate one strong relation with the suicide indices. It was proven, as in other works, that the suicidal behavior is wide more frequent enters the men of what between the women, this exactly when the feminine population contingent is bigger to the masculine and that the hanging is the used method more. As they had pointed other studies with respect to Brazil, the mortality-suicide between married people was more frequent than between the divorced, bachelors, and widowers. With regard to average age of the suicidal ones, it was verified that in both regions the suicide reaches more people in average age of active and productive life. One also perceived, that in all the period, the suicide rates had been bigger between the individuals of agricultural occupation, what it indicates one strong association between mortality-suicide rates and the farming activity. This relation was observed in such a way in the region West, how much in the Southwestern region, however in the Southwest this relation was still more strong, indicating bigger dependence of the farming sector in the development of this region that if configured as farming region of more traditional and little capitalized, with small properties and predominance of familiar agriculture. One also verified that 8 of the 20 cities that compose ranking of the cities with bigger rates of suicide are bordering, that is, cities reached for the construction of the Plants of Itaipu and Salto Caxias. Six of these cities had been reached by the plant of Itaipu, all in West and 2 for the plant of Salto Caxias, a city in the West and another one in the Southwest. Considering the reference bibliography, it was observed that the Plant of Salto Caxias adopted one more efficient politics in the process of dispossession of the reached areas of what the Plant of Itaipu and this also can have influenced in little impact for the population, what certainly contributed so that this was not so vulnerable, resulting in lesser rates of mortality-suicide. In such a way, this work verified that the suicide rates strong are influenced by the local dynamics and that the suicidal standards demonstrate the vulnerability to the effect of the social conjunctures, therefore these results can be reflecting a real relation with the quality of life of its authors
Keywords: Suicídio
Agropecuária
Mesorregião Oeste
Mesorregião Sudoeste
Desenvolvimento regional
Planejamento regional
Suicide
Farming
Region West
Southwestern region
Regional development
Regional planning
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA REGIONAL E URBANA::ECONOMIA REGIONAL
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Desenvolvimento regional e do Agronegócio
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional e Agronegócio
Citation: SOUZA, Keila Rodrigues de. Suicide and regional development: A social-economic study of incidence of selfviolence in the region West and Southwest of Paraná: 1990-2005. 2007. 142 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento regional e do Agronegócio) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2157
Issue Date: 9-Mar-2007
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Keila Rodrigues de Souza.pdf709.9 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.