Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/924
Tipo do documento: Dissertação
Title: A UNE e os partidos políticos no Governo Lula (2003-2010).
Autor: Paiva, Gabriel de Abreu Gonçalves de 
Primeiro orientador: Conceição, Gilmar Henrique da
Resumo: Neste trabalho analisamos a relação da União Nacional dos Estudantes (UNE) com o Governo Lula e a atuação dos partidos políticos na entidade, no período que se estende de 2003 a 2010. Fundamentado em autores como Saldanha (2008), Martins Filho (1987), Bringel (2009), partimos da hipótese que os movimentos estudantis passam por mudanças, sendo equivocado atribuir à participação dos estudantes um caráter genérico e imutável. Após a vitória de Lula, no ano de 2002, a UNE deixou o campo de oposição, para uma relação de colaboração. Por meio das categorias independência e democracia, nosso objetivo foi compreender a relação da UNE com o governo na elaboração, proposição de emendas e apoio aos projetos governamentais. Utilizamos para a realização desta pesquisa documentos dos congressos da UNE, principalmente as teses defendidas pelas tendências de juventude dos partidos políticos no movimento; programas e manifestos dos partidos políticos que atuam na entidade; documentos da UNE que se referem a proposta de políticas à educação superior; fontes jornalísticas da imprensa; reportagens da revista Movimento; como também de documentos e panfletos dos movimentos estudantis. A análise dos depoimentos e dos documentos demonstraram a posição da UNE, representando perspectivas teóricas e políticas que nem sempre aparecem explicitamente, mas quando mediadas por um quadro conceitual, podem contribuir na compreensão das posições assumidas pela entidade. Assim, foi possível compreender, a partir dos discursos e documentos, a função política da UNE na aplicação dos projetos governamentais. Mesmo diante deste quadro a entidade permaneceu sendo disputada pelas tendências estudantis, organizadas por partidos políticos. Desta forma, realizamos a análise da disputa entre os partidos no interior dos congressos da UNE pelos rumos da entidade. Nas considerações finais demonstramos o processo de cooptação da UNE pelo Estado, procurando evidenciar que seus atos mostram-se condizentes com a política assumida pelo Governo Lula. Todavia, apontamos a ocorrência de um processo de reorganização dos estudantes, que questionaram e romperam com a UNE.
Abstract: This research examined the relationship of the National Union of Students (UNE) with the Lula government and the role of political parties in the entity during the period extending from 2003 to 2010. Based on authors such as Saldanha, Martins Filho, Bringel, we start from the assumption that the student movements for change are being mistaken to assign students a participation of a general nature and unchanging. After Lula s victory in the elections of 2002, UNE left the field of opposition to a collaborative relationship. Through the categories independence and democracy, our purpose was to understand the relationship of UNE with the government in preparation, proposing amendments and support to government projects. We used for this research, documents of the Congress of UNE, mainly theses defended by trends in youth political parties in the movement, programs and manifestation, of political parties that act in the entity; UNE documents that referred to the proposed policies on higher education; media news sources, reports the journal Movement, as well as documents and pamphlets of student movements. The testimonials and documents demonstrated the position of UNE, representing theoretical perspectives and policies that do not always appear explicitly, but when mediated by a conceptual framework, can help in understanding the positions taken by the entity. It was possible to understand from the testimonials and documents the role of UNE policy, implementation of government projects. Even before this fact the entity remained being fought by student trends, organized by political parties. Thus, we analyze the dispute between the parties within Congress UNE the direction of the entity. The final remarks demonstrate the process of cooptation by the State of UNE, seeking to demonstrate that their actions prove to be consistent with the policy taken by the Lula government. However, we point out the occurrence of a reorganization process of the students who challenged and broke with UNE.
Keywords: União Nacional dos Estudantes (UNE)
Partidos políticos
Movimentos estudantis
UNE
Lula Government
Political Parties
Student Movements
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Sociedade, Estado e Educação
Program: Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Educação
Citation: PAIVA, Gabriel de Abreu Gonçalves de. A UNE e os partidos políticos no Governo Lula (2003-2010).. 2011. 176 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Estado e Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/924
Issue Date: 4-Mar-2011
Appears in Collections:Mestrado em Educação(CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
gabriel_paiva.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.