Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1447
Tipo do documento: Tese
Title: Tigmomorfogênese na rustificação e sobrevivência em mudas de Pinus taeda L.
Other Titles: Thigmomorphogenesis in the hardening and survival in Pinus taeda L. seedlings
Autor: Dranski, João Alexandre Lopes 
Primeiro orientador: Malavasi, Ubirajara Contro
Primeiro membro da banca: Zucareli, Claudemir
Segundo membro da banca: Malavasi, Marlene de Matos
Terceiro membro da banca: Guimarães, Vandeir Francisco
Quarto membro da banca: Lana, Maria do Carmo
Resumo: Tigmomorfogênese é o termo adotado para descrever o crescimento dos vegetais em resposta ao estímulo mecânico, desencadeado naturalmente por fatores abióticos ou artificialmente, por simulação de eventos agroclimáticos adversos. Na implantação de povoamentos florestais, tais adversidades limitam o estabelecimento das mudas, e condicioná-las ao reconhecimento do fator limitante é o papel da rustificação. Especula-se que a tigmomorfogênese induzida por flexões caulinares tornam-as mais tolerantes às forças exercidas pelo vento, por meio da ativação de mecanismos que alteram o crescimento e o acúmulo de compostos orgânicos. Contudo, pouco se sabe se o emprego de perturbações mecânicas na fase de rustificação de mudas resulta em maior sucesso na implantação de povoamentos florestais. O presente trabalho objetivou avaliar as alterações morfofisiológicas em mudas de Pinus taeda L. resultantes da tigmomorfogênese induzida e seus reflexos sobre o estabelecimento no campo. Para tanto, três experimentos foram conduzidos com o intuito de: quantificar alterações morfofisiológicas resultantes de flexões caulinares e seus reflexos no desempenho das mudas a campo; a partição e o acúmulo de massa seca e carbono; e a correlação entre o teor de lignina com a sobrevivência no campo. Mudas de P. taeda foram produzidas pelo viveiro pertencente à empresa Sbaraini Agropecuária S.A., no município de Cascavel, PR. Quando atingiram altura maior que 15 cm, foram submetidas a diferentes intensidades de flexões caulinares durante 60 dias. Ao final, foram quantificados atributos morfofisiológicos, nutricionais, a partição de massa seca e carbono entre componentes da parte aérea (acículas, casca e cerne) e radicular (raízes laterais e pivotante), e o teor de lignina nas raízes e na parte aérea. Adicionalmente, a qualidade das mudas foi aferida pelo teste da perda eletrólitos de raízes (PER). Posteriormente, parte das mudas foi plantada em uma área comercial de monocultivo de Pinus em Cascavel, PR. Quantificou-se a sobrevivência, e os incrementos no crescimento aéreo aos 90 e 360 dias após o plantio. O aumento da intensidade de flexões caulinares reduziu linearmente o crescimento em altura, a área foliar, resultando em redução na taxa de crescimento absoluto e no teor de fósforo no sistema radicular e na parte aérea. Intensidades moderadas com até 20 flexões caulinares aumentou o crescimento secundário, o volume do caule e o teor de lignina tanto no sistema radicular quanto na parte aérea. A alteração no crescimento primário e secundário foi resultante da redistribuição de carbono e do acúmulo de massa seca no caule e no sistema radicular, principalmente em raízes laterais, em detrimento a redução de área foliar em termos de superfície e matéria seca. No campo, mudas estimuladas com 20 flexões caulinares externaram maior sobrevivência e velocidade de crescimento, observado aos 90 dias do plantio. Após este período, a diferença na velocidade de crescimento entre mudas estimuladas ou não reduziu, indicando aclimatação das mudas não estimuladas à condição do ambiente. Houve correlação entre o teor de lignina do sistema radicular com a porcentagem de sobrevivência aos 90 dias, assim como a qualidade da muda aferida pelo teste da PER mostrou ser preditivo ao desempenho no campo. Portanto, a aplicação de 20 flexões caulinares aplicadas na fase de rustificação de mudas de P. taeda promoveu maior sucesso na implantação do povoamento
Abstract: Thigmomorphogenesis is the adopted term to describe the growth response of plants to mechanical stimuli, naturally triggered by abiotic factors or artificially, by agroclimatic adverse event simulation. In the implantation of forest stands, such adversities limit of the seedlings establishment, and condition it to the recognize the limiting factor is the role in the hardening. It is speculated that the thigmomorphogenesis induced by stem bending become's more tolerant by forces exerted by the wind through the activation of mechanisms that alter the growth and accumulation of organic compounds. However, little is known if the employment of mechanical perturbations during seedlings hardening phase results in greater success in the implantation of forest stands. This present work aimed to evaluate morphophysiological alterations in Pinus taeda L. seedlings resulting from thigmomorphogenesis induced and its reflections about establishing in the field. For both, three experiments were conducted with the intention of quantify morphophysiological alterations resulting from stem bending and its reflections about establishing in the field; the partition and the buildup dry weight and carbon; and the correlation between lignin contente with field survival. P. taeda seedlings were produced by the nursery belonging to the company Sbaraini Agropecuária S.A., in Cascavel, PR. When reached the target size, were submitted to different intensities of stem bending during 60 days. At the end, were quantified morphophysiologic attributes, nutritionals, the dry weight and carbon partition between components, and lignin content. Additionally, the seedlings quality was measured by the root electrolyte leakage (REL). Posteriorly, part of the seedlings was planted in a commercial área of Pine monocropping in Cascavel, PR. Was quantitated by the survival, and increases of growth shoot at 90 and 360 days after planting. The increased intensity of the stem bendings reduced linearly of the stem height growth, the leaf area, resulting in the reduction in absolute growth rate and in the phosphorus content. Moderate intensities with up to 20 stem bending increased the secondary growth, the stem volume and the lignin content both in the root system how much aerial. The alteration in the primary and secondary growth was resulting of the carbon redistribution and of the dry weight accumulation in stem and in the root system, mostly in lateral roots, to the detriment of the leaf area reduction in terms of surface and dry matter. On the field, seedlings stimulated with that intensity showed higher survival and growth velocity, observed at 90 days after planting. After this period, he difference in growth velocity between seedlings stimulated or not has reduced, indicating acclimation of the seedlings unstimulated at the environment condition. There was correlation between the lignin content of the root system with the survival percentage at the 90 days, as well as the seedling quality measured by REL test proved to be predictive of field performance. Therefore, the application of 20 stem bendings applied during hardening of the P. taeda seedlings promoted greater success in implanting of the population in the experimental conditions analyzed.
Keywords: Pinus
Respostas tigmomorfogenéticas
Condicionamento de mudas
Desempenho no campo
Pinus
Thigmomorphogenetics responses
Seedlings conditioning
Outplanting performance
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: DRANSKI, João Alexandre Lopes. Tigmomorfogênese na rustificação e sobrevivência em mudas de Pinus taeda L. 2013. 107 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1447
Issue Date: 4-Mar-2013
Appears in Collections:Doutorado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Joao_Dranski_20131.35 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.