Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/717
Tipo do documento: Dissertação
Title: Foz do Rio Iguaçu como rota alternativa para a reprodução de peixes: jusante das cataratas do Iguaçu
Other Titles: Foz do Iguaçu river as an alternative route for the reproduction of fish : downstream of the Iguassu Falls
Autor: Refatti, Alcione 
Primeiro orientador: Makrakis, Maristela Cavicchioli
Primeiro membro da banca: Makrakis, Sérgio
Segundo membro da banca: Kashiwaqui, Elaine Antoniassi Luiz
Resumo: Padrões de dispersão de peixes na fase inicial da vida foram avaliados no rio Iguaçu no Parque Nacional do Iguaçu, Brasil-Argentina. A amostragem foi realizada no trecho de 20 km, da jusante das Cataratas do Iguaçu até a foz com o rio Paraná, ao longo de três estações de desova (2011-2014). Maiores densidades de ovos ocorreram especialmente em dezembro, em 2012-2013. A deriva de ovos foi elevada por todo trecho, no entanto, os estágios iniciais de desenvolvimento foram mais abundantes no trecho mais próximo à jusante das Cataratas do Iguaçu, enquanto os estágios mais avançados aumentaram na foz com o rio Paraná. A deriva de larvas foi baixa, com predominância dos estágios de pré-flexão e flexão, especialmente próximo das Cataratas do Iguaçu. Nossos resultados revelaram elevada deriva de ovos flutuantes destacando a desova dos peixes nas águas rápidas e turbulentas do rio Iguaçu, particularmente a jusante das Cataratas do Iguaçu, e a precipitação pode ser um gatilho para a desova. Ovos derivam passivamente pelo fluxo rápido em direção a foz (5-11horas), provavelmente a maioria deles eclode no rio Paraná, e as larvas provavelmente dispersam para habitats berçários no rio Paraná. Além disso, as zonas costeiras ao longo do trecho podem fornecer habitats para o desenvolvimento larval.
Abstract: Abstract Dispersal patterns of early life stages of fish were evaluated in the Iguaçu River at Iguaçu National Park, Brazil-Argentina. Sampling was conducted in the stretch of 20 km, downstream the Iguaçu Falls to the mouth with Paraná River, over three spawning seasons (2011-2014). Higher densities of eggs drifting occurred especially in December, in 2012-2013. The eggs drift was high through all stretch, however, early stage of development was more abundant nearest downstream Iguaçu Falls, while later stages increased into the mouth. The larvae density drift was low, with predominance of preflexion and flexion stages, especially near the Iguaçu Falls. Our results revealed high drift of buoyant eggs highlighting fish spawning in the rapid and turbulent waters of the Iguaçu River, particularly downstream the Iguaçu Falls, and rainfall could be trigger to spawning. Eggs drift passively by rapid flow towards the mouth (5-11hours), probably most of them hatch in the Paraná River, and the larvae disperse to nursery habitats likely in Paraná River. Additionally, inshore zones along the stretch may provide habitats for the larval development
Keywords: Deriva
Larvas
Desova
Rios.
Drift
Larvae
Spawning
Rivers
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Conservação e Manejo de Recursos Naturais
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Conservação e Manejo de Recursos Naturais
Citation: REFATTI, Alcione. Foz do Iguaçu river as an alternative route for the reproduction of fish : downstream of the Iguassu Falls. 2016. 32 f. Dissertação (Mestrado em Conservação e Manejo de Recursos Naturais) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/717
Issue Date: 24-Feb-2016
Appears in Collections:Mestrado em Conservação e Manejo de Recursos Naturais (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Alcione _Refatti.pdf563.2 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.