Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/846
Tipo do documento: Dissertação
Title: Influencia da aprendizagem organizacional e do capital intelectual na competitividade e mortalidade empresarial: um estudo sobre os participantes do Programa Bom Negócio Paraná.
Other Titles: Influence of organizational learning and intellectual capital on business competitiveness and business mortality: a study on the attendees of the Bom Negócio Paraná Program
Autor: Santos, Ariane dos 
Primeiro orientador: Vesco, Delci Grapegia Dal
Primeiro membro da banca: Bertolini, Geysler Rogis Flor
Segundo membro da banca: Beuren, Ilse Maria
Resumo: O presente trabalho tem por objetivo verificar a influência da Aprendizagem Organizacional e do Capital Intelectual na competitividade e na mortalidade das empresas participantes do Programa Bom Negócio Paraná. A importância deste estudo está relacionada às contribuições teóricas, empíricas e sociais. A pesquisa de caráter positivista, com abordagem quantitativa e cunho descritivo foi realizada por meio de pesquisa documental e uma survey, em uma amostra de 266 empresários, e uma taxa de resposta de 60% da amostragem dos capacitados pelo núcleo de Cascavel. Aplicou-se aos respondentes um questionário composto pelos indicadores provenientes do Modelo de Mensuração de Aprendizagem Organizacional de Steil (2002), do Modelo de Mensuração do Capital Intelectual de Bontis (1997) e do Modelo de Mensuração da Competitividade Empresarial de Gold, Malhotra e Segars (2001). Para analisar as hipóteses deste estudo e validade do modelo elaborado, adotou-se a análise estatística proposta por Wold (1966), Partial Least Square PLS com a metodologia Dal Vesco, Popik e Beuren (2012). De maneira geral, os resultados demonstraram que os elementos de aprendizagem organizacional, quando trabalhado de maneira isolada, não são capazes de gerar vantagem competitiva ou reduzir a mortalidade empresarial. Em relação ao capital intelectual, o investimento em qualquer um de seus elementos, em qualquer que seja, contribui para a competitividade empresarial, porém, isoladamente, esses não são suficientes para causar mortalidade empresarial. Constatou-se também que, a competitividade reage de maneira negativa à mortalidade empresarial. Conclui-se que, o resultado das análises das interações das variáveis consideradas pelo presente estudo, está em conformidade com o baixo índice de mortalidade das empresas participantes do PBNP após a capacitação. Como sugestões para trabalhos futuros, sugere-se a aplicação deste modelo às demais unidades do PBNP espalhadas pelo Paraná, e a comparação dos resultados obtidos por esse modelo entre as turmas capacitadas presencialmente e via modalidade a distância.
Abstract: The objective of this study is to investigate the influence of organizational learning and intellectual capital on competitiveness and business mortality of organizations participating in the Bom Negócio Paraná Program. The importance of this study is related to the theoretical, empirical and social contributions it brings to the scientific community and society. The study is positivist; with quantitative and descriptive approach and was conducted through desk research and a survey applied to a sample of 266 entrepreneurs with a response rate of 60% of the sample enabled by the nucleus of Cascavel. The questionnaire was composed of indicators from three different authors: Steil (2002), Bontis (1999) and Gold, Malhotra e Segars (2001). To examine the hypothesis of this study and validity of the model, it was adopted the Partial Least Square PLS statistical analysis proposed by Wold (1966), based on the methodology of Dal Vesco, Popik e Beuren (2012). In general, the results showed that the elements of organizational learning when working in isolation are not capable of generating competitive advantage or reducing business mortality rates. Regarding the intellectual capital, when the company invests in any one of its elements it can contribute to increase competitiveness, although the elements of intellectual capital by themselves are not enough to cause business death. This research also found that business competitiveness affects negatively business mortality. By the results of the analysis of the variables relationships considered in this study, it was concluded that the results are in accordance with the low business mortality rate after PBNP capacitation of entrepreneurs. As suggestions for future work, we suggest the application of this model in other PBNP centres in the state of Paraná, and the comparison of results obtained by this model between classes trained in person and via distance mode.
Keywords: Aprendizagem Organizacional
Capital Intelectual
Competitividade Empresarial, Mortalidade Empresarial
Capacitação
Organization Learning
Intellectual Capital
Business Competitiveness
Business Mortality
Organization Capacity
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: COMPETITIVIDADE E SUSTENTABILIDADE
Program: Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Profissional
Citation: SANTOS, Ariane dos. Influence of organizational learning and intellectual capital on business competitiveness and business mortality: a study on the attendees of the Bom Negócio Paraná Program. 2016. 188 f. Dissertação (Mestrado em COMPETITIVIDADE E SUSTENTABILIDADE) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/846
Issue Date: 9-Mar-2016
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Administração (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ariane.pdf3.64 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.