Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4358
Tipo do documento: Dissertação
Title: Uso de filmes eletrofiados de PBAT e PCL para liberação de fármacos
Other Titles: Use of films obtained by electrospinning of PBAT and PCL for drug release
Autor: Hardt, Janice Caroline 
Primeiro orientador: Dragunski, Josiane Caetano
Primeiro coorientador: Dragunski, Douglas Cardoso
Primeiro membro da banca: Dragunski, Josiane Caetano
Segundo membro da banca: Dragunski, Douglas Cardoso
Terceiro membro da banca: Bariccatti, Reinaldo Aparecido
Quarto membro da banca: Muniz, Edvani Curti
Resumo: Neste trabalho utilizou-se dois polímeros para produção de uma blenda polimérica, sendo estes a poli(ε-caprolactona) (PCL) e o poli(butileno-adipato-co-tereftalato) (PBAT) - Ecoflex®, com o intuito de promover uma liberação sustentada do fármaco ibuprofeno e de sulfadiazina de prata. Os filmes foram obtidos utilizando a técnica de eletrofiação. Devido o PBAT ser totalmente biodegradável, possuir alta resistência e biodegrabilidade aliou-se ao PCL que é biocompatível, biorreabsorvível e possui alta porosidade. Nessa blenda polimérica incorporou-se dois fármacos em filmes distintos variando-se as concentrações dos fármacos nos filmes de PBAT e PCL, sendo para os filmes com ibuprofeno, 20% e 30% m/m, e para os filmes com a sulfadiazina de prata, de 10% e 20% m/m. Foram obtidas fibras com bastante irregularidades (beads) e com essas fibras produziu-se filmes que foram caracterizados por Calorimetria Diferencial Exploratória (DSC), Termogravimetria (TGA), Difração de raio-X (DRX), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR), por análises mecânicas e avaliação da molhabilidade. Por meio dessas análises foi possível identificar a incorporação tanto do ibuprofeno quanto da sulfadiazina de prata, assim como suas prováveis interações com os polímeros, demonstrando principalmente a mudança da cristalinidade deste material. Também foram feitos estudos de liberação dos fármacos dos dois filmes produzidos com ibuprofeno, mostrando-os satisfatórios para possível utilização como curativos na pele. A liberação no filme com 20% m/m de ibuprofeno ocorreu até um período 840 minutos, liberando 64% do fármaco incorporado ao filme e a liberação do filme com 30% m/m de ibuprofeno ocorreu também por um període de 840 minutos, liberando aproximadamente 58% do fármaco adicionado inicialmente. Os procedimentos de liberação foram realizados também para os filmes com a sulfadiazina de prata, que apresentaram resultados de liberação bastante inferiores, devido sua baixa solubilidade e provável presença no interior das fibras/beads. Para o filme com 10% m/m de sulfadiazina de prata obteve-se liberação em até 3% do total incorporado por um período de 4440 min, aproximadamente, no filme com 20% m/m de sulfadiazina de prata obteve-se liberação de 2% da quantidade inicial incorporada ao filme por um período de 4440min. Por meio da avaliação do coeficiente de determinação ajustado (R2ajus), do Akaike Information Criterion (AIC) e do Critério de Seleção de Modelos (MSC), que comprovam o melhor ajuste matemático que explique a cinética de liberação dos fármacos, observou-se que para a liberação nas duas concentrações do fármaco ibuprofeno, o modelo matemático que melhor se ajustou foi o de Gompertz. Nas duas concentrações de sulfadiazina de prata incorporada aos filmes, o modelo matemático que teve o melhor ajuste foi o de PeppasSahlin.
Abstract: In this work, two polymers were used to produce a polymeric blend, such as poly (εcaprolactone) (PCL) and poly (butylene-adipate-co-terephthalate) (PBAT) - Ecoflex®, with the aim of promoting a sustained release of the drug ibuprofen and silver sulfadiazine. The films were obtained using the electrospinning technique. Because PBAT is fully biodegradable, it has high resistance and biodegradability, and is allied to PCL that is biocompatible, bioreabsorbable and has high porosity. In this polymer blend, two drugs were incorporated in different films, varying the concentrations of the drugs in PBAT and PCL films, for the films with ibuprofen, 20% and 30% w/w, and for the films with silver sulfadiazine, 10% and 20% w/w. It was obtained fibers with very irregular beads and with these fibers the films were produced and characterized by Differential Scanning Calorimetry (DSC), Thermogravimetry (TGA), X-ray diffraction (XRD), Scanning Electron Microscopy (SEM), Fourier transform infrared (FTIR), by mechanical analysis and wettability assessment. Through these analyzes it was possible to identify the incorporation of both ibuprofen and silver sulfadiazine, as well as their probable interactions with the polymers, mainly demonstrating the change in crystallinity of this material. Drug release studies of the two films produced with ibuprofen was performed, showing satisfactory result for possible use as skin dressings. The release in the film with 20% w/w ibuprofen occurred up to 840 minutes, releasing 64% of the drug incorporated into the film and releasing the film with 30% w/w ibuprofen also for a period of 840 minutes, releasing about 58% of the drug initially added. The release procedures were also performed for films with silver sulfadiazine, which presented significantly lower release results due to their low solubility and likely presence inside the fibers/beads. For the film containing 10% w/w of silver sulfadiazine, the liberation was achieved in up to 3% of the total incorporated for a period of approximately 4440 minutes, and in the film with 20% w/w of silver sulfadiazine, 2% of the initial amount incorporated into the film was released for a period of 4440 minutes. Through the evaluation of the adjusted determination coefficient (R2ajus), the Akaike Information Criterion (AIC) and the Model Selection Criteria (MSC), which prove the best mathematical adjustment to explain the release kinetics of the drugs, it was observed that for the release in the two concentrations of the drug ibuprofen, the mathematical model that better fits was Gompertz and for the two concentrations of silver sulfadiazine incorporated into the films, the mathematical model that had the best fit was that of Peppas-Sahlin.
Keywords: Eletrofiação
Curativos
Sulfadiazina de prata
Iibuprofeno
Electrospinning
Dressings
Silver sulfadiazine
Ibuprofen.
CNPq areas: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Engenharias e Ciências Exatas
Program: Programa de Pós-Graduação em Química
Campun: Toledo
Citation: HARDT, Janice Caroline. Uso de filmes eletrofiados de PBAT e PCL para liberação de fármacos. 2019. 97 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4358
Issue Date: 15-Mar-2019
Appears in Collections:Mestrado em Química (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Janice_Hardt_2019.pdf4.57 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.