Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2035
Tipo do documento: Dissertação
Title: Os Guarani: o tempo das andanças acabou? Conflitos entre ficar e partir
Other Titles: The Guarani: is the time of wanderings over? Conflicts between settling and leaving
Autor: Cabral, Ana Cristina Bochnia 
Primeiro orientador: Schallenberger, Erneldo
Primeiro membro da banca: Feiber, Silmara Dias
Segundo membro da banca: Silva, Andréia Vicente da
Resumo: Para os Guarani da região oeste do Paraná a terra está historicamente relacionada com o sagrado, tendo em si um significado próprio de seu povo. Ela é um espaço de livre circulação, onde o índio exercita suas práticas culturais e suas crenças, produzindo a sua cultura e referenciando seu mundo simbólico. A terra é um dos elementos que constituem a identidade do grupo, sendo, portanto, um fator que caracteriza sua diversidade cultural. Com o início da colonização recente e seus princípios de apropriação e exploração do território, esses povos foram desnaturalizados em nome de uma fé cristã e do processo civilizatório. A problemática do território e, sobretudo da identidade desses povos agravou-se a partir do período entendido como o da definição das fronteiras. Hoje os conflitos de terra gerados entre os Guarani e os colonos na região fronteiriça do Oeste do Paraná contrapõem a posse do território tradicionalmente ocupado ao de recentemente colonizado. Esse trabalho, produto de uma pesquisa etnográfica realizada junto à aldeia Tekohá Y Hovy, localizada no município de Guaíra, Paraná, Brasil, busca demonstrar a relação que os indígenas Guarani estabelecem com a terra, num território sem demarcação. Uma das características marcantes desse grupo indígena é a sua mobilidade. Este estudo pretende analisar a forma como eles têm trabalhado a questão dos deslocamentos em tempos onde estabelecer-se se torna a melhor opção, ou até a única opção possível.
Abstract: For the Guarani in the western region of Paraná, the land is historically related to the sacred, having in itself an own meaning of its people. It is an area of free movement, where the Indians exercise their cultural practices and beliefs, producing their culture and making reference to their symbolic world. The land is one of the elements that constitute the identity of the group, being, therefore a factor that characterizes its cultural diversity. With the onset of the recent colonization and its principles of ownership and exploitation of the territory, these people were denaturalized in the name of Christian faith and civilization. The problem of territory and especially the identity of these people worsened from the time understood as the border definition. Today, the land conflicts generated between the Guarani and the settlers in the border region of West of Paraná oppose possession of the territory traditionally occupied to the newly colonized one. This work, product of an ethnographic survey in the Tekohá Y'Hovy village, located in the city of Guaíra, Paraná, Brazil, seeks to demonstrate the relationship that the Guarani have with the land, a territory without demarcation. One of the striking features of this indigenous group is their mobility. This study aims to examining how they have worked the issue of displacement in times where settling becomes the best option, or even the only possible one.
Keywords: Índios Guarani - Posse de Terra - Paraná
Território
Conflitos
Mobilidade
Identidade
Land
Conflicts
Mobility
Identity
CNPq areas: CNPQ::OUTROS::CIENCIAS SOCIAIS
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Fronteiras, Identidades e Políticas Públicas
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Sociais
Citation: CABRAL, Ana Cristina Bochnia. The Guarani: is the time of wanderings over? Conflicts between settling and leaving. 2016. 200 f. Dissertação (Mestrado em Fronteiras, Identidades e Políticas Públicas) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2035
Issue Date: 30-Sep-2016
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ana C B Cabral.pdf4.7 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.